Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

AGRESSÃO

Empresário chuta câmera e bate em repórter de afiliada da Globo com tripé; veja vídeo

REPRODUÇÃO/TWITTER

Montagem de fotos com repórter cinematográfico Robson Panzera, da TV Integração, sendo agredido em Minas Gerais

Vídeo mostra repórter cinematográfico Robson Panzera, da TV Integração, sendo agredido em Minas Gerais

REDAÇÃO

Publicado em 20/5/2020 - 17h11
Atualizado em 20/5/2020 - 19h24

Uma equipe da TV Integração, afiliada da Globo em Barbacena, Minas Gerais, foi agredida pelo empresário Leonardo Rivelli nesta quarta (20). O repórter cinematográfico Robson Panzera apanhou com o tripé da câmera, que também foi chutada pelo agressor. O cinegrafista fazia imagens externas da Escola Preparatória de Cadetes do Ar.

Colega de Robson, a repórter Thaís Fulin filmou o momento em que o profissional foi agredido. Panzera sofreu uma lesão no dedo, um corte na mão e foi encaminhado ao Hospital Regional de Barbacena, mas já foi liberado após atendimento. Já o empresário foi levado para a delegacia para prestar esclarecimentos.

O vídeo mostra o momento em que o repórter cinematográfico tenta se defender dos socos e recuperar o equipamento das mãos de Rivelli, de 54 anos. Na sequência, o agressor pega o tripé e bate no profissional de imprensa.

Em entrevista para o colunista Guilherme Amado, da revista Época, a repórter Thaís Fulin explicou o ocorrido. "O agressor passou de carro xingando e filmando o cinegrafista. Até estamos acostumados com os xingamentos, infelizmente", relatou a funcionária da TV Integração.

"Mas em seguida ele desceu do carro e começou a briga. Ele bateu com o tripé no dedo do cinegrafista, chutou a câmera no chão, e foi embora, antes da chegada da polícia. Depois, passou de carro novamente pelo local e o indicamos para os policiais. Ele foi detido e tentou justificar as agressões, dizendo: 'Agredi mesmo'", explicou ela.

A equipe fazia uma reportagem sobre o surto de Covid-19 entre miltares. Ao deixar o local, após as agressões, o empresário saiu gritando a palavra "lixo", que já foi empregada por bolsonaristas em ataques recentes à equipes da Globo.

"O momento atual já demonstra um descompasso político, econômico e social no Brasil que, somados a uma pandemia, não torna fácil o trabalho para nenhum profissional. No entanto, nós, profissionais da impresa, temos sofrido agressões diárias pelo simples exercício de disseminar a informação", lamentou Thaís em post no Instagram. Assista ao vídeo e veja a publicação abaixo:

Ver essa foto no Instagram

Hoje, eu e o repórter cinematográfico Robson Panzera sofremos agressão durante o nosso trabalho para aTV Integração, afiliada da Rede Globo. @robsonpanzera @tvintegracao O momento atual já demonstra um descompasso político, econômico e social no Brasil que, somados a uma pandemia, não torna fácil o trabalho para nenhum profissional. No entanto, nós, profissionais da impresa, temos sofrido agressões diárias pelo simples exercício de disseminar a informação. Até quando continuaremos sofrendo com esta ignorância que beira a censura?! Até quando nós, profissionais da imprensa, continuaremos sendo historicamente agredidos?! Sim, não são tempos fáceis para ninguém, mas só o que pedimos é respeito para que possamos exercer nossa profissão, que, apesar de não agradar a toda a população, é de extrema importância para que a informação chegue a todos. #NãoVamosNosCalar

Uma publicação compartilhada por Thaís Oliveira Fullin (@thafullin) em

Procurado pela TV Integração, o advogado Pedro Possa, que atende o empresário, disse que ele não vai se pronunciar sobre o assunto e informou que a defesa irá se manifestar somente em inquérito ou em um eventual processo.

Já o cinegrafista alegou que o agressor disse palavras ofensivas e partiu para briga. "Eu não me calo. Isso já passou dos limites e tem que acabar. Também agradeço as mensagens de carinho", falou ele à afiliada da Globo em Barbacena.

REPRODUÇÃO/INSTAGRAM/TV INTEGRAÇÃO

A repórter Thaís Fullin ao lado do cinegrafista Robson Panzera; equipamentos danificados

Em nota assinada pelo diretor de Jornalismo Paulo Eduardo Vieira, a TV Integração diz que "o repórter cinematográfico Robson Panzera foi  abordado por um homem que depreciou o trabalho da equipe. Após esta agressão verbal, ele desceu de seu veículo e começou a filmar o trabalho de nossos jornalistas proferindo agressões sobre nossa cobertura".

"Não satisfeito, ele ameaçou quebrar nosso equipamento e acabou concretizando o fato ao avançar sobre o jornalista Robson. Ele tomou do jornalista o tripé da câmera,  derrubou o profissional e o atingiu, ferindo sua mão. Depois disso, chutou e destruiu o equipamento de gravação", relatou o diretor.

Veja o posicionamento completo abaixo:

"O jornalismo do Grupo Integração foi surpreendido hoje (20) pela manhã com a notícia estarrecedora de uma agressão contra nossos colegas na cidade de Barbacena, região das Vertentes de Minas.

O fato ocorreu por volta de 11h15 da manhã, quando ao concluírem uma reportagem na Escola Preparatória de Cadetes da Aeronáutica, já do lado de fora e em via pública, o repórter cinematográfico Robson Panzera foi abordado por um homem que depreciou o trabalho da equipe."

"Após essa agressão verbal, o mesmo desceu de seu veículo e começou a filmar o trabalho de nossos jornalistas proferindo agressões sobre nossa cobertura. Não satisfeito, o mesmo ameaçou quebrar nosso equipamento e acabou concretizando o fato ao avançar sobre o jornalista Robson. Ele tomou do jornalista o tripé da câmara, derrubou o profissional e o atingiu, ferindo sua mão. Depois disso, chutou e destruiu o equipamento de gravação."

"Após o ocorrido, o agressor deixou o local em seu veiculo, mas por ter sido identificado acabou sendo preso. Infelizmente, nosso colega Robson Panzera teve uma luxação no dedo e um corte na mão. Nossa colega Thaís não ficou ferida, mas abalada emocionalmente. Ambos prestaram depoimento às autoridades de segurança."

"Sobre o ocorrido, a TV Integração reitera que pauta seu trabalho na ética, na inovação, no pioneirismo e no respeito à pluralidade. E faz isso há exatos 56 anos. Tempo no qual aprendeu a abrir espaço a toda manifestação democrática e legítima. Nos solidarizamos com nossos colegas Robson e Thaís e lamentamos o ocorrido hoje em Barbacena."

"Reiteramos nosso compromisso com a verdade, o localismo, o respeito às liberdades e a divergência. Valores que não abandonaremos a despeito do ocorrido."

Entidade de imprensa repudia a agressão

Em nota, a Abert (Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão) repudiou o ataque pediu às autoridades locais uma apuração do caso e punição. Leia abaixo:

"A Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (ABERT) repudia com veemência as agressões sofridas pelo cinegrafista Robson Panzera, da TV Integração, afiliada da TV Globo em Barbacena (MG), na Região da Zona da Mata mineira."

"Nesta quarta-feira (20), enquanto fazia uma reportagem sobre o número de pessoas infectadas pela Covid-19, Panzera foi violentamente agredido por um homem, com socos, pontapés e com o tripé da câmera usado pela equipe. Panzera teve o dedo da mão fraturado pelo agressor, além de ter o equipamento totalmente destruído."

"Nada justifica tamanha violência contra um cidadão, em especial, quando se trata de um profissional da imprensa, em pleno exercício da atividade jornalística. A ABERT reafirma a defesa intransigente da liberdade de expressão e do direito do brasileiro à livre informação e pede às autoridades locais uma rigorosa apuração do caso e punição do agressor."

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você achou do Disney+?