Televisão

FÁBIO FARIA

Genro de Silvio Santos nega interferência de Brasília no SBT: 'Ele jamais aceitaria'

Divulgação/Agência Câmara e Reprodução/SBT

Montagem de fotos com o deputado federal Fábio Faria e o apresentador Silvio Santos, que está ao telefone

O deputado Fábio Faria foi às redes sociais para negar que Silvio Santos tenha aceitado pressão de Brasília

REDAÇÃO - Publicado em 24/05/2020, às 12h37 - Atualizado às 14h06

Marido de Patricia Abravanel, o deputado federal Fábio Faria desmentiu que tenha ocorrido alguma interferência a pedido de Brasília na decisão de Silvio Santos de não exibir o SBT Brasil no sábado (23). O político confirmou ainda que, neste domingo (24), o programa do dono da emissora vai mostrar o vídeo da reunião do presidente Jair Bolsonaro com os ministros na íntegra.

"Mentira, mentira, mentira. Jamais houve reclamação do governo sobre a divulgação do famoso vídeo no SBT. O governo comemorou o vídeo. Jamais o Silvio aceitaria qualquer tipo de interferência. Tanto que o vídeo vai na íntegra hoje [24] no programa dele, que é o de maior audiência do SBT", escreveu Fábio Faria no Twitter.

O Notícias da TV ainda apurou com fontes que uma outra ideia de Silvio Santos seria exibir VTs da reunião da ministerial, um de 14 minutos depois do Eliana e outro de sete minutos, de madrugada, após o Poder em Foco. No entanto, tudo pode mudar a qualquer momento.

Na tarde de sábado (23), enquanto produziam o SBT Brasil, jornalistas da emissora foram surpreendidos com uma ordem de Silvio Santos: o telejornal não seria levado ao ar. Pessoas que trabalham na Redação de Jornalismo do SBT disseram que a principal motivação para o cancelamento seria evitar repercussões contra o presidente Jair Bolsonaro após a divulgação do vídeo da reunião ministerial na sexta (22).

De acordo com os funcionários da emissora, desde o início do sábado, já havia uma orientação de que o SBT Brasil estava proibido de noticiar repercussões referentes à conversa do presidente com seus ministros e que nada de Bolsonaro deveria ser citado. O jornal, no entanto, seria mantido "normalmente" na grade.

Mas durante a tarde, após uma reunião do alto escalão do Jornalismo, veio a informação de que o telejornal não seria colocado no ar. Apesar da ordem, a equipe continuou produzindo o noticioso normalmente, na expectativa de que a medida fosse revertida, o que não aconteceu. Todos foram dispensados às 19h30.

Na edição de sexta (22), dia que o vídeo foi divulgado, o SBT Brasil dedicou seis minutos para o vídeo do presidente com os ministros. Como comparação, o tema ocupou mais de 40 minutos no Jornal Nacional, na Globo.

Essa foi a primeira vez que o principal telejornal da emissora de Silvio Santos não foi transmitido desde 2005, quando entrou no ar --as exceções são os sábados de Teleton, maratona televisiva que ocupa mais de 24 horas. Na ocasião, a equipe de Jornalismo é mobilizada para contar histórias positivas de pessoas com deficiência.

Em comunicado em abril, Silvio Santos se referiu a Bolsonaro como "patrão" ao desmentir que teria indicado um nome para substituir o então ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta.

"A minha concessão de televisão pertence ao governo federal e eu jamais me colocaria contra qualquer decisão do meu 'patrão', que é o dono da minha concessão. Nunca acreditei que um empregado ficasse contra o dono, ou ele aceita a opinião do chefe, ou então arranja outro emprego", escreveu o dono do SBT.

Veja abaixo o tuíte de Fábio Faria:

Compartilhe: Compartilhe no Facebook Compartilhe no Twitter Compartilhe no Twitter Compartilhe no Twitter

Curta no Facebook Curta no Facebook
Siga no Twitter Siga no Twitter

Leia também

Regina Casé em cena como Lurdes em Amor de Mãe, da Globo

REVELOU SEM QUERER

Isolada em sítio, Regina Casé entrega segredo de Amor de Mãe; veja

A advogada Gizelly Bicalho faz expressão de choque durante entrevista de eliminação do BBB20

EX-BBB20

Gizelly estimula cantadas femininas: 'Sou hétero, mas nunca se sabe'

Os atores Mariana Ximenes e Marcello Novaes em baile elegante da novela Chocolate com Pimenta

MEMÓRIA DA TV

Hit em 2003, Chocolate com Pimenta quase foi barrada: 'Picante demais'

A atriz Vera Fischer segura um box de DVD de Friends diante de uma estante cheia de DVDs ao fundo

MISS STREAMING

Vera Fischer vira 'Veraflix' com indicações de filmes e séries na quarentena

+ Lidas

1

Araújo flagra Sandra e Ernesto na cama em Êta Mundo Bom!

2

Zeca Camargo briga com diretora de novo programa da Band e vai para casa

3

Pabllo Vittar é denunciada por exercício ilegal por treino para o bumbum

4

Fina Estampa: René abre o jogo com Vanessa

5

Dani Calabresa usa vibrador sexual para evitar sinusite; entenda

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

ENQUETE

Enquete

Qual próxima reprise da Globo você mais quer ver?

Últimas notícias

Teodora (Carolina Dieckmann) com cara de brava em cena de Fina Estampa
Imagem de Anitta com a mão na cabeça em fundo vermelho
Marcius Melhem no quadro Gonga La Gonga, do Caldeirão do Huck
Imagem de Dario Messer sorridente com uma prateleira de livros ao fundo