Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

APÓS 19 ANOS

Acusada de abuso psicológico, Ellen DeGeneres anuncia fim de talk show

Reprodução/Warner Bros.

Ellen DeGeneres durante edição do The Ellen DeGeneres Show

Ellen DeGeneres em edição de seu talk show; apresentadora anunciou fim do programa para a próxima temporada

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 12/5/2021 - 14h04

Ellen DeGeneres anunciou nesta quarta-feira (12) o fim de seu talk show. Após sofrer acusações de abuso psicológico nos bastidores do programa no ano passado, a apresentadora e ícone dos Estados Unidos decidiu encerrar a jornada na TV depois de 19 temporadas.

Por contrato, Ellen seguirá no comando do The Ellen DeGeneres Show até a temporada 2021/2022, quando se encerra o acordo. Com as acusações por parte de sua equipe, o clima para a apresentadora nunca mais foi o mesmo --assim como a audiência do programa.

"Quando você é uma pessoa criativa, você constantemente precisa ser desafiada. E por mais que esse programa seja bom e engraçado, não era mais desafiador", justificou Ellen para a revista Hollywood Reporter em sua primeira declaração pública sobre o fim do talk show.

Acabar com o The Ellen DeGeneres Show era algo discutido pela apresentadora desde 2018. Na época, Ellen escreveu um artigo para o jornal The New York Times confessando que sua mulher, a atriz Portia De Rossi, a encorajava a seguir outros caminhos. Seu irmão, ao lado dos executivos da Warner Bros, a convenceram do contrário. No final, ela acabou por renovar o contrato e ultrapassou a marca de 3000 programas.

Depois de anos sendo líder de audiência mesmo com um talk show diário, The Ellen DeGeneres Show começou a perdeu seu público após as acusações sofridas pela artista. Durante a pandemia, o programa teve queda de assustadores 40% de sua média.

Após uma série de reportagens e uma investigação interna da Warner Bros. acusarem o talk show de ser um local de trabalho tóxico, Ellen e sua equipe fizeram uma série de mudanças nos bastidores no ano passado, incluindo a destituição de produtores executivos de longa data. A apresentadora veio a público pedir desculpas a todos que se sentiram afetados e ofendidos.

"Embora todas as coisas boas cheguem ao fim, você ainda tem esperança de que coisas realmente grandes nunca cheguem", disse Mike Darnell, presidente de programas não-roteirizados da Warner Bros., em comunicado à imprensa.

Darnell descreveu o talk show como "um fenômeno absoluto", tendo se estabelecido ao longo de quase duas décadas no ar como o destino de celebridades e incríveis histórias de interesse humano e sincero.

"O programa e Ellen trouxeram comédia, alegria, felicidade, conforto e dança a todos. Para incontáveis ​​milhões, todos os dias, durante 18 anos. Foi e é uma peça inesquecível do panorama da televisão, e fará muita falta", concluiu.


Leia também

Web Stories

+
Anitta, Juliette e Paolla Oliveira: Famosos que se posicionaram politicamente na webDe violência doméstica a desemprego: Como está o elenco de Roque SanteiroDe Fernanda Montenegro a Sônia Braga: Cinco atrizes que entraram para a históriaDe série com Liniker a nova temporada de Elite: Confira os lançamentos da semanaBastidores de O Diabo Veste Prada tiveram atriz deprimida e look vetado, saiba mais

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Você gostou de ver Tiago Leifert no comando da Super Dança dos Famosos?