Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

AS SEGUIDORAS

Porta dos Fundos amplia trupe com Blogueirinha e ex-chiquitita em nova série

Laura Campanella/Paramount+

Maria Bopp está no banheiro, com um vestido esverdeado, celular na mão e o rosto ensanguentado em cena de As Seguidoras

A atriz Maria Bopp em cena de As Seguidoras, série do Porta dos Fundos para o Paramount+

LUCIANO GUARALDO

luciano@noticiasdatv.com

Publicado em 17/9/2021 - 6h35

Em sua primeira série de comédia para o streaming Paramount+, o Porta dos Fundos resolveu inovar. Em vez de nomes usuais do coletivo de humor, como Thati Lopes ou Rafael Infante, o elenco será liderado por Maria Bopp (que já foi Bruna Surfistinha e faz sucesso como a Blogueirinha do Fim do Mundo), a ex-chiquitita Raissa Chaddad e a atriz e cantora Gabz (de Malhação).

"Eu acho bom trazer pessoas novas, ampliar nossos horizontes e diversificar a nossa grade de atores e possibilidades", justifica João Vicente de Castro em entrevista ao Notícias da TV. "Nós temos uma produtora que vem crescendo bastante, e nosso elenco não tem capacidade de fazer tudo! E nós não precisamos ficar presos no elenco do Porta para tudo que o Porta fizer." 

"É óbvio que temos amor, carinho e admiração por todos e vamos usá-los [sempre que pudermos]. Mas não necessariamente somos obrigados a fazer sempre com as mesmas pessoas. Eu, por exemplo, não preciso fazer todas as séries que escrevo, e o Fábio [Porchat] também não", entrega Castro, que está como produtor da série --e tenta conciliar sua agenda para fazer uma ponta.

Na atração, ainda sem previsão de estreia, Liv (Maria Bopp) é uma influencer tão obcecada pelo seu número de seguidores que se transforma em uma serial killer. Antonia (Gabz) é uma podcaster especializada em crimes reais que começa a seguir a assassina de perto. O trio principal é completo por Ananda (Raissa Chaddad), influenciadora que tem muito mais fãs do que Liv, mas que força uma relação de amizade com ela para fazer bonito nas redes.

As Seguidoras nasceu em plena pandemia, durante uma conversa de João Vicente com Manuela Cantuária, roteirista dos vídeos do Porta dos Fundos. "Ela é uma gênia que tem várias ideias. No ano passado, chamei uma reunião para discutir projetos e me apaixonei por dois. Um deles era As Seguidoras, o outro a gente está tentando botar de pé", lembra o executivo.

Em cerca de um ano, a série foi escrita, revisada, vendida para o Paramount+ e teve suas gravações iniciadas --algo muito rápido para o audiovisual brasileiro, ainda mais em um momento de crise sanitária e de poucos incentivos à produção. "A gente tem um governo que rejeita a cultura, né?", alfineta Castro, crítico voraz de Jair Bolsonaro nas redes sociais.

João Vicente, no entanto, é otimista de que a produção de séries e filmes vai ser retomada com tudo em breve. "Hoje em dia o mercado já está se aquecendo novamente, as pessoas criaram muito durante a pandemia e, agora, acho que a gente está prestes a encarar grandes produções, projetos muito legais, ideias muito boas. Algumas delas já estão aí. Vai ser um mundo muito rico daqui para a frente, culturalmente", aposta.

Relação com as redes sociais

Produtor de uma série liderada por uma influenciadora assassina e alvo de haters por causa de seus posicionamentos políticos, João Vicente de Castro admite que ainda busca um jeito saudável de usar as redes sociais sem enlouquecer. "É possível [fazer isso], mas não sei se é o meu caso (risos). Eu conheço gente que é assim, que tem um distanciamento, que não fica olhando o celular o tempo todo para ver se alguém mandou mensagem."

Eu trabalho muito, então fico sempre [de olho no aparelho]. Aí começo a mexer nas redes sociais, de cima para baixo, de baixo para cima... A gente tenta usar a desculpinha de que está resolvendo alguma coisa ou que não pode se desconectar porque tem que ver o mundo, o que está acontecendo lá fora. Mas é só desculpinha mesmo! 

"Eu acho que a relação saudável com o celular é um objetivo que eu planejo atingir um dia. Uma das coisas que eu mais admiro no ser humano é quem não tem essa ligação cármica com o celular, de ficar perto dele até quando vai carregar. Eu tenho muito!", reconhece.

Além de Maria, Raissa e Gabz, o elenco de As Seguidoras também conta com Victor Lamoglia (Edinho), Domenica Dias (Adrielly), Nataly Neri (Camilla), Tati Tiburcio (Rocha), Tatsu Carvalho (Elano), Giselle Batista (Marisol), Maria Gal (Deise), Gabriel Godoy (Esteves) e Stella Miranda (Kassia).


Leia também

Enquete

Você gostou da escolha de Tadeu Schmidt para o BBB22?

Web Stories

+
Além de José de Abreu: Sete atores brasileiros que se aventuraram na políticaApós derrota em eleição, Victor Pecoraro perde mais uma votação e deixa A Fazenda 13Deixaram saudade: Conheça cinco atores de O Clone que já morreramEsqueceram de Mim ganha novo filme no Disney+; veja como está o elenco originalTadeu Schmidt no BBB22: Conheça a carreira do apresentador na Globo

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas