Televisão

Estratégia

Record desiste de 'grade nobre' e volta a investir em crime para alavancar ibope

Reprodução/RecordTV

Luiz Bacci, apresentador do Cidade Alerta, telejornal policial que voltará a durar três horas - Reprodução/RecordTV

Luiz Bacci, apresentador do Cidade Alerta, telejornal policial que voltará a durar três horas

DANIEL CASTRO - Publicado em 16/01/2018, às 06h19

Pressionada pela queda no Ibope, a Record desistiu de exibir uma "programação qualificada" no início da noite, com novelas e jornalismo sobre cidades. A partir do dia 29, o policial Cidade Alerta voltará a ter edição nacional e a ocupar maior espaço na emissora, com três horas de duração, o dobro de atualmente. Em São Paulo, tomará o espaço da reprise de Os Dez Mandamentos e decretará o fim do SP Record, a versão da emissora para o SP2, da Globo, no ar há apenas seis meses.

Os Dez Mandamentos continuará no ar, mas será deslocada das 18h15 para a faixa das 19h45, no lugar de Belaventura, que acaba dia 26. Assim, o Cidade Alerta ficará no ar das 16h45 até as 19h45, próximo do que era no início do ano passado, quando era apresentado por Marcelo Rezende (1951-2017).

Também como era na época de Rezende, o Cidade Alerta voltará a ter boa parte de seu conteúdo gerado de São Paulo para todo o país. Em alguns Estados, uma parte do programa será local; em outros, serão mantidos os atuais títulos de telejornais locais (sigla do Estado/Record), mas o foco será no noticiário policial.

Os demais programas (reprises de duas novelas vespertinas, exibição de novela bíblica inédita às 20h30, Jornal da Record e linha de shows) não mudam.

Com a mudança, a rede de Edir Macedo tentará recuperar a audiência perdida no segundo semestre do ano passado, quando tentou aumentar o faturamento com a reprise de Os Dez Mandamentos e um telejornal mais qualificado (SP Record).

O tiro saiu pela culatra. No horário do Cidade Alerta, que chegava a dar médias de 12 pontos há pouco mais de um ano, entraram programas que não passaram de 6 (Os Dez Mandamentos e SP Record). A vice-liderança no horário migrou para o SBT.

Sem o impulso do Cidade Alerta (que também caiu para a casa dos 6 pontos), a programação mais nobre perdeu audiência, comprometendo o faturamento. Apocalipse, a atual novela bíblica, está com média de 7,1 pontos em São Paulo, três a menos do que O Rico e o Lázaro, sua antecessora.

A mudança na programação coincidirá com a chegada da fase das pragras do Egito, quando a audiência de Os Dez Mandamentos deslanchou na exibição original, em 2015, incomodando a Globo. A Record esperar tirar proveito desse momento da trama bíblica para alavancar seu Ibope.

Com Os Dez Mandamentos no lugar de Belaventura, a Record praticamente decreta que não haverá um segundo horário de novela inédita até outubro deste ano. Se somada à segunda temporada, a saga de Moisés pode chegar à agosto, quando começa o horário eleitoral gratuito.

Por causa disso, a produção daquela que seria a substituta de Belaventura (Rosa Choque/Topíssima) foi suspensa, mas não cancelada definitivamente, ao contrário do que se alardeou.

Compartilhe: Compartilhe no Facebook Compartilhe no Twitter Compartilhe no Twitter Compartilhe no Twitter

Curta no Facebook Curta no Facebook
Siga no Twitter Siga no Twitter

Leia também

Carla Vilhena exibe o look do dia durante viagem a Portugal em post publicado em novembro - Reprodução/Carlavilhena.com.br

Jornalismo

Nos bastidores, Globo tem outra versão para saída de Carla Vilhena

Aura (Tainá Müller) levantará a possibilidade de ser irmã da mocinha na novela das nove - Reprodução/TV Globo

Novela das nove

O Outro Lado do Paraíso: Aura diz que é irmã de Clara e quer esmeraldas

Catarina (Bruna Marquezine) em cena; atriz diz que princesa é capaz de matar na novela - Paulo Belote/TV Globo

Primeira vilã

Malvada em Deus Salve o Rei, Bruna Marquezine torce para levar bolsada

Andrew J. West e Dania Ramirez são o casal principal da reformulada Once Upon a Time - Fotos: Divulgação/ABC

MAGIA DISNEY NA TV

Com saída de protagonistas, Once Upon a Time recomeça do zero no sétimo ano

Henri Castelli (Teodoro) em cena de Tempo de Amar; deputado será chantageado após golpe - Reprodução/TV Globo

Novela das seis

Tempo de Amar: Teodoro ameaça enforcar amante após traição

Laerte (Raphael Vianna) foi assassinado na segunda-feira passada (8): melhor semana - Reprodução/TV Globo

VIRADA DEU CERTO

Com morte e tirada do armário, O Outro Lado tem melhor semana

+ Lidas

1

Repórter processa Datena por assédio sexual; âncora diz que é 'delírio'

2

Datena processa repórter por calúnia: 'É uma versão absurda'

3

Sem história, três atores vão deixar elenco de O Sétimo Guardião

4

Galã de propaganda de hotel vira pai em As Aventuras de Poliana

5

Enquete do superparedão: Quem deve continuar no Big Brother Brasil 19?

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

ENQUETE

Enquete

Você achou justa a eliminação de Fábio Alano do BBB19?

Últimas notícias

Geandro (Caio Blat) em cena da novela das nove; virá à tona que rapaz era viciado em crack - Reprodução/TV Globo
O jornalista e apresentador Pedro Bial na primeira edição do Big Brother Brasil em 2002 - Fotos: Reprodução/TV Globo
Mina El Hammani (Nadia) e Danna Paola (Lu) em cena da primeira temporada da espanhola Elite - Manuel Fernandez-Valdes/Netflix
Samuca (Nicolas Prattes) em cena da novela; mocinho afirmará que lutará pela liberdade da mulher - Reprodução/TV Globo