Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

ESTREIA EM JULHO

Marco Polo vira guerreiro mongol na 2ª temporada de série da Netflix

A atriz Olivia Cheng em cena de episódio da segunda temporada de Marco Polo

REDAÇÃO

Publicado em 8/6/2016 - 18h37

O explorador italiano Marco Polo (Lorenzo Richelmy) se torna um guerreiro mongol na segunda temporada da série homônima da Netflix, que estreia no próximo dia 1º. Trailer oficial da produção mostra que o imperador Kublai Khan (Benedict Wong) alista Marco Polo na Ordem de Cavaleiros Mongóis. A imperatriz Chabi (Joan Chen), mulher de Khan, fica insatisfeita ao ver um estrangeiro no exército do Império Mongol e confronta o marido: "[Você] Compartilha isso com um estrangeiro, mas não comigo?". Khan rebate: "Esse estrangeiro salvou minha vida".

O Império Mongol está expandindo cada vez mais seu território, o que o deixa mais vulnerável a ataques inimigos. Khan tem o desafio de enfrentar uma batalha. Enquanto isso, Kaidu (Rick Yune) desafia a reivindicação do primo Khan ao trono mongol e se autodeclara o futuro Khan da Mongólia.

O trailer traz várias cenas de guerra, com direito a cavalos em chamas e muita luta. Marco Polo é uma das séries mais caras da Netflix (a primeira temporada custou R$ 304 milhões). Foi lançada em 2014 com muita expectativa, mas não foi um grande sucesso. Na segunda temporada, a grande promessa é o embate familiar entre primos. 


► Curta o Notícias da TV no Facebook e fique por dentro de tudo na televisão

► Siga o Notícias da TV no Twitter: @danielkastro

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas