Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

BRIGA NO FUTEBOL

Acordo da Globo com Conmebol deixa SBT e Disney desesperados com Libertadores

REPRODUÇÃO/TV GLOBO

Pedro, do Flamengo, comemora gol contra o Palmeiras. Ele usa uma camisa branca e está de braços abertos

Flamengo e Palmeiras vão disputar final da Libertadores: acordo entre Globo e Conmebol alarma SBT e Disney

GABRIEL VAQUER, colunista

vaquer@noticiasdatv.com

Publicado em 26/10/2021 - 7h00

O acordo amigável entre Globo e Conmebol para que a emissora volte a disputar os direitos da Libertadores da América já causa preocupação no SBT e na Disney, que estão alarmados com essa retomada de bons laços. Porém, apesar de ter feito as pazes com a líder de audiência, a federação sul-americana ainda prega cautela na questão dos direitos da competição.

Para a entidade, ter chegado a um entendimento com a direção da Globo não significa que os direitos da principal competição de futebol do continente voltarão facilmente para onde estavam até 2020. Tudo vai depender da proposta financeira, de cobertura e comercial que a emissora fará na licitação marcada para começar antes do fim deste ano.

Segundo apurou o Notícias da TV, também existe a possibilidade de serem vendidos dois pacotes para TV aberta, sem exclusividade. Já é assim desde 2019, quando o Facebook, que é considerado um sinal aberto, pegou o pacote de jogos nas noites de quinta-feira.

Os detalhes de como serão vendidos os jogos só serão definidos após a final desta temporada, entre Flamengo e Palmeiras. Mas SBT e Disney já se preocupam, porque sabem que a Globo virá com muita fome para recuperar os direitos. A emissora se empenhou para estar apta com a Conmebol novamente.

No ano passado, em plena pandemia de Covid-19, houve reuniões entre o presidente da Conmebol, Alejandro Dominguéz, e o atual presidente da Globo, Jorge Nóbrega. Outros encontros ocorreram já neste ano com a presença de Paulo Marinho, mandatário da empresa a partir do ano que vem.

No mercado, quem mais teme é o SBT. Funcionários do Esporte, que estão se preparando para cobrir a final de 2021 em novembro, ficaram apreensivos com a notícia. Para eles, a emissora de Silvio Santos não tem cacife para bater de frente com o poderio da Globo. Diretores pediram calma e otimismo. 

Hoje, o futebol é a principal audiência da emissora. É apenas com transmissões ao vivo da Libertadores que o SBT consegue ser competitivo e ultrapassar os dois dígitos de audiência, além de ficar à frente da Globo em São Paulo em algumas ocasiões.

O acordo entre Globo e Conmebol

Segundo apurou a coluna, o acordo entre Globo e Conmebol foi extrajudicial, e a emissora pagará um alto valor parcelado ao longo dos próximos dois anos, como uma espécie de multa. Agora, ela também poderá entrar na disputa para retomar a Libertadores a partir de 2023, quando começa o novo ciclo de direitos. O modelo feito é parecido com que a Globo fez com a Fifa pelo mesmo motivo recentemente. 

A informação foi publicada em comunicado pela entidade máxima do futebol latino. "Conmebol e Globo chegaram a um acordo e decidiram encerrar a arbitragem em curso na Suíça por conta da rescisão do contrato de direitos da Copa Libertadores de 2019 a 2022", afirmou.

A Conmebol também celebrou o acordo: "O entendimento reforça o respeito que sempre caracterizou a parceria de longa data entre as duas instituições". A Globo foi procurada pelo Notícias da TV e ratificou a nota divulgada pela confederação, que cobrava multa de US$ 120 milhões (R$ 671 milhões pela cotação atual).

Prêmio NTV Melhores do ano


Leia também

Enquete

Qual foi o melhor telejornal ou programa jornalístico do ano?

Web Stories

+
Gui Araujo deixa A Fazenda 13 após expor lado prepotente e preconceituoso; relembreDe série na Netflix a aposentadoria: Por onde anda o elenco de O Cravo e a Rosa?Vladimir Brichta contracena com a filha em Quanto Mais Vida, Melhor; veja outros casosConfinado em A Fazenda 13, Dynho não sabe que Mirella pediu divórcio; como fica o caso?Quanto Mais Vida, Melhor enfrentou perrengues mesmo antes de estrear; conheça a trama

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas