Mercado

PONTO POLÊMICO

Justiça autoriza operadora de TV paga a cobrar por aluguel de ponto extra

Thinkstock Photos

Fãs de canais pagos terão que abrir a carteira para ver TV em mais de um ponto da casa - Thinkstock Photos

Fãs de canais pagos terão que abrir a carteira para ver TV em mais de um ponto da casa

REDAÇÃO - Publicado em 28/11/2017, às 06h11

O Superior Tribunal de Justiça autorizou as operadoras de TV paga a cobrarem um valor a mais de seus assinantes que possuem pontos extras de TV por assinatura. Oficialmente, a cobrança de mensalidade pelo ponto adicional segue proibida, conforme resolução de 2009 da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações). No entanto, as operadoras poderão exigir pagamento pela locação dos aparelhos decodificadores.

O aluguel do decodificador já era permitido pela Anatel, que também aprovou a cobrança de taxas pela instalação e manutenção de pontos extras. No entanto, é a primeira vez que o STJ elabora um parecer sobre o tema.

A decisão se refere à ação que uma cliente gaúcha moveu contra a Net em 2011, na qual questionava tanto a legalidade da cobrança de mensalidade quanto de aluguel do decodificador nos pontos extras. A cliente venceu no tribunal do Rio Grande do Sul, mas a operadora recorreu e o caso foi parar no STJ.

A decisão não foi unânime na Quarta Turma, responsável por julgar casos de direito privado, que envolvem assuntos como comércio, contratos e consumos. Relator do caso, o ministro Luiz Felipe Salomão votou a favor da cliente gaúcha. Mas foi vencido pelo ministro Raul Araújo, que teve o apoio de Marco Buzzi, Maria Isabel Gallotti e Antonio Carlos Ferreira, que julgaram improcedente o caso _o ministro Lázaro Guimarães não proferiu voto.

De acordo com a assessoria de imprensa do STJ, a íntegra da decisão deve ser publicada no site do órgão dentro de alguns dias. No entanto, ela já gera controvérsia: na prática, a medida permitirá que as operadoras cobrem pelo ponto adicional, desde que discriminem na fatura que o valor é referente ao aluguel do decodificador.

O CPqD (Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em Telecomunicações) elaborou laudo técnico que mostrou que as operadoras têm custos para fornecer o ponto extra _o que nega a decisão do tribunal gaúcho, que defendia que a cobrança seria ilegítima pois o serviço prestado pela operadora é único, independentemente da quantidade de pontos.

Pela importância do caso, o julgamento acabou envolvendo órgãos como a Anatel, a Associação Brasileira de TV por Assinatura, a Associação Brasileira de Televisão, a Associação Brasileira das Prestadoras de Serviços de Telecomunicações Competitivas e o Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor.

Compartilhe: Compartilhe no Facebook Compartilhe no Twitter Compartilhe no Twitter Compartilhe no Twitter

Curta no Facebook Curta no Facebook
Siga no Twitter Siga no Twitter

Leia também

Pedro Scooby e Luana Piovani são abordados por Rodrigo Scarpa no Leblon, em 2014 - J.Humberto/AgNews

TRIBUNAL

'Advogado das estrelas' vai defender Pânico da atriz Luana Piovani

A atriz Fernanda Rodrigues entra em O Outro Lado do Paraíso para interpretar a vilã Fabiana - Fotos: Raquel Cunha/TV Globo

MALVADINHA

Fã de Nazaré, Fernanda Rodrigues diz que ser perversa é incrível

Lívia (Grazi Massafera) revelará a Gael (Sergio Guizé) que dopou a ex-cunhada na novela - Reprodução/TV Globo

O OUTRO LADO DO PARAÍSO

Gael dá tapas em Lívia e ameaça matar Sophia após descobrir golpe

Flávio Galvão (à esq.) e João Bourbonnais em Apocalipse: igreja satanista lembra a Católica - Reprodução/RecordTV

ANTES DE APOCALIPSE

Igreja do mal, anjo louco e pastor ladrão: cinco polêmicas com a fé na TV

+ Lidas

1

Sofá, piscina e edredom: Guilherme e Tati transam em todo canto de A Fazenda

2

A Dona do Pedaço: Agno se vinga de Fabiana de maneira terrível

3

Com sangue nos olhos, Vivi muda fuga para dar o troco em Camilo

4

Flagrada em ação suspeita, Evelina é pressionada pelo noivo

5

Empresas de Valdemiro Santiago terão de pagar R$ 500 mil a Fofoquito

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

ENQUETE

Enquete

Você está curtindo o programa Se Joga?
Sim, é divertido e leve.
22.27%
Não é horrível, mas também não é bom.
26.34%
Não, achei muito ruim, uma vergonha.
27.00%
Prefiro A Hora da Venenosa.
24.40%

Últimas notícias

A atriz Nívea Maria caracterizada como Evelina em A Dona do Pedaço
Juliana Paes, Bruna Hamú e Marcos Palmeira conversam em cena da novela A Dona do Pedaço, da Globo
Montagem de Bruno Gissoni como o hacker William e Nathalia Dill como Fabiana em A Dona do Pedaço
As jornalistas Liliana Junger e Carina Pereira no estúdio do Bom Dia Minas