Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

RECAP S17E14

Grey's Anatomy sai do hospital para decidir futuro de Jackson Avery na série

Fotos: Divulgação/ABC

Jesse Williams olha de maneira séria para dentro de uma casa; ele está do lado de fora, e a porta de vidro está em primeiro plano

Jackson (Jesse Williams) confrontou seu passado em episódio especial de Grey's Anatomy

LUCIANO GUARALDO

luciano@noticiasdatv.com

Publicado em 22/6/2021 - 21h55

Em uma temporada já atípica, na qual os personagens principais trocaram suas cirurgias tradicionais por pacientes da Covid-19, Grey's Anatomy inovou ainda mais no episódio desta semana. Para definir o futuro de Jackson Avery (Jesse Williams), o drama médico fez um capítulo totalmente fora do hospital Grey Sloan e focou nas interações do cirurgião plástico com pessoas do seu passado.

O personagem de Jesse Williams tem mostrado descontentamento com sua situação desde o início do 17º ano da série. Incapaz de salvar todos os pacientes atingidos pela pandemia, ele passou a questionar o real valor de sua fortuna e os motivos pelos quais a fundação beneficente de sua mãe, Catherine (Debbie Allen), não faz mais para ajudar quem necessita.

Há duas semanas, enquanto os médicos lidavam com as manifestações do Black Lives Matter, Jackson apenas assistiu a tudo de camarote, inconformado porque, do alto do seu berço de ouro, nunca precisou ir às ruas lutar pelos direitos dos negros. Em crise, ele pegou seu carro, programou seu GPS e partiu rumo a um destino não revelado, a 11 horas de Seattle.

Com o título Look Up Child (Olhe Para Cima, Criança), o episódio exibido nesta terça (22) no Sony Channel revelou para onde Jackson tinha ido: para a casa de seu pai, Robert (Eric Roberts). Os dois nunca tiveram uma relação saudável, mas o médico precisava saber o motivo pelo qual havia sido abandonado por Robert ainda na infância, além de tentar entender mais o tipo de auxílio que o ex-cirurgião agora presta às comunidades carentes.

Cenas de Jackson e Robert foram alternadas com as do reencontro do cirurgião com April (Sarah Drew, demitida da série em 2018). Os dois, que tiveram um affair no passado e dividem a guarda de uma menina, engataram uma conversa séria quando Jackson contou que pretendia largar Seattle e se mudar para Boston para assumir a fundação da família. Para não se distanciar da filha, ele pediu que a ex se mudasse com ele.

Jackson foi atrás de April (Sarah Drew)

Sem pacientes, sem cirurgias e até sem coronavírus, Grey's Anatomy fez um episódio que sequer parecia Grey's Anatomy. Para avançar rapidamente o arco de Jackson, os outros personagens desapareceram --dos 15 atores do elenco fixo, apenas Jesse e James Pickens Jr. (Richard) apareceram, o segundo em uma ponta rápida ao lado de Debbie Allen no final do capítulo.

Com foco nas conversas de Jackson com o pai e com April, a história ficou mais parecida com uma peça de teatro do que com um drama médico. Cada diálogo teve força e foi importante para as decisões tomadas, e não há sangue ou pacientes com doenças bizarras para esconder qualquer falha no roteiro. Jesse Williams, que não era um grande ator quando se juntou à série em 2009, prova sua evolução e carrega o drama nas costas, em um episódio que certamente será usado por ele para concorrer a prêmios.

No fim, April revela que ela e o marido estão separados e, depois de muito discutir com Jackson sobre o quão séria é a decisão dele de ir para Boston, aceita se mudar para o outro lado do país com o ex --para a alegria dos fãs do casal que torciam por uma recaída dos dois e que tiveram o sonho interrompido pela saída precoce da médica.

O Sony Channel exibe episódios inéditos de Grey's Anatomy toda terça-feira, às 21h --faltam três capítulos para o encerramento da temporada, prevista para chegar ao fim no Brasil em 13 de julho. A série foi renovada para o 18º ano após Ellen Pompeo fechar um novo contrato com a rede ABC.


Leia também

Web Stories

+
Ana ou Manuela? Saiba quem fica com Rodrigo no final de A Vida da GenteComo Rayssa Leal e Douglas Souza: Cinco atletas das Olimpíadas que você deve seguirTraição de Pyong Lee e treta de Nadja Pessoa: Ilha Record promete estreia acaloradaFim de casamento e cirurgia perigosa: Como estão os vencedores do Power Couple BrasilLustre de cristal e piso de mármore: Conheça o Carioca Palace, hotel de Pega Pega

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Qual a melhor cobertura dos Jogos Olímpicos de Tóquio?