Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

'ESTÁVEL'

Sertanejo Conrado passa por cirurgia após acidente que matou Aleksandro

REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

Foto de Conrado sorrindo

João Vitor Moreira, conhecido artisticamente como Conrado, em foto publicada no Instagram

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 17/5/2022 - 21h15

João Vitor Moreira Soares, o Conrado, passou por uma cirurgia para fixação de quadril na segunda-feira (16). Já nesta terça (17), a equipe do sertanejo divulgou nova atualização sobre o estado de saúde do músico, que sobreviveu a um grave acidente, mas perdeu seu parceiro, Luiz Aleksandro Talhari Correia.

"O paciente João Vitor Moreira Soares evolui estável clinicamente, lúcido e em respiração espontânea. Ele permanece internado na Unidade de Terapia Intensiva do Hospital Regional de Registro", diz o boletim médico.

A nota ainda informa que o músico Júlio Cesar Bigoli Lopes também segue internado, mas teve uma melhora no quadro febril e "diminuição progressiva da sedação e desmame ventilatório".

Como foi o acidente?

A dupla sertaneja Conrado e Aleksandro sofreu um acidente de ônibus em 7 de maio. Aleksandro Correia, de 34 anos, e outras cinco pessoas não sobreviveram. O veículo, que tinha a bordo pelo menos 19 passageiros, capotou na rodovia Régis Bittencourt, na região de Miracatu, no interior de São Paulo.

Oito integrantes foram socorridos por uma ambulância, enquanto outros cinco ficaram presos nas ferragens e receberam ajuda de equipes de resgate. Apenas um deles não foi encontrado.

Segundo o G1, o acidente aconteceu por volta das 10h30 (horário de Brasília). Para o resgate, uma das faixas da pista e o canteiro central foram interditados.

Conrado e Aleksandro estavam vindo de um show que haviam realizado em 6 de maio na cidade de Tijucas do Sul, no Paraná. A equipe estava a caminho de São Pedro, em São Paulo, para uma apresentação agendada para a noite seguinte. O acidente ocorreu perto do quilômetro 402, sentido capital paulista.

Motorista fala pela 1ª vez

O motorista Valdoir Silva falou pela primeira vez sobre o acidente que causou a morte do sertanejo Aleksandro Correia. Era ele quem dirigia o ônibus que carregava o cantor e outros profissionais, incluindo o músico João Vitor Sales, o Conrado, que continua internado na UTI (Unidade de Terapia Intensiva). "O trânsito é cruel", lamentou o condutor.

Em entrevista ao Domingo Espetacular, Valdoir desabafou e afirmou que já havia dirigido o veículo da dupla outras três vezes. "Ele explodiu mesmo. Eu passei por duas saliências, o pneu estourou, não consegui ter controle do volante. Eu só me lembro quando ele deitou. Não lembro de mais nada".

Apesar de admitir estar abalado com a situação, o motorista destacou que em nenhum momento teve intenção de colaborar para o acidente e disse que o triste fato aconteceu em decorrência de um "trânsito cruel". "Eu sei que eu não tenho culpa. Não tenho culpa porque o pneu explodiu, e eu perdi a direção", continuou ele.

TUDO SOBRE

Acidente


Leia também

Enquete

Pantanal perde audiência: novela está chata?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.