Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

VEJA LISTA

Sedento por Pantanal? 7 novelas rurais para assistir no Globoplay

REPRODUÇÃO/TV GLOBO

Gabriela (Juliana Paes) está agachada em uma pequena fonte, pegando água em um barril. Ela olha em direção para a tela, com um semblante sério, em cena da segunda versão da novela Gabriela

Gabriela (Juliana Paes) com um semblante sério, em cena da segunda versão da novela Gabriela

MATHEUS AZEVEDO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 16/5/2022 - 6h25

O remake de Pantanal prova o quanto o brasileiro gosta de uma boa novela rural. Transmitida há menos de dois meses, a trama já superou os 30 pontos de audiência em diferentes capítulos, marca que nunca foi alcançada por sua antecessora, Um Lugar ao Sol (2021). A produção também é o conteúdo mais consumido do Globoplay desde o fim do BBB 22.

Para quem gosta de obras rurais, o serviço de streaming oferece uma lista extensa de novelas disponíveis para assinantes. De Gabriela (2012) a Êta Mundo Bom (2016), as produções contam histórias de casais apaixonados, brigas entre famílias rivais e até santo de mentira.

O Notícias da TV fez uma lista com 7 folhetins indicados para quem se tornou fã de Pantanal:

1- Cordel Encantado (2011) 

A obra foi inspirada na literatura de cordel e explora lendas históricas do sertão nordestino e o encanto provocado pela cultura da realeza europeia. Jesuíno (Cauã Reymond) e Açucena (Bianca Bin) formam o casal protagonista da trama. A jovem foi criada por lavradores no Nordeste do Brasil. 

Açucena e Jesuíno não conhecem as informações sobre as suas origens. Ela não sabe que é uma princesa, enquanto o rapaz nem imagina que é filho legítimo do cangaceiro mais conhecido da região. O romance em Cordel Encantado é desenrolado de forma leve, sem deixar o ar interiorano de lado. 

2- Terra Nostra (1999)

A trama central da novela é o amor de Giuliana (Ana Paula Arósio) e Matteo (Thiago Lacerda). O casal, que é imigrante italiano, veio para o Brasil em busca de uma vida melhor. Ambientada nos séculos 19 e 20, a história mostra a luta dos amantes para ficarem juntos.

Terra Nostra tem como cenário as fazendas de café do interior paulista. A novela aborda temas importantes, como as dificuldades da imigração, o impacto das diferentes classes sociais e a luta contra doenças comuns do período (como a peste negra).

3- O Rei do Gado (1996)

A novela conta a história do amor entre o latifundiário pecuarista Bruno Mezenga (Antonio Fagundes) e a boia-fria Luana (Patrícia Pillar). Ambos são descendentes de imigrantes italianos rivais, os Mezenga e os Berdinazi. 

Escrita por Benedito Ruy Barbosa, mesmo autor de Pantanal, O Rei Do Gado foi divida em duas fases. Na primeira, é possível acompanhar os motivos pelos quais surgiu a rivalidade entre os clãs. Já na segunda, a luta pela posse de terra foi o tema central da produção, que extrapolou a televisão e virou um debate nacional não só na mídia, mas também entre a sociedade.

DIVULGAÇÃO/TV GLOBO

Lima Duarte e Regina Duarte em Roque Santeiro

Lima Duarte e Regina Duarte em Roque Santeiro

4- Roque Santeiro (1985)

O triângulo amoroso formado por Roque Santeiro (José Wilker), Viúva Porcina (Regina Duarte) e Sinhozinho Malta (Lima Duarte) é um dos destaques da novela, que também está disponível no Globoplay.

A obra faz uma sátira à exploração política e comercial da fé popular. Ambientada em Asa Branca, Roque Santeiro vive em função de seus supostos milagres. A população acredita que o artesão de santos de barro teria morrido como mártir. Ele conquistou a fama ao defender o município do bandido Navalhada (Oswaldo Loureiro).

O santo de mentira, no entanto, reaparece em carne e osso após 17 anos. O problema é que ele ameaça o poder e a riqueza das autoridades da cidade de Asa Branca.

Novela censurada 

A versão anterior da obra, protagonizada por Betty Faria (Porcina), Lima Duarte (Sinhozinho Malta) e Francisco Cuoco (Roque Santeiro), teve sua exibição proibida pela Ditadura Militar (1964-1985), em 1975. 

Foram gravados 30 capítulos, mas a Censura Federal reparou que o conteúdo se tratava de uma adaptação do texto teatral O Berço do Herói, escrito por Dias Gomes e proibido anteriormente.

5- Renascer (1993)

A primeira fase de Renascer, que se passa em quatro capítulos, começa a contar a história de José Inocêncio (Leonardo Vieira). Ele chega às roças de cacau de Ilhéus, na Bahia, finca seu facão ao pé de uma jequitibá e faz uma promessa: não morrer. Durante toda a novela, a árvore acompanha o personagem.

Na trama, José Inocêncio não morrerá enquanto o facão estiver fincado na terra. O fazendeiro constrói um império de cacau e se apaixona pela ingênua Maria Santa (Patrícia França), que dá à luz quatro filhos. Porém, ela morre quando João Pedro nasce. A partir daí, o garoto é rejeitado pelo pai, que culpa a criança pela perda.

Já na segunda fase de Renascer, José Inocêncio passa a ser interpretado por Antonio Fagundes e vira um contador de histórias. O mistério do personagem gira em torno da aura mística ao seu redor. 

O fazendeiro ainda é dono de um estranho amuleto: um diabo dentro de uma garrafa, chamado cramunhão. De acordo com a crença popular, o corpo de quem o possui é fechado pelo diabinho, o que assegura prosperidade. A trama explora ainda a história dos filhos, inclusive o caçula João Pedro (Marcos Palmeira), que resiste apesar da indiferença do pai.

6- Êta Mundo Bom! (2016)

A novela conta a história de Candinho (Sergio Guizé). O protagonista foi criado na Fazenda Dom Pedro 2º, situada no interior de São Paulo. A mãe do garoto engravidou ainda solteira e, com receio de ser descoberta por seu pai, não revelou que esperava uma criança. 

Quando Candinho nasceu, o segredo veio à tona e, para impedir que o bebê fosse morto, uma das criadas da residência o colocou escondido em um cesto no rio.

O jovem foi encontrado por uma empregada da fazenda e, por isso, não conheceu a identidade dos pais. Nos anos 1940, ele viaja até São Paulo com o burro Policarpo com o objetivo de encontrar a mãe biológica.

7- Gabriela (2012)

Inspirada na história de Jorge Amado (1912-2001), a segunda versão da novela tem Juliana Paes como a protagonista que dá nome para a trama. A obra se passa na região cacaueira do sul da Bahia. 

Na cidade do interior, há uma divisão entre coronéis conservadores e os pensamentos liberais. Gabriela chama a atenção da sociedade por ter uma identidade muito particular.


Últimas de Novela Pantanal


Resumos Semanais

Novela Pantanal: Resumo dos capítulos da novela da Globo - 2/7 a 16/7

Sábado, 2/7 (Capítulo 84)
Juma conta a Jove que o Velho do Rio orientou que ela ficasse na tapera, mas que tivesse um filho. Tadeu zomba de Zaquieu. Marcelo pede informações a Alcides sobre Juma. Mariana recebe um bilhete de ... Continue lendo

Leia também

Enquete

Pantanal perde audiência: novela está chata?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.