Limetown

Limetown

Ficha técnica: Drama, EUA, 2019. Criação: Zack Akers, Skip Bronkie. Elenco: Jessica Biel, Stanley Tucci, Omar Elba, Sherri Saum, Alessandro Juliani. Disponível no Facebook.

Sinopse: Em uma cidade chamada Limetown, neurocirurgiões do mundo todo, junto com suas respectivas famílias, se reúnem para realizar experimentos em um centro de pesquisa. Mas, oito meses após a fundação, todos os 326 habitantes desaparecem, sem ninguém saber o motivo. Quinze anos depois, a jornalista Lia Haddock (Jessica Biel) investiga o caso, que segue sem resposta.

Por que assistir: Após ser indicada ao Emmy e Globo de Ouro por The Sinner, a atriz Jessica Biel faz mais uma excelente atuação em uma série. Ela é o ponto forte de Limetown, drama recheado de mistérios, uma fartura para os fãs de teorias malucas.

Baby

Baby

Ficha técnica: Drama, Itália, 2018. Criação: Antonio Le Fosse, Giacomo Mazzariol. Elenco: Benedetta Porcaroli, Alice Pagani, Ricardo Mandollini, Giuseppe Maggio, Brando Pacitto. Disponível na Netflix.

Sinopse: Baby apresenta duas adolescentes italianas de 16 anos que vivem em Parioli, bairro nobre de Roma. Chiara (Benedetta Porcaroli) e Ludovica (Alice Pagani) são atraídas pelo sexo em troca de dinheiro e de presentes.

Por que assistir: Provocante, Baby coloca no centro da história duas garotas que encontram o empoderamento na prostituição de luxo. A série faz provocações ao mostrar se é justificável alguém vender o corpo em troca de algo, seja qual for o passado ou situação social de quem se prostitui. Entre dramas e erotismo, a atração apresenta uma trilha sonora afiada.

Supergirl

Supergirl

Ficha técnica: Drama, EUA, 2015. Criação: Greg Berlanti, Ali Adler, Andrew Kreisberg. Elenco: Melissa Benoist, Chyler Leigh, Mehcad Brooks, David Harewood. Disponível na Warner e na Netflix.

Sinopse: Antes da destruição do planeta Krypton, Kara Zor-El (futura Supergirl) foi enviada para a Terra pelos seus pais. Ela escondeu seus poderes até os 24 anos de idade, quando finalmente decidiu ser a guardiã e heroína de National City.

Por que assistir: Supergirl se tornou uma das séries de heróis mais importantes da atualidade. Esse status foi conseguido por não ser apenas uma trama que conta as aventuras de uma pessoa com superpoderes que derrota vilões e protege uma cidade. Ela é contemporânea e aborda temas como feminismo, imigração e diversidade sexual.

Evil

Evil

Ficha técnica: Drama, EUA, 2019. Criação: Robert e Michelle King. Elenco: Mike Colter, Katja Herbers, Aasif Mandvi, Kurt Fuller, Michael Emerson. Disponível no Globoplay.

Sinopse: O aspirante a padre David Acosta (Mike Colter) encontra a psicóloga forense Kristen Brouchard ao investigar um caso de possessão demoníaca em um serial killer. Os dois, um crente e uma cética, unem forças para desvendar se tal evento vem mesmo do além, um distúrbio ou nada mais do que uma encenação.

Por que assistir: Série que tem o DNA de grandes dramas da TV como The Good Wife e The Good Fight, Evil provoca com questões relacionadas à espiritualidade e religião. Se Deus é bom, por que só algumas pessoas recebem milagres? Essa é só uma das inúmeras perguntas sinceras que a série propõe e busca solucionar.