Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

HISTÓRICO

Produtora de Steven Spielberg fecha acordo para produzir filmes para a Netflix

Divulgação/20th Century Studios

Steven Spielberg no set do remake de Amor, Sublime Amor

Spielberg no set do remake de Amor, Sublime Amor; produtora do diretor fechou acordo com a Netflix

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 21/6/2021 - 14h11

A Amblin Partners, produtora do icônico diretor Steven Spielberg, fechou um acordo com a Netflix para a produção de múltiplos filmes por ano para o serviço de streaming. Mesmo sem divulgar os valores, o acordo é um dos mais importantes da história da empresa de Ted Sarandos e Scott Stuber.

O acordo acontece dois anos após uma suposta declaração negativa de Spielberg sobre os streamings vir à público. Na ocasião, o cineasta teria dito que só faria filmes para as plataformas "quando o inferno congelasse". Sua equipe nega a informação.

O negócio entre Amblin e Netflix não influencia no acordo prévio que existia entre a produtora e a Universal. As duas parcerias funcionarão simultaneamente, com Spielberg produzindo filmes para o streaming e para os cinemas. Nenhuma empresa terá vantagens sobre as futuras propriedades da Amblin.

Mesmo antes do acordo ser oficializado, Netflix e Amblin já vinham colaborando de modo informal. A gigante do streaming comprou os direitos de exibição de Os 7 de Chicago (2020), filme indicado a seis Oscars e que foi produzido pela empresa de Spielberg. Há também Maestro, longa que será dirigido e estrelado por Bradley Cooper e que está atualmente em pré-produção.

"Na Amblin, a narração de histórias estará para sempre no centro de tudo o que fazemos, e desde o minuto em que Ted e eu começamos a discutir uma parceria, ficou muito claro que tínhamos uma oportunidade incrível de contar novas histórias juntos e alcançar o público de novas maneiras", disse Spielberg em comunicado oficial enviado à imprensa.

"Esta nova possibilidade para nossos filmes, junto com as histórias que continuamos a contar com nossa parceira de longa data na Universal, será incrivelmente gratificante para mim pessoalmente. Mal posso esperar para começar a trabalhar com Ted e nossos amigos da Netflix", concluiu o diretor.

Entre os títulos que são propriedade da Amblin estão os recentes sucessos Green Book: O Guia (2018) e 1917 (2020). O primeiro levou a principal estatueta do Oscar, enquanto o segundo sagrou-se vencedor de três estatuetas no ano passado.

O próximo longa de Spielberg pela produtora, ainda sem título oficial, será levemente inspirado em sua vida e terá no elenco nomes como Michelle Williams, Paul Dano, Gabriel LaBelle, Seth Rogen e Julia Butters.


Leia também

Web Stories

+
Bárbara, Kelvin e Medina: Atletas brasileiros se envolvem em tretas nas OlimpíadasAna ou Manuela? Saiba quem fica com Rodrigo no final de A Vida da GenteComo Rayssa Leal e Douglas Souza: Cinco atletas das Olimpíadas que você deve seguirTraição de Pyong Lee e treta de Nadja Pessoa: Ilha Record promete estreia acaloradaFim de casamento e cirurgia perigosa: Como estão os vencedores do Power Couple Brasil

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Qual a melhor cobertura dos Jogos Olímpicos de Tóquio?