Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
X
Instagram
Youtube
TikTok

DISPUTA ACIRRADA

Tom ou Maya: Saiba quem ganha briga pelo comando da empresa em Família É Tudo

REPRODUÇÃO/GLOBO

Montagem com fotos dos atores Renato Góes e Sabrina Petraglia, ambos sérios, em cenas de Família É Tudo

Tom (Renato Góes) e Maya (Sabrina Petraglia) em cena de Família É Tudo; saiba quem ganhará disputa

FERNANDA LOPES

fernanda@noticiasdatv.com

Publicado em 25/6/2024 - 19h00

Maya (Sabrina Petraglia) deixará claro para Tom (Renato Góes) que não estava brincando quando afirmou que o tiraria do comando da produtora. Em Família É Tudo, a executiva convocará uma reunião surpresa com os acionistas, para que eles decidam qual dos dois deve liderar o negócio. Os sócios debaterão e tomarão uma medida controversa.

A decisão de colocar os dois à frente da empresa será anunciada no capítulo desta quarta (26) da novela das sete da Globo. Antes disso, eles discutirão. "Tom, não é nada pessoal. A minha questão é meramente profissional! não tá fazendo um bom trabalho na produtora, só isso", argumentará a mulher em cenas do capítulo de terça (25).

"Como não estou? É só perguntar pros nossos clientes", vai se defender o namorado de Vênus (Nathalia Dill). "Eu vi a cara deles ontem. Todos estarrecidos naquele evento em que a sua ex-mulher manchou a imagem da produtora", dirá Maya, em relação ao escândalo de Paulina (Lucy Ramos) na festa de lançamento do documentário da fundação de Vênus.

"Aquilo não foi culpa minha. Infelizmente a minha ex-esposa...", Tom começará a dizer, e Maya o interromperá. "Se é sua ex-esposa, então é culpa sua, sim. Se você não consegue nem controlar a sua vida pessoal, a ponto de ela prejudicar a nossa produtora, então você não está apto para comandar a Chroma", dirá ela.

"E você também não devia imaginar que seu pai ia perder milhões da produtora. Entenda, Tom. Ser um bom gestor é prever e se proteger de problemas. Está mais do que claro que a sua família tem prejudicado os nossos negócios, e você não faz nada pra evitar isso. Tá na hora da produtora ficar nas mãos de alguém competente. Eu!", complementará Maya.

Em seguida, os sócios os chamarão para a assembleia. Os dois apresentarão seus pontos e defenderão por que devem ficar à frente da empresa. Os acionistas então deliberarão, a sós, e os convocarão para revelar a decisão.

Nem Tom nem Maya gostarão do que ouvirão. "Isso é inaceitável! Dividir o comando da produtora com a Maya?!", reclamará o skatista. "Chega a ser uma falta de respeito comigo!", rebaterá Maya.

"Eu ter que trabalhar ao lado dessa mulher que não tem o menor respeito por
mim!", dirá Tom, indignado. "E eu não vou dividir a sala com um incompetente que mancha a imagem da produtora com os problemas pessoais dele", apontará a irmã de Jéssica.

O personagem de Renato Góes a acusará de não ser humana, e a executiva responderá que não cairá neste papo sentimental. Um dos sócios, no entanto, encerrará a discussão: "Nossa decisão está tomada. Daqui a algumas semanas nós voltamos, avaliamos os resultados e decidiremos qual dos dois ficará sozinho no comando da produtora", avisará.

Leia também -> Resumo dos próximos capítulos da novela Família É Tudo.

Família É Tudo é escrita por Daniel Ortiz e dirigida por Fred Mayrink. O folhetim deve ser substituído por Volta por Cima, de Claudia Souto --a mesma autora de Pega Pega (2017) e Cara e Coragem (2022).  


Inscreva-se no canal do Notícias da TV no YouTube e assista a vídeos com revelações do que vai acontecer em Família É Tudo e outras novelas.


Resumos Semanais

Resumo de Família É Tudo: Capítulos da semana da novela da Globo - 13 a 27/7

Sábado, 13/7 (Capítulo 113)
Lupita se surpreende com as revelações de Guto. Júpiter decide se juntar às buscas por Guto e Lupita. Tom abandona a produtora, e Maya fica intrigada. Plutão não consegue se explicar para Nicole. Chicão é expulso ... Continue lendo

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.