Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

FILME DA DISNEY

Claudia Raia revela reação ao retomar trabalho na pandemia: 'Quase chorei'

REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

Claudia Raia em publicidade para seu Instagram em junho de 2021

Claudia Raia em foto do Instagram; atriz dublou personagem em Luca, animação da Disney

ELBA KRISS

elba@noticiasdatv.com

Publicado em 18/6/2021 - 6h40

Após meses de quarentena, Claudia Raia voltou ao trabalho seguindo todos os protocolos de segurança. A atriz de 54 anos dublou Luca, novo filme da Pixar que chega ao Disney+ nesta sexta-feira (18). Na animação, ela deu voz à Signora Mastroianni e se emocionou ao retomar o ofício. "Quase chorei quando entrei no estúdio", admitiu.

"O nosso segmento ficou parado porque a gente não tem delivery. Então, não trabalhamos hora nenhuma no teatro ou televisão. Fizemos poucas coisas, e o que fazíamos era muito curto e, às vezes, parava porque alguém pegava Covid-19. Enfim, era uma situação bem complicada. E lá se vai um ano e meio... Estávamos com muitas saudades", completou a estrela para o Notícias da TV.

A produção da Disney marca outro momento especial para Claudia. Sophia Raia, 18, faz sua estreia como dubladora no filme. A filha da artista é responsável pela voz da personagem Chiara. Quem também está no time é Luis Miranda, intérprete de Tio Ugo. Em entrevista para a reportagem, os três falaram sobre o retorno aos estúdios depois de meses de paralisação.

Segundo o elenco, as gravações foram presenciais e seguiram um rígido protocolo de segurança sanitária contra a Covid-19. Liberados para o trabalho, os atores transformaram o reencontro em uma ocasião para celebrar. "Quando entrei [no estúdio] para dublar, foi uma alegria e fiz tudo muito rápido. Eles falaram: 'Claudia, acabou'. E eu: 'Já?'. Aquela pessoa carente que quer ficar (risos)", relembrou.

Sophia Raia, Claudia Raia (acima) e Luis Miranda (abaixo) em entrevista para o Notícias da TV

"Quando nos encontramos lá foi uma festa! Quase que a gente não trabalha (risos)", diverte-se a atriz. "Eu falei: 'Claudia, estávamos carentes disso: do encontro com amigos, com a técnica, com a equipe, com os câmeras, com a produtora... Dá saudade mesmo da nossa profissão", acrescentou Miranda.

"Queria ter ficado mais, e o personagem não era pequeno. É uma participação muito legal. Mas acabou que foi rápido e tão gostoso. Acho que também tem um gostinho na alma e no coração de que este trabalho foi feito neste momento [na pandemia]. Luca é um filme que fala de sentimentos tão nobres, como amizade e empatia --valores tão importantes. Neste período, isso ficou muito mais presente", analisou a veterana.

Luca conta a história de um jovem monstro marinho que tem a capacidade de assumir uma forma humana quando está fora do mar. Curioso para conhecer a terra firme, ele decide sair das profundezas e ir até uma bela cidade na Riviera Italiana.

Assim, fora do oceano, o menino Luca vive um verão inesquecível ao lado do melhor amigo Alberto. Mas a diversão é ameaçada pois ninguém sabe que os dois são criaturas de um mundo abaixo da superfície da água.

Para a atriz, atualmente no ar como Jaqueline na reprise de Ti Ti Ti (2010), na Globo, a animação servirá para fazer com que o telespectador embarque em algo que vai além de uma aventura infantil. "Que delícia as crianças poderem fazer essa viagem à Itália. Todos poderemos sair de casa e ir com o filme para lá, conhecer a gastronomia, ouvir a língua... Acho tudo isso muito interessante, gostoso e acolhedor neste momento", considerou.

Dublar é fácil?

A última dublagem de Claudia para o cinema tinha sido em Os Anjinhos em Paris (2001), longa baseado no desenho Rugrats. A artista defende que a arte de atuar pela voz exige uma técnica e dedicação especial. Não é fácil.

Luca e Alberto: amigos vivem aventuras em Luca, novo filme da Disney (Foto: Divulgação/Disney+)

"Na verdade, é muito difícil dublar. É uma arte robusta, detalhista e precisa. Eu adoro dublar e descobri que tenho paixão nisso. É muito legal fazer com a voz o que nós, na nossa profissão, fazemos com o corpo inteiro. E, ainda por cima, partindo do ponto que a personagem já foi criada e dirigida [no original]. Tem que pensar em como você vai trazer aquele perfil para o humor brasileiro e para o português, para que as pessoas abracem e entendam."

"Não adianta imitar o americano, que não vai rolar. Eu faço muito musical norte-americano e em inglês, acabei ficando muito treinada nisso: de pegar o conteúdo em inglês e transformá-lo para o Brasil. Tem que ser algo que funcione aqui, com nosso humor, nosso jeito, nossa gente e nossa temperatura. Pegar um personagem que está todo composto e criar em cima para trazer essa brasilidade, isso é difícil", finalizou.

Confira o trailer de Luca:

Confira publicação de Claudia Raia sobre a animação: 


Leia também

Web Stories

+
Nos Tempos do Imperador: Conheça os personagens da nova novela da GloboMeghan Markle completa 40 anos: Veja cinco papéis da duquesa de Sussex na TV e no cinemaLonge de Hollywood: Veja como estão os atores de O Diário da PrincesaDe vício em games a indicação ao Emmy: Como estão os atores de A ViagemVômito, narrador ridículo e ‘xerecada’: Cinco momentos engraçados das Olimpíadas

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Galvão Bueno merece ganhar um programa aos domingos na Globo?