SEM CRÉDITOS

Caso Neymar: RedeTV! 'rouba' entrevistas exclusivas de Najila para Record e SBT

REPRODUÇÃO/REDETV!

Entrevista de Najila Trindade para a Record usada pelo Superpop como se fosse 'imagem de internet' - REPRODUÇÃO/REDETV!

Entrevista de Najila Trindade para a Record usada pelo Superpop como se fosse 'imagem de internet'

VINÍCIUS ANDRADE - Publicado em 12/06/2019, às 05h35

A acusação de estupro de Najila Trindade contra Neymar Jr. foi assunto da edição de segunda (10) do Superpop, da RedeTV!. O problema é que o programa apresentado por Luciana Gimenez utilizou entrevistas exclusivas da modelo para a Record e para o SBT sem pedir autorização nem dar os devidos créditos. A emissora borrou os logotipos das concorrentes e exibiu na tela a frase "imagem de internet", como se os materiais não tivessem dono.

Procuradas pelo Notícias da TV, Record e SBT confirmaram que a produção do Superpop sequer procurou as emissoras para que liberassem os respectivos conteúdos. Já a RedeTV! informou que não vai se pronunciar sobre o caso.

O Superpop usou o trabalho das concorrentes em um quadro com Paulo Camargo, especialista em linguagem corporal incumbido de analisar se Najila estava falando a verdade ou mentindo em seus depoimentos na televisão. Além dele, o apresentador Jorge Lordello, a promotora Eliana Passarelli e a psicóloga Suzy Camacho foram convidados do programa exibido ao vivo.

A RedeTV! utilizou dois trechos da entrevista ao SBT. O primeiro durou 30 segundos e mostrou a modelo respondendo à pergunta de Roberto Cabrini sobre quem ela é; no segundo, de dois minutos, Najila fala sobre o encontro com Neymar. Nas duas partes, o logo da emissora de Silvio Santos foi borrado. Luciana Gimenez não citou que o material era da concorrente.

A entrevista ao SBT foi a primeira de Najila após ter tornado pública a acusação contra o jogador do Paris Saint-Germain. A conversa com Cabrini foi exibida pela primeira vez em 5 de junho, no SBT Brasil. A versão completa de uma hora foi ao ar na madrugada de segunda (10) para terça (11), no Conexão Repórter.

O SBT informou ao Notícias da TV que entraria em contato com a RedeTV! para buscar mais informações sobre a utilização não autorizada das imagens.

O programa de Luciana Gimenez também usou quase dois minutos da entrevista de Najila concedida ao jornalista Raul Dias Filho e exibida na edição mais recente do Domingo Espetacular. A maneira em que o vídeo foi utilizado foi exatamente a mesma, e a Record não foi creditada na tela ou verbalmente.

Mas, ao contrário do que aconteceu na entrevista ao SBT, em que Roberto Cabrini foi cortado do vídeo nos trechos exibidos no Superpop, o jornalista Raul Dias Filho surgiu na tela em alguns momentos, como se fosse um funcionário contratado pela RedeTV! --ou pela "internet", conforme estava escrito no crédito. A Record não informou se vai tomar providências.

A troca de conteúdos exclusivos entre emissoras pode acontecer, desde que haja liberação por parte da empresa proprietária do material.

O próprio SBT liberou a entrevista de Cabrini com Najila para as concorrentes, como a Globo, que não entrevistou a modelo. A diferença é que a líder de audiência, quando usou a conversa em seus telejornais e no canal GloboNews, deu os devidos créditos ao dono do conteúdo, que estava ciente de que o material seria usado.

Assista abaixo ao programa Superpop exibido na segunda-feira (10), em que são usadas as entrevistas concedidas com exclusividade para Record e SBT:

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Você gostou de Órfãos da Terra?

Últimas notícias

Notícias da TV
Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook