Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

ACUSADO DE PEDOFILIA

PC Siqueira dispensa conselhos após depoimento: 'Não preciso de lições de vida'

REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

Imagem de PC Siqueira olhando para o lado, usando camiseta branca e jaqueta de couto preta

PC Siqueira em foto publicada nas redes sociais; youtuber dispensou conselhos após prestar depoimento

REDAÇÃO

Publicado em 19/6/2020 - 9h09

Após prestar depoimento à polícia por acusações de envolvimento com pedofilia, PC Siqueira dispensou conselhos das pessoas e pediu para que guardassem sua sabedoria para quem realmente precisa. "Não preciso de lições de vida, nem de auto-proclamados 'relações públicas de Deus' ou qualquer coisa", escreveu ele nas redes sociais.

Na noite de quinta (18), PC publicou uma sequência de textos na ferramenta Stories do Instagram direcionados aos fãs e amigos que estariam preocupados com ele. O influenciador aproveitou para mandar um recado aos colegas que se afastaram após o vazamento de supostas mensagens em que ele demonstra traços de pedofilia.

"Espero que tenham a decência de se abdicar das coisas que ajudei a construir", provocou. "Não quero ajudar a destruir. Vocês sabem quem são", disse ele. "Aprendi lições de vida que não quero que ninguém aprenda", afirmou o produtor de vídeos. Em seguida, ironizou aqueles que mandaram conselhos e mensagens religiosas: "Se Deus existir, vai cobrar honorários".

[Atenção: o trecho a seguir pode ser sensível a pessoas com depressão]

Diante da preocupação dos fãs e amigos com sua saúde mental, Siqueira decidiu tranquilizá-los e afirmou que está bem. "Isso é só para aliviar alguns corações", explicou. O apresentador sofre de depressão e já havia apresentado indícios suicidas, mas assegurou que não irá tirar a própria vida. 

"Quero ver setembro chegar, ver as pessoas se pintando de amarelo", escreveu, em referência ao Setembro Amarelo, mês de prevenção contra o suicídio. "Eu não iria dar tchau sem ser uma obra de arte melhor que as da Marina Abramović", afirmou ele. 

Confira abaixo a sequência de textos de PC Siqueira nos Stories do Instagram:

Relembre o caso

No dia 10 de junho, um perfil anônimo do Twitter chamado Exposed Emo liberou uma gravação de tela de uma suposta conversa com PC Siqueira. Nos prints, o produtor de vídeos de 34 anos teria falado sobre uma amiga que enviava a ele fotos da filha de seis anos pelada.

Um dia após essa exposição, o youtuber emitiu um comunicado e afirmou que é vítima de uma "articulação criminosa" e que seria uma fake news criada para prejudicá-lo. Porém, na madrugada do dia 15, o ex-participante do reality O Aprendiz apagou a publicação.

No dia seguinte, um novo áudio vazou, no qual o youtuber dizia que "deve ter um traço" de pedofilia e assumia que havia ficado excitado ao ver a imagem de uma criança nua.

PC não voltou a se manifestar e sumiu do mapa. Quando se viu criticado publicamente por seus amigos, decidiu bloquear as redes sociais. O canal no YouTube, que ele criou em 2010 e o levou a se tornar apresentador da MTV no ano seguinte, já não está mais disponível para ser acessado.

O youtuber passou a ser investigado pela 4ª Delegacia de Proteção à Pessoa, do Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP), após os áudios comprometedores viralizarem nas redes sociais. 

Na segunda (15), a Polícia Civil de São Paulo ouviu o depoimento de PC Siqueira e de testemunhas do caso. As autoridades pediram informações às empresas que administram as redes sociais por onde circularam as denúncias para dar continuidade à investigação, de acordo com o jornal O Estado de S.Paulo.

TUDO SOBRE

PC Siqueira

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você achou do Disney+?