Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

ANAJU DORIGON

Atriz de Malhação Sonhos dribla pandemia para vender roupa na web: 'Mão na massa'

TATA BARRETO/TV GLOBO E REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

Montagem de fotos de Anaju Dorigon como Jade em Malhação Sonhos (2014) e em publicidade para sua loja

Anaju Dorigon como Jade em Malhação Sonhos (2014) e em publicidade para sua loja

ELBA KRISS

elba@noticiasdatv.com

Publicado em 28/9/2021 - 6h35

Intérprete de Jade em Malhação Sonhos (2014), Anaju Dorigon driblou o coronavírus para realizar uma meta antiga: lançar sua grife de roupas. Pega de surpresa pela pandemia, a atriz precisou esperar tudo acalmar para tirar seu projeto do papel e abrir sua loja online em março deste ano. Desde então, ela está focada em seu empreendimento, no qual atua não somente como a dona do negócio. "Coloco a mão na massa (risos)", conta.

"Brinco que [a grife] é minha primeira filha não humana (risos). Desde o começo, eu queria participar ativamente de todas as decisões. Desde desenhar as peças a negociar. Tem sido um processo muito especial. É mais uma forma de criar", explica ao Notícias da TV.

Aos 27 anos, a artista que está no ar como a vilã de Malhação Sonhos, atualmente em reprise na Globo, admite que mexeu na sua poupança para dar o pontapé em sua empresa, a grife La Femme 368. Os trabalhos começaram em janeiro de 2020, antes da pandemia.

"Na primeira semana de março, começamos a aprovar as peças piloto e entrar de forma mais profunda na produção. Na semana seguinte, veio o lockdown e a vida de todos mudou", relembra.

O ritmo acelerado de Anaju precisou ser pausado. Ela teve que esperar tudo acalmar --e melhorar-- para o lançamento de sua marca. "De uma certa forma, esse período serviu como reflexão para que as ideias amadurecessem, para que eu pudesse me sentir confiante e confortável nessa empreitada", considera.

Os meses de espera serviram também para ela estudar o lado empresarial e se preparar para o perfil de mulher de negócios. "Essa parte financeira é uma de que gosto muito. Sempre gostei dessa coisa de mexer com ações. Na pandemia, fiz um curso de investimento. Não tenho cara de quem gosta disso (risos), mas é uma temática que me atrai", entrega.

Anaju não se afundou somente em números, metas, custos e planilhas burocráticas. Como artista, ela definiu que sua marca seria sustentável. Em suas pesquisas, encontrou uma forma de atuar de maneira consciente, auxiliando na neutralização de carbono, por exemplo. O que parece confuso para o grande público é algo simples na prática.

"Fazemos um cálculo médio da quantidade de carbono que a empresa emite --através de embalagem, de produção e entrega. Com isso, temos uma noção de quantas árvores têm que ser plantadas para que esse carbono seja compensado", explica ela.

Divulgação/Lorena Zapata

Anaju Dorigon em ação para sua grife

Irreconhecível na TV

Anaju estreou na televisão com Jade em Malhação Sonhos. Depois, fez Orgulho e Paixão (2018) e Órfãos da Terra (2019), atração que ganhou o Emmy Internacional de melhor novela em 2020. Nos últimos meses, ela tem revisto seu primeiro trabalho como atriz na produção assinada por Rosane Svartman e Paulo Halm. Ela entrega que o anúncio da reprise a pegou de surpresa pela força que o público teve na decisão.

"Já faz sete anos e a gente ainda recebe muito carinho por conta da história dessa temporada. Assim que começaram as reprises, teve muita movimentação no Twitter e no Instagram por conta dos fãs. Nunca imaginamos que essa movimentação fosse contribuir para que a reprise acontecesse. Assim que a notícia saiu, todos fomos pegos desprevenidos."

"Fiquei feliz porque foi a minha primeira novela. É uma história da qual colho frutos até hoje. É especial depois de tantos anos poder revisitar isso. Confesso que olho e, para mim, é outra pessoa (risos)", diverte-se.

Por causa de sua grife, Anaju não consegue ver os capítulos todos os dias. Quando o faz, não deixa de analisar sua interpretação como a malvada namorada de Cobra (Felipe Simas). "Acho impossível não se criticar (risos). Não consigo não me criticar. Costumo brincar que sou minha pior inimiga", admite.

"Qualquer trabalho que for fazer, sempre vou pensar em tudo que poderia ter feito de outra forma. Como já foi há bastante tempo, essa sensação de ser outra pessoa é real. Isso permite que eu assista e acompanhe com um distanciamento melhor. Ali, eu tinha 19 anos. Era uma adolescente", considera.

Malhação Sonhos causou uma transformação na vida da atriz, a lançou ao estrelato. Mas não é somente por isso que ela se vê diferente hoje em dia. Recentemente, ela realizou um antigo desejo: uma rinoplastia. A cirurgia foi analisada e estudada há anos por ela, que só decidiu entrar na faca quando se sentiu totalmente confiante.

"Fiz depois de Órfãos da Terra. Eu queria há muito tempo. Era um desejo que eu tinha desde antes de ser atriz. Era algo que me incomodava muito e passei anos tentando disfarçar. Usava maquiagem demais. Para mim, foi uma experiência positiva. Fiquei anos procurando um médico e pesquisando. Isso é uma coisa que procuro falar e frisar para não banalizar", finaliza.


Leia também

Enquete

Você gostou da escolha de Tadeu Schmidt para o BBB22?

Web Stories

+
Após derrota em eleição, Victor Pecoraro perde mais uma votação e deixa A Fazenda 13Deixaram saudade: Conheça cinco atores de O Clone que já morreramEsqueceram de Mim ganha novo filme no Disney+; veja como está o elenco originalTadeu Schmidt no BBB22: Conheça a carreira do apresentador na GloboRenascer no Globoplay: Saiba por onde anda o elenco da novela 28 anos depois

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas