Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

FORA DO BRASILEIRÃO

CBF veta SBT para defender direito da Globo após invasão no jogo do Atlético-MG

REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

Keno, do Atlético Mineiro, aponta para o escudo do clube e chora após virar o jogo contra o Bahia em partida que deu o bicampeonato brasileiro ao time

Keno, do Atlético-MG: SBT é vetado de jogos do Campeonato Brasileiro após invasão em jogo do título

GABRIEL VAQUER, colunista

vaquer@noticiasdatv.com

Publicado em 6/12/2021 - 14h32

A CBF (Confederação Brasileira de Futebol) vetou a presença do SBT em qualquer partida do Campeonato Brasileiro até o encerramento da edição deste ano, que termina na próxima quinta (9). A punição é uma forma de retaliar um ato da TV Alterosa, afiliada da emissora em Minas Gerais, durante o jogo entre Bahia 2 x 3 Atlético-MG, na semana passada.

A proibição surpreendeu profissionais. Após o fim da partida, a equipe de reportagem da Alterosa invadiu o gramado da Arena Fonte Nova, em Salvador (BA), para entrevistar os jogadores do Galo. Pelo atual protocolo de credenciamento e cobertura do Brasileirão, apenas profissionais da dona dos direitos de transmissão da partida podem entrar em campo em ocasiões especiais.

Ou seja, só Globo e TNT Sports, em algumas partidas, podem entrevistar jogadores ainda no local da peleja, a depender de negociação com assessorias de imprensa dos times envolvidos. Entrar em campo sem autorização é terminantemente proibido. 

O veto já foi sentido no último fim de semana. A equipe do SBT não pôde entrar na Neo Química Arena (SP) para cobrir Corinthians 1 x 1 Grêmio no domingo (5) e não teve credenciamento aprovado para Flamengo x Santos, que acontece nesta segunda (6) no Maracanã (RJ). 

Segundo apurou o Notícias da TV, a Globo não fez nenhuma reclamação formal contra a emissora de Silvio Santos. A decisão foi apenas da própria entidade máxima do futebol brasileiro para proteger seus parceiros e quem paga aos clubes para exibir o Brasileirão.

O SBT alega que aconteceu um mal entendido. A infração ocorreu com uma afiliada, e sua equipe de rede não poderia ser prejudicada pela decisão. Nos bastidores, já existe um movimento para tentar reverter a decisão em tempo para cobrir a última rodada da liga nacional.

Procurado oficialmente pela coluna, o SBT disse que "não recebeu nenhuma notificação" da CBF até o momento. "O mal entendido ocorreu com a afiliada, a TV Alterosa", completou a emissora paulista, que transmite a Libertadores e a Champions League.

É a segunda vez que uma entidade proíbe uma rede brasileira de entrar em uma competição. A Conmebol não aceitou a entrada de profissionais da Globo na final da Libertadores e da Copa Sul-Americana no fim de novembro. Foi uma punição por uma entrevista coletiva exibida ao vivo sem autorização.


Leia também

Enquete

Qual o personagem mais chato de Pantanal?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.