Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

SEM SURPRESAS

Favorita desde o início, Unicórnio vence Masked Singer e revela Priscilla Alcantara

REPRODUÇÃO/TV GLOBO

Montagem com fotos de Unicórnio e Priscilla Alcantara

A Unicórnio venceu a primeira temporada do Masked Singer Brasil; Priscilla Alcantara era a famosa

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 20/10/2021 - 0h11

Depois de conquistar os jurados e o público logo no primeiro episódio, quando cantou Shallow, a Unicórnio se sagrou campeã da primeira temporada do The Masked Singer Brasil nesta terça-feira (19). Ao tirar sua máscara, a personagem mostrou sua identidade --sem nenhuma surpresa, Priscilla Alcantara estava por baixo da fantasia.

Os quatro finalistas da edição receberam muitos elogios dos jurados, mas apenas dois puderam avançar para a grande decisão --além da Unicórnio, o Monstro também foi escolhido pela plateia para seguir em frente.

Assim, logo após a primeira apresentação, a Gata Espelhada e a Arara foram reveladas como Jéssica Ellen e Cris Vianna, respectivamente. A decisão final ficou a cargo do quarteto formado por Rodrigo Lombardi, Taís Araujo, Simone Mendes e Eduardo Sterblitch.

A sertaneja deixou claro que seu palpite era a Unicórnio, enquanto Taís torceu pelo empate. Edu falou que o Monstro foi quem mais melhorou, mas Rodrigo rebateu que a eleição é para o melhor cantor, não pela evolução. No fim, os quatro se decidiram pela primeira.

Vice-colocado da competição, o Monstro foi desmascarado para mostrar o ator Nicolas Prattes, que foi aplaudido de pé. Priscilla recebeu o troféu do programa, R$ 100 mil em dinheiro e mais R$ 150 mil para gastar em compras no patrocinador do reality.

reprodução/instagram

Cris, Nicolas e Jéssica: desmascarados

Como foi a final do Masked Singer?

A final começou com Ivete Sangalo, os quatro jurados e os finalistas cantando juntos a música-tema do programa. Depois de uma semifinal com apresentações individuais, o Masked Singer voltou a apostar em duelos na decisão: Unicórnio x Gata Espelhada e Arara x Monstro.

A Unicórnio abriu o programa com Quando a Chuva Passar, de Ivete Sangalo. Emocionada, a apresentadora falou que a performance foi um presente. Rodrigo Lombardi apostou em Priscilla Alcantara e afirmou que ela é uma das maiores cantoras do país. Taís Araujo e Simone Mendes concordaram com o colega, e a sertaneja acrescentou que vai pedir aulas de canto para a ex-apresentadora do Bom Dia & Cia. Eduardo Sterblitch disse que era bem provável que os outros três estivessem certos, mas chutou Any Gabrielly.

A Gata Espelhada cantou The Greatest Love of All, de Whitney Houston (1963-2012). Taís Araujo insistiu que era Jéssica Ellen, sua colega de elenco em Amor de Mãe. Simone preferiu "se pendurar" na vizinha de bancada. Edu desconfiou de Mariana Rios, e Lombardi teve de segurar as lágrimas e afirmou: "Não me interessa quem você seja, eu só quero que você cante mais".

Na opinião da plateia, a vitoriosa foi a Unicórnio, com 69% dos votos, contra 31% da Gata Espelhada. Com isso, a figura mística avançou para a final, enquanto a felina foi desmascarada. Jéssica Ellen estava por trás da máscara, e assumiu que era muito difícil enxergar porque o primeiro disfarce tinha buracos muito grandes nos olhos e revelavam sua pele --por isso teve de ser modificado.

A Arara interpretou Got to Be Real, clássico de Cheryl Lynn. Sterblitch afirmou que não tem certeza e passou a palavra pros colegas. Simone chutou Cris Vianna. Taís falou que a ave teve a melhor trajetória do reality e que ela é a grande vencedora do programa. Lombardi concordou que Cris Vianna é a mascarada e também a encheu de elogios. Pressionado a palpitar, Edu falou Juliana Paes ou Juliana Alves.

O Monstro encerrou os duelos com Você, de Tim Maia (1942-1998), acompanhado por um piano. Taís arriscou João Côrtes, mas sem nenhuma confiança. Rodrigo cravou Nicolas Prattes. Sterblitch concordou com o amigo, mas acrescentou Danilo Mesquita nos palpites. E Simone, para finalizar, também foi de Nicolas Prattes.

Em uma disputa equilibrada, a plateia escolheu o Monstro como finalista, com 56% dos votos, enquanto a Arara recebeu 44%. Cris Vianna foi desmascarada e, emocionada, falou da importância de ter uma mulher preta no palco, e ainda avisou que vai recomendar a todos os seus amigos que participem das próximas temporadas do Masked Singer.

Em sua última performance, a Unicórnio cantou I Will Always Love You, famosa na voz de Whitney Houston, mas composta por Dolly Parton. Simone chegou a chorar e justificou que ficou se lembrando do filme O Guarda-Costas (1992). E Rodrigo avisou que, independentemente de quem ganhasse, os dois eram vitoriosos.

Cheio de carisma, o Monstro apostou em Uptown Funk, de Bruno Mars, para sua apresentação final. Taís elogiou o personagem e disse que ele tem a mesma energia do cantor havaiano, e Eduardo Sterblitch falou que todos estavam tristes porque o programa chegaria ao fim e eles não veriam mais shows assim.

Prêmio NTV Melhores do ano


Últimas de The Masked Singer

Leia também

Enquete

Qual foi o melhor telejornal ou programa jornalístico do ano?

Web Stories

+
Divórcio, tragédia e treta: 5 notícias que peões de A Fazenda 13 não sabemJuan Paiva rouba a cena em Um Lugar ao Sol; conheça a história do atorGui Araujo deixa A Fazenda 13 após expor lado prepotente e preconceituoso; relembreDe série na Netflix a aposentadoria: Por onde anda o elenco de O Cravo e a Rosa?Vladimir Brichta contracena com a filha em Quanto Mais Vida, Melhor; veja outros casos

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas