Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

MISSÃO DIFÍCIL

BBB22 estreia ameaçado por audiência desastrosa de Um Lugar ao Sol

REPRODUÇÃO/TV GLOBO

Tadeu Schmidt exibe um cartaz de 'fica a dica' em chamada do BBB22 na Globo

Tadeu Schmidt em chamada para o BBB22, que estreia nesta segunda-feira (17) após Um Lugar ao Sol

VINÍCIUS ANDRADE

vinicius@noticiasdatv.com

Publicado em 17/1/2022 - 7h00

Cercado de expectativas e embalado por duas temporadas que chegaram ao fim como fenômenos na Globo, o BBB22 estreia nesta segunda-feira (17) após Um Lugar ao Sol. O problema é que a novela das nove carrega o status de trama com menor ibope da faixa na história. E o desempenho do folhetim pode prejudicar o reality show apresentado por Tadeu Schmidt.

O Big Brother Brasil até costuma aumentar a audiência da emissora na comparação com outras atrações do horário exibidas ao longo do ano, mas não a ponto de superar os números da novela das nove --a não ser em raras ocasiões.

Nas duas primeiras semanas de 2022, Um Lugar ao Sol está com 23 pontos de média na Grande São Paulo, principal mercado publicitário do país. O ibope é menor do que as últimas duas temporadas do principal reality show da Globo.

O BBB21 chegou ao fim com média de 28,8 pontos. Quando estreou, em 25 de janeiro, a edição que terminou com o título de Juliette Freire pegava carona na reprise de A Força do Querer --o folhetim de Gloria Perez tinha 28,6 de média no início do ano passado e subiu para 31,0 pontos nas três primeiras semanas de Big Brother Brasil.

a temporada 2020 fechou com 25,6 de ibope, um desempenho também melhor do que o de Um Lugar ao Sol. Ao ser lançado, em 21 de janeiro, o BBB20 vinha na cola de Amor de Mãe --a trama teve 29,9 pontos de média nas duas primeiras semanas daquele ano.

As edições mais recentes do reality também tiveram em comum o fato de terem sido transmitidas durante a pandemia e em ocasiões que a população brasileira ainda não estava vacinada, o que deixou as pessoas mais tempo em casa e aumentou o número de televisores ligados.

Em 2022, o cenário é diferente. Apesar de um novo surto de casos pela variante ômicron e de gripe, não há medidas de restrição de circulação e de horário de funcionamento em estabelecimentos, algo comum até o ano passado. Ou seja, a maior parte da população voltou à "vida normal".

O contexto faz o desafio do BBB22 ser maior do que o das temporadas anteriores. A última edição fracassada do Big Brother Brasil foi a de 2019, último ano antes da pandemia, que terminou como a pior da história ao marcar 20,4 de média.

Quando estreou, em 15 de janeiro daquele ano, ela veio no embalo de O Sétimo Guardião --que tinha uma audiência também considerada ruim, com 26,7 pontos de média nas duas primeiras semanas de 2019, mas ainda assim melhor do que Um Lugar ao Sol.

O Notícias da TV apurou que a Globo não entende o motivo de a novela das nove ainda não ter decolado em janeiro. O sucesso do BBB22 é a última esperança de salvação da trama que começou em novembro e está prevista para acabar em março, quando será substituída por Pantanal.


Últimas de BBB22

Leia também

Enquete

Qual a melhor novela no ar atualmente?

Web Stories

+
A Favorita: Veja 7 atores da novela que sumiram da GloboPão Pão, Beijo Beijo chega no Viva 39 anos depois: Quais atores já morreram?Resumo de Pantanal: Madeleine sofre tragédia, e Bruaca se choca com podridão do maridoGkay já fez harmonização facial? Veja antes e depois da influenciadoraNovela Pantanal: Descubra quem é Guito, o ator que interpreta Tibério na trama

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas