Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

JORNAL DA MANHÃ

Amanda Klein vira alvo de críticas por usar roupa vermelha na Jovem Pan: 'Lulista'

REPRODUÇÃO/JOVEM PAN

Montagem de fotos com os comentaristas políticos José Carlos Bernardi (à esq.) e Amanda Klein no Jornal da Manhã desta quinta (28), na Jovem Pan

José Carlos Bernardi (à esq.) e Amanda Klein no Jornal da Manhã desta quinta (28): discussão ao vivo

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 28/10/2021 - 10h58

Comentarista política da Jovem Pan, Amanda Klein virou alvo de críticas por usar uma roupa vermelha no Jornal da Manhã nesta quinta-feira (28). A jornalista trocou farpas com o colega de emissora José Carlos Bernardi, que a chamou de "lulista" durante uma discussão sobre declarações feitas por Roberto Jefferson (PTB), político preso no Rio de Janeiro.

O telejornal da agora emissora de TV repercutiu a carta escrita por Jefferson, que acusou o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e o filho Flávio Bolsonaro (Patriota) de estarem "viciados em dinheiro público". Senador pelo Rio de Janeiro, Flávio é investigado por suposto envolvimento no caso das rachadinhas, que seriam desvio de salários de funcionários do gabinete.

Após a entrada de um repórter que falou sobre o caso, a apresentadora Adriana Reid chamou Bernardi para comentar. "Jefferson é um homem controverso, né? Tem aí passagens pela política e pela polícia. Ele tem um histórico de defender governos, no entanto ele racha com o PT [Partido dos Trabalhadores] em 2005, 2006 porque ele não recebeu o 'quinhãozinho' que ele queria lá no Mensalão", começou o analista. 

"Quem é mesmo o viciado por verba pública? Ora, o PTB [Partido dos Trabalhadores do Brasil], o qual Roberto Jefferson é presidente, recebe mais de um milhão e meio de reais por mês por ter ali nove deputados federais na Câmara dos Deputados. E, convenhamos, o PTB agora está sob a direção de Graciela Nienov até cirurgia bariátrica andou fazendo com dinheiro do partido", acusou o funcionário da Jovem Pan.

"É isso que temos para comentar. Roberto Jefferson é um leão que rugia, agora virou um gatinho miando na cadeia", encerrou Bernardi.

Discussão ao vivo

Em seguida, Amanda recebeu a palavra e começou alfinetando o colega: "Interessante como os bolsonaristas não tardam em jogar no mar os seus aliados que eram até [aliados], não sei, até ontem, horas atrás", em referência à parceria de Bolsonaro com Jefferson.

"Mas o que tá por trás dessa disputa são partidos do centrão, disputando a noiva mais cobiçada, que nesse caso é o presidente Jair Bolsonaro. Então, agora, ele [Bolsonaro] dá declarações e demonstrações de que pode ir para o PP [Progressistas] ou PL [Partido Liberal], que são seus principais aliados, seu arcabouço ali do centrão, e pode se filiar a um desses dois partidos para concorrer à eleição do ano que vem", explicou Amanda.

"O PTB que foi um dos primeiros a oferecer agenda [a Bolsonaro] foi preterido. Então, é como se ele [o partido] tivesse ficado machucado, doído e agora o Roberto Jefferson deve tá se sentindo um pouco abandonado na prisão e fez essa declaração forte, quase uma ruptura com o presidente", continuou a jornalista.

"Mas nessa mesma data ele [Jefferson] indica que 'eventualmente poderemos apoiar o Bolsonaro num segundo turno'. Então bate em uma mão e afaga com a outra, mas o que tá por trás disso tudo é uma disputa de partidos do centrão pela filiação do presidente Bolsonaro", analisou a também funcionária da RedeTV!.

"Resta saber se haverá rusgas ou arestas a aparar caso ele vá pro PP ou PL, se isso não ia criar uma insatisfação ou inimizade entre essas duas legendas que têm atuado juntos no Congresso na eleição do Arthur Lira na Câmara", concluiu a rival de bolsonaristas na TV.

Na sequência, José Carlos Bernardi rebateu a provocação do começo da fala de Amanda Klein. "Você me chama de bolsonarista, então eu tenho a liberdade de te chamar de lulista", declarou o analista. "Ah, é, eu tô defendendo o Lula aqui?", perguntou a comentarista. 

"Não, você sempre defende a esquerda, você me chamou de bolsonarista, você me deu a liberdade de lhe chamar de lulista", insistiu o grisalho. "Mas nós nem tocamos no nome dele", respondeu a antiga repórter. "Inclusive você tá vestida a rigor. Deve ter pego nesse modelito aí com a Dilma, esse modelito vermelho que você tá usando hoje", alfinetou o youtuber. 

"É só uma cor, Bernardi. É só uma cor, viu? Menos. Bonita, né? Fica boa no vídeo", debochou Amanda. "É uma cor que tá na bandeirinha da China. Você combinou perfeitamente", rebateu o contratado da Jovem Pan, esquecendo que o logo da emissora também é vermelho. "Brigada!", encerrou a jornalista. 

Confira a discussão, que foi ao ar a partir das 9h05 no Jornal da Manhã desta quinta-feira (28):


Leia também

Enquete

Você gostou do primeiro mês de Um Lugar ao Sol?

Web Stories

+
Teste de fidelidade? A Fazenda 13 coloca relacionamento de peões em xequeTraída, enganada e desprezada: 7 vezes em que Bárbara quebrou a cara em Um Lugar ao SolMansão nova, presença VIP e publis: Saiba tudo sobre a carreira de Deolane BezerraÚltima temporada de La Casa de Papel: Após o fim, série já tem spin-off confirmadoFicção virou realidade: Casa de Esqueceram de Mim é aberta ao público; veja fotos

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas