Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

TRAGÉDIA AMBIENTAL

Velho do Rio morre em Pantanal? Guardião vira sucuri e é socorrido às pressas

FOTOS: REPRODUÇÃO/TV GLOBO

Velho do Rio (Osmar Prado) está deitado no chão com expressão de dor em cena da novela Pantanal

Velho do Rio (Osmar Prado) será vítima de queimada no Pantanal e agonizará como sucuri

DÉBORA LIMA

debora@noticiasdatv.com

Publicado em 27/6/2022 - 17h30
Atualizado em 28/6/2022 - 19h20

Revoltado com as queimadas na região do Pantanal, o Velho do Rio (Osmar Prado) tentará punir os responsáveis pelo crime ambiental na novela das nove da Globo. No entanto, o guardião do bioma acabará atacado e precisará virar sucuri para fugir dos bandidos. A entidade agonizará por conta dos graves ferimentos, será socorrido pelo Corpo de Bombeiros e implorará ajuda a Juma (Alanis Guillen).

No capítulo desta terça-feira (28) no folhetim adaptado por Bruno Luperi, o ancião entrará no meio de um incêndio criminoso para caçar o fazendeiro e os capangas que atearam fogo à mata para transformar o local em pasto para o gado. 

O homem-cobra respirará muita fumaça enquanto estiver circulando em meio às chamas. Já debilitado, ele encontrará os responsáveis pelo crime e os ameaçará: "Ocês vão pagá pelo que fizeram!".

Os incendiários se assustarão ao verem a figura mística se transformar em sucuri bem diante de seus olhos. O animal dará o bote e arrastará um dos capangas pela perna para o meio do fogo.

Mas o outro bandido conseguirá libertar o comparsa, e os dois fugirão em pânico. Ainda em forma de cobra, o Velho do Rio agonizará entre as chamas até ser resgatado pelos bombeiros que estarão combatendo o incêndio.

Nas cenas previstas para irem ao ar desta quinta-feira (30), o protetor fugirá do Centro de Reabilitação de Animais. Ainda sofrendo com os ferimentos causados pela queimada, o personagem de Osmar Prado irá até a tapera de Juma e pedirá socorro.

A pantaneira tratará do ancião com a mesma dedicação que o amigo místico cuidou de Maria Marruá (Juliana Paes) e Jove (Jesuita Barbosa) quando eles foram picados por cobras no passado. Recuperado, o Velho do Rio dirá que Juma o trouxe de volta à vida.

Cobra em cena da novela Pantanal

Velho do Rio em forma de sucuri na novela

Final do Velho do Rio

Se Bruno Luperi seguir à risca a primeira versão da novela, exibida em 1990 pela extinta Manchete (1983-1999), o Velho do Rio cumprirá sua missão e irá para o Além no último capítulo --depois de finalmente se encontrar com José Leôncio (Marcos Palmeira).

Nos roteiros originais de Benedito Ruy Barbosa, o peão foi vivido por Cláudio Marzo (1940-2015) e sofreu um infarto. Na hora da morte, o boiadeiro teve o aguardado encontro com o Velho do Rio (também interpretado por Cláudio Marzo).

A alma do pecuarista foi recebida no Além pelo Velho do Rio, que acabou revelando o que havia acontecido com o velho Joventino. Após se embrenhar na mata, o patriarca dos Leôncio foi picado por uma cobra e morreu. Mas o corpo do interiorano desapareceu quando ele encantou no ancião que protegia o Pantanal.

Depois de décadas como vigilante do bioma e dos moradores da região, o homem-sucuri passou o bastão para José Leôncio, que assumiu o cargo de novo Velho do Rio.


Saiba tudo que vai acontecer nos próximos capítulos das novelas com o podcast Noveleiros

Ouça "#107 - Madeleine volta em Pantanal? Novela dá pista" no Spreaker.


Inscreva-se no canal do Notícias da TV no YouTube e assista a vídeos com revelações de Pantanal e outras novelas:


Últimas de Novela Pantanal


Resumos Semanais

Novela Pantanal: Resumo dos capítulos da novela da Globo - 17 a 27/8

Quarta, 17/8 (Capítulo 123)
Roberto desconfia de Zuleica. Irma estranha a frieza na recepção de Trindade. Zuleica deixa claro a Tenório sua opinião sobre os direitos de Maria Bruaca. Alcides avisa Maria Bruaca que pensa em tirar a vida de ... Continue lendo

Leia também

Enquete

Qual o personagem mais chato de Pantanal?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.