Televisão

MEMÓRIA DA TV

Em 1994, sexto sentido de Silvio Santos desafiou a Globo com Éramos Seis

Divulgação/SBT

O elenco da versão de 1994 de Éramos Seis: Silvio Santos usou a intuição para emplacar um sucesso

O elenco da versão de 1994 de Éramos Seis: Silvio Santos usou a intuição para emplacar um sucesso

THELL DE CASTRO - Publicado em 22/09/2019, às 06h57

Éramos Seis terá sua quinta versão na televisão brasileira a partir do próximo dia 30, na Globo. Na mais célebre produzida até hoje, a de 1994, pelo SBT, o público teve a opção de acompanhar a história em dois horários. E o método pelo qual Silvio Santos escolheu esse formato de exibição não foi nada científico.

A ideia era transmitir a novela dessa forma durante apenas 15 dias: às 19h45, após A Viagem na Globo, e uma reprise às 21h45, após Fera Ferida. Assim, o público poderia acompanhar as tramas globais e escolher o melhor horário para ver a produção que reativou o núcleo de teledramaturgia do SBT. Aquele que tivesse a melhor audiência, seria fixado na grade. O desafio não era fácil. A Viagem dava mais de 50 pontos no Ibope.

Essa estratégia de basear a programação de acordo com atrações da Globo não era novidade. Silvio fez isso em 1985, quando esperava Roque Santeiro terminar para exibir a minissérie Pássaros Feridos, e também houve uma briga em 1988 para a estreia do Cinema em Casa, com o filme Rambo.

O SBT chegou a publicar anúncios em jornais desafiando a Globo. "Mate a saudade das grandes novelas da Globo. Assista a Éramos Seis no SBT", dizia o título de uma das peças.

SBT provoca a Globo em propaganda de 1994

Para que o SBT pudesse exibir Éramos Seis em duas faixas, o Programa Livre, de Serginho Groisman, em mais uma de suas dezenas de mudanças, foi deslocado para as 17h. A linha de shows semanal, com destaque para Hebe (1929-2012) nas noites de segunda, passou a começar mais tarde. E o Jornal do SBT ficou só com uma edição, às 22h30.

De acordo com reportagem da Folha de S.Paulo de 2 de maio de 1994, a ideia do teste, evidentemente, só poderia ser de Silvio Santos. "No início da semana passada, quando todos imaginavam que a novela ocuparia apenas a faixa das 21h30, o empresário deslocou uma equipe de produção para o centro de São Paulo. Os funcionários foram às ruas com a tarefa de parar desconhecidos e indagar quando gostariam de ver Éramos Seis: se após A Viagem ou Fera Ferida", explicou o texto.

Em quatro dias, foram feitas cerca de 500 enquetes, que deram ligeira vantagem ao horário das 21h45, escolhido por 55% dos entrevistados. "Para Silvio Santos, houve empate técnico", decretou o jornal.

"A pesquisa não tem nenhum critério científico", reconheceu Guilherme Stoliar, então vice-presidente do SBT. Mesmo assim, Silvio levou a opinião do público em consideração e reservou os dois horários para a trama. 

A tática tinha uma motivação: garantir uma boa audiência para a novela --eram esperados pelo menos 12 pontos de média na Grande São Paulo. Foram investidos mais de US$ 5,5 milhões na empreitada, incluindo a construção de uma cidade cenográfica com padrão das produções da Globo.

E se Silvio Santos cometeu alguns deslizes em suas inúmeras interferências na programação do SBT, nessa estratégia ele acertou. Em 5 de junho daquele ano, a Folha informou que, somando as duas exibições, a audiência chegou a 15 pontos, preocupando a Globo. "Boni [então mandachuva global], encomendou pesquisas para avaliar quem vê a novela em cada horário", informou o jornal.

Na reta final, a audiência ultrapassou a casa dos 20 pontos. Para comemorar, após o último capítulo, no dia 26 de novembro de 1994, foi exibida uma edição especial do programa de Hebe, com a participação do elenco, um bolo e a divulgação da trama seguinte, As Pupilas do Senhor Reitor.

Compartilhe: Compartilhe no Facebook Compartilhe no Twitter Compartilhe no Twitter Compartilhe no Twitter

Curta no Facebook Curta no Facebook
Siga no Twitter Siga no Twitter

Leia também

A atriz Juliana Paes contracena com Bruna Hamú Caio Castro em A Dona do Pedaço, novela da Globo

REVIRAVOLTA

A Dona do Pedaço: Após drama, Maria da Paz vira o jogo e fica famosa

Julia Dalavia (Laila) e Renato Góes (Jamil) em cena de Órfãos da Terra

CRÍTICA

Após início empolgante, Órfãos da Terra se revela uma 'ejaculação precoce'

O ator Charlie Sheen em cena da segunda temporada da comédia Friends, durante episódio exibido em 1996

ANIVERSARIANTE DO DIA

Chandler em bar gay e Charlie Sheen medroso: Conheça segredos de Friends

A atriz Rachel Brosnahan segura a estatueta que ela ganhou no Emmy de 2018, por The Marvelous Mrs. Maisel

Na TV e online

Do tapete vermelho aos vencedores: Saiba como assistir o Emmy ao vivo

+ Lidas

1

Globo contrata Rafa Kalimann e investe pesado para torná-la uma estrela

2

Ana Paula Renault é largada pelo namorado e fica com dívidas do casal

3

Aparecida Liberato fez mapa numerológico do suposto cunhado

4

De bolsonarista a centenário: Como estão atores da Escolinha?

5

Totalmente Demais: Lado podre de Sofia vem à tona; entenda

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

ENQUETE

Enquete

Qual novela a Globo deve passar após Fina Estampa?

Últimas notícias

Reprodução de imagem de Sikêra Jr no Alerta Nacional
Giovanna Ewbank durante evento da Netflix em janeiro de 2020
Fernanda de Freitas em ensaio para seu Instagram em 24 de janeiro de 2020
A atriz Christiane Torloni caracterizada como Tereza Cristina olha fixo para José Mayer em cena de Fina Estampa