Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

INSATISFEITOS

Casa Gucci: Herdeiros da família ameaçam processar Ridley Scott por filme

Divulgação/Universal Pictures

Al Pacino em cena do filme Casa Gucci

Al Pacino em cena de Casa Gucci; herdeiros da família ameaçaram processar diretor pelo filme

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 30/11/2021 - 13h58

Cotado para a temporada de premiações do Oscar 2022, Casa Gucci (2021) deixou os herdeiros da família central do filme insatisfeitos com a abordagem feita pelo diretor Ridley Scott. Em nota oficial, os membros remanescentes da dinastia italiana ameaçaram o cineasta de processo.

Em texto assinado pelos filhos de Aldo Gucci (1905-1990), ex-presidente da empresa vivido por Al Pacino no longa, os herdeiros criticaram a maneira como seu pai e outros familiares foram representados no filme de Scott.

"A família Gucci reserva o direito de tomar qualquer iniciativa necessária para proteger seu nome e imagem de seus entes queridos", começa o comunicado publicado inicialmente em veículos da Itália.

De acordo com os herdeiros de Aldo, os produtores de Casa Gucci não se deram o trabalho de consultar os familiares sobre o filme e representaram seus ancestrais na narrativa como "bandidos, ignorantes e insensíveis com o mundo ao redor deles".

O maior motivo da revolta dos familiares, segundo aponta o comunicado, foi a abordagem feita para Patrizia Reggiani, protagonista vivida por Lady Gaga no longa e mandante do assassinato de Maurizio Gucci (1948-1995), um dos herdeiros da famosa grife italiana. Na opinião deles, o roteiro de Scott a trata como a grande vítima da história.

No comunicado, a família disse que é "misterioso" que uma mulher condenada por instigar o assassinato de seu ex-marido fosse retratada como "uma vítima tentando sobreviver em uma cultura corporativa masculina". Pelo crime, Patrizia foi condenada a 18 anos de prisão.

Esta não é a primeira vez que a família ataca Casa Gucci. Há alguns meses, Patrizia Gucci, filha de Aldo, criticou Ridley Scott por, em suas palavras, "roubar a identidade de uma família para lucrar e aumentar a renda do sistema de Hollywood".

Em entrevista à rádio BBC, o diretor discordou das críticas disparadas pelo herdeiros da dinastia Gucci. "Eu não me envolvo com isso. Você tem que lembrar que um Gucci foi assassinado e outro foi para a prisão por sonegação de impostos, então você não pode estar falando comigo sobre ter lucro. Assim que você fizer isso, você se tornará parte do domínio público", pontuou Scott.

No Brasil, Casa Gucci está em exibição nos cinemas. O elenco ainda conta com Adam Driver, Jared Leto, Jeremy Irons, Salma Hayek e Jack Huston.

Assista abaixo ao trailer legendado:


Leia também

Enquete

Você gostou dos participantes escolhidos para o BBB22?

Web Stories

+
Faustão na Band abala concorrentes com ibope histórico e equipe provoca RecordAntes da estreia, BBB22 já rendeu treta entre famosos, tentativa de redenção e maisBBB22: Após frustrar público, Globo anuncia participantes nesta sexta-feiraSunga branca, esponjão e recorde no paredão: 10 momentos para o BBB22 tentar superarSabrina Sato volta à Globo; apresentadora já foi Bailarina do Faustão e esteve no BBB

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas