Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

CRÍTICA

O Beco do Pesadelo: Vale a pena assistir ao filme com Bradley Cooper?

Divulgação/Searchlight Pictures

Bradley Cooper é o protagonista de O Beco do Pesadelo

Bradley Cooper é o protagonista de O Beco do Pesadelo; filme está disponível nos cinemas

ANDRÉ ZULIANI

andre@noticiasdatv.com

Publicado em 27/1/2022 - 14h44

Dirigido pelo vencedor do Oscar Guillermo Del Toro (A Forma da Água), O Beco do Pesadelo (2021) estreia nos cinemas nesta quinta-feira (27) e traz Bradley Cooper (Nasce Uma Estrela) em um dos melhores papéis de sua carreira. Adaptação do livro escrito por William Lindsay Gresham (1909-1962), o longa equilibra elementos de horror e fantasia em torno de um mistério fascinante.

Em sua carreira, Del Toro se destacou por criar lindas histórias envolvendo monstros e seres inanimados. Entre histórias de amor e terror, o diretor sempre instigou o seu público com as mais inusitadas narrativas. Em O Beco do Pesadelo, cuja trama já havia virado filme em 1947, ele exerce a sua criatividade da melhor forma.

Situada no final dos anos 1930, a trama conta a história de Stanton Carslile (Cooper), rapaz errante que deixou o seu mundo para trás após a morte do pai e passou a vagar pelos Estados Unidos. Em uma de suas viagens, Stan cruza o caminho de um circo viajante cheio de truques e bizarrices liderado por Bruno (Ron Pearlman).

Em busca de dinheiro fácil, Stanton aceita entrar para a equipe de circo como ajudante. No meio de figuras tão excêntricas quanto estranhas, ele começa a se envolver com os artistas locais e vê no casal Zeena (Toni Collette) e Pete (David Strathairn) uma oportunidade não apenas de amizade, mas também de inspiração para aprender seus próprios truques.

DIVULGAÇÃO/SEARCHLIGHT PICTURES

O ilusionista Stanton Carslile

O ilusionista Stanton Carslile

Como observador, o protagonista aprende --a contragosto de Pete-- os principais segredos para se tornar um ilusionista habilidoso. Ao lado de Zeena, o veterano aplicou golpes pelo mundo abusando de mentiras e da ingenuidade das pessoas que buscam respostas e fé de maneira pouco racional.

Entre trabalhos para o circo e observações para criar o seu próprio ato, Stan se encanta pela inocente Molly (Rooney Mara), afilhada protegida de Bruno que também faz parte do grupo de artistas. Apesar do romance proibido, os dois se apaixonam e aproveitam do talento recém adquirido do rapaz para ganhar dinheiro e viverem suas vidas longe do picadeiro.

Anos mais tarde, já famosos e se apresentando na cidade grande, os dois cruzam o caminho de Lilith (Cate Blanchett), poderosa psicóloga com ares de femme fatale, expressão usada para definir a mulher fatal, aquela com o poder de seduzir e enganar até os homens mais poderosos. Ela nota as habilidades de Stan e, juntos, começam a aplicar golpes em seus pacientes ricaços.

Há um esplendor no roteiro coescrito por Del Toro e Kim Morgan. O primeiro ato de O Beco do Pesadelo introduz um mundo de fantasias e mistérios como uma quase preparação para o que virá na jornada de Stan e Molly. A ambientação sombria cria uma sensação de que é certo que em algum momento tudo virá por água abaixo, mas o texto da dupla torna a experiência quase impossível de tirar os olhos da tela.

DIVULGAÇÃO/SEARCHLIGHT PICTURES

Cate Blanchett e Bradley Cooper

Cate Blanchett e Bradley Cooper

Como leitor de mentes, Cooper hipnotiza e conquista até mesmo o mais cético espectador. O Beco do Pesadelo cria um mundo de ilusões no qual o maior horror acaba por ser a brutalidade dos homens --e até que ponto eles podem chegar em busca de poder.

A figura misteriosa de Stanton, cujo passado insiste em enterrar ao mesmo tempo que parece sufocado por ele, cresce ao ponto de criar dúvidas na cabeça do espectador. O personagem tem boas intenções ou sempre foi malicioso? Ele sucumbiu aos mistérios das ilusões ou conviveu com as chamadas bizarrices tempo o bastante para se tornar igual a elas?

Em tela, o charme de Cooper talvez só seja superado pela personalidade de Cate Blanchett. Na pele de Lilith, a atriz vencedora do Oscar mostra que O Beco do Pesadelo é um filme de personagens fortes e cativantes, com espaço para cada peça do elenco ter o seu momento de brilho.

Sombrio e instigante, O Beco do Pesadelo é um filme que usa suas duas horas e meia de duração sem deixar ponto sem nó. Cada sequência é uma pista do que está por vir e, mesmo que a sensação seja de desespero, o final chega igualmente surpreendente e fascinante.

Assista ao trailer legendado de O Beco do Pesadelo:


Leia também

Enquete

Você acha que a edição 2022 de No Limite vai superar a do ano passado?

Web Stories

+
Pão Pão, Beijo Beijo chega no Viva 39 anos depois: Quais atores já morreram?Resumo de Pantanal: Madeleine sofre tragédia, e Bruaca se choca com podridão do maridoGkay já fez harmonização facial? Veja antes e depois da influenciadoraNovela Pantanal: Descubra quem é Guito, o ator que interpreta Tibério na tramaEnquete: Barraqueiro x Sem graça - Vote no casal que vai gerar caos no Power Couple

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas