Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

OFENDIDO

Em Nos Tempos do Imperador, Pedro detona Samuel após prisão: 'Confiei'

REPRODUÇÃO/TV GLOBO

Dom Pedro 2º (Selton Mello) está em pé em seu escritório, há velas acesas atrás dele em cena de Nos Tempos do Imperador

Dom Pedro 2º (Selton Mello) se sentirá traído por Samuel (Michel Gomes) na novela das seis

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 1/12/2021 - 7h59

Dom Pedro 2º (Selton Mello) se sentirá traído por Samuel (Michel Gomes) após o amigo ser preso acusado injustamente de matar coronel Ambrósio (Roberto Bomfim) em Nos Tempos do Imperador. O monarca alegará que o engenheiro deveria ter lhe contado o seu verdadeiro nome na novela das seis da Globo "Confie em você", detonará a majestade.

Nos próximos capítulos do folhetim de Alessandro Marson e Thereza Falcão, Tonico Rocha (Alexandre Nero) descobrirá que Samuel é seu meio-irmão durante a Guerra do Paraguai (1864-1870) e orquestrará a prisão do mocinho. O engenheiro verá o sol nascer quadrado no dia do casamento com Pilar (Gabriela Medvedovski)

O imperador estará entre os convidados do casório e acompanhará tudo na igreja. Magoado com a mentira do amigo, ele decidirá ir até a delegacia, um tempo depois, para um acerto de contas.

"Há alguns anos, Pilar pediu a minha ajuda e eu vim aqui libertar um homem que havia sido preso apenas por ser negro", relembrará o marido de Teresa Cristina (Leticia Sabatella). "Confiei em você desde aquele dia. Mas você não confiou em mim mesmo depois de tantos anos", acrescentará Pedro.

"Entendo sua revolta, majestade", retrucará Samuel. "Não, não entende", rebaterá o todo-poderoso, que completará: "Se entendesse teria me contado que invadiu aquela fazenda junto com os malês! Que mudou de nome para não ser preso. Eu o teria ajudado do mesmo jeito".

O engenheiro tentará se justificar: "Majestade, imagine que o senhor é um negro sem profissão, sem recursos, que perdeu sua família e até o próprio nome para ter uma liberdade que não é sua. Imagine ser perseguido só pela cor da sua pele. Agora imagine que o imperador do Brasil surge e lhe abre as portas do conhecimento. Arriscaria dizer a verdade?". 

Samuel desabafará que muitos duvidaram dele: "Vi essa dúvida nos olhos de todas as pessoas para quem contei a minha história, até do advogado. Só eu sei quem atirou no coronel, meu pai. Foi o jagunço dele". Ele perguntará se o monarca acredita nele, mas não receberá resposta. Pedro cairá no choro e abraçará o amigo.

Nos Tempos do Imperador se passa cerca de 40 anos depois dos acontecimentos de Novo Mundo (2017). Além dos spoilers, o Notícias da TV também diariamente publica os resumos da novela das seis.


Saiba tudo sobre os próximos capítulos das novelas com o podcast Noveleiros

Ouça "#83 - Prêmio Notícias da TV: Os melhores do ano nas novelas!" no Spreaker.


Inscreva-se no canal do Notícias da TV no YouTube e assista a vídeos com revelações do que vai acontecer em Nos Tempos do Imperador e outras novelas.


Últimas de Nos Tempos do Imperador


Resumos Semanais

Resumo da novela Nos Tempos do Imperador: Capítulos de 19 a 29/1

Quarta, 19/1 (Capítulo 141)
Solano obriga Pilar a cuidar dos soldados feridos do Paraguai. Samuel afirma a Bernardinho que apenas Salustiano pode provar sua inocência. O beato Salustiano é saudado durante sua caminhada. Dominique se aproxima de Teresa, e Luísa ... Continue lendo


Outras Novelas

Leia também

Enquete

Você gostou dos participantes escolhidos para o BBB22?

Web Stories

+
BBB22: Cinco vezes em que Naiara Azevedo atraiu o ranço do público na primeira semanaFaustão na Band abala concorrentes com ibope histórico e equipe provoca RecordAntes da estreia, BBB22 já rendeu treta entre famosos, tentativa de redenção e maisBBB22: Após frustrar público, Globo anuncia participantes nesta sexta-feiraSunga branca, esponjão e recorde no paredão: 10 momentos para o BBB22 tentar superar

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas