Daniel Castro

CORONAVÍRUS

Globo manda Bonner trabalhar aos sábados e estreia novos apresentadores no JN

Reprodução/TV Globo

Os apresentadores William Bonner e Renata Vasconcellos no Jornal Nacional de 31/3

William Bonner e Renata Vasconcellos no Jornal Nacional de ontem (31): convocados para trabalhar aos sábados

DANIEL CASTRO - Publicado em 01/04/2020, às 10h57

Por causa do coronavírus, a Globo vai estrear dois novos apresentadores no Jornal Nacional do próximo sábado (4): André Trigueiro, da GloboNews, e Mônica Teixeira, do RJTV. A pandemia também vai provocar um fato raro. Os titulares William Bonner e Renata Vasconcellos foram incluídos na escala de plantonistas. Ou seja, até que a crise passe, terão que trabalhar nos sábados.

Bonner e Renata só dão expediente nesse dia da semana em poucas ocasiões, como nos plantões de Natal e Ano-Novo e nas vésperas de eleições. Eles apresentaram o JN em 6 e 27 de outubro de 2018, sábados que antecederam as votações que elegeram Jair Bolsonaro, e em 16 de abril de 2016, um dia antes de a Câmara dos Deputados votar o impeachment de Dilma Rousseff (PT).

A última vez que entraram nos estúdios do Jardim Botânico (Rio) num fim de semana foi em 21 de dezembro de 2019, no plantão de Natal.

A Globo teve de cassar um dia de descanso dos âncoras de seu principal telejornal porque está desfalcada. Quando o jornalista Marcelo Magno, do Piauí, testou positivo para o coronavírus após trabalhar no JN, a emissora cancelou o rodízio de apresentadores de todas as afiliadas do país, iniciado em setembro.

Em seguida, também para evitar a exposição de seus profissionais em aviões e aeroportos, suspendeu os plantões dos jornalistas de São Paulo (Maria Júlia Coutinho, César Tralli, Rodrigo Bocardi e Roberto Kovalick) e de Brasília (Giuliana Morrone).

ReproduÇÃO/TV Globo

André Trigueiro e Mônica Teixeira: jornalistas vão apresentar o JN no próximo sábado (4)

Por último, em 21 de março, tornou obrigatório o trabalho em home office de todos com mais de 60 anos. Assim, tirou da escala do Jornal Nacional o veterano Chico Pinheiro (que voltaria após mais de um ano afastado). Ana Luiza Guimarães, embora tenha menos de 60, se afastou do trabalho presencial (e da bancada do JN) por ter feito tratamento contra câncer.

Assim, o Jornal Nacional ficou apenas com Ana Paula Araújo, Flávio Fachel, Mariana Gross e Helter Duarte (recém-promovido a plantonista). A solução para não sobrecarregá-los foi escalar William Bonner e Renata Vasconcellos e convocar Monica Teixeira e André Trigueiro. Ressalte-se que tanto Bonner quanto Renata, como editores, participaram da decisão de trabalhar aos sábados.

Trigueiro, de 53 anos, é um respeitado e premiado repórter de meio ambiente e sustentabilidade, com formação acadêmica e vários livros publicados. Está na GloboNews desde sua inauguração, em 1996. Foi repórter e apresentador do Jornal das Dez e participou de coberturas internacionais relevantes, como os ataques de 11 de Setembro (2001), além de conferências e cúpulas sobre o clima. É editor-chefe do semanal Cidades e Soluções.

Já Mônica Teixeira (não confundir com a repórter de São Paulo, hoje na USP) é apresentadora substituta dos telejornais locais do Rio, o RJ1 e o RJ2. Paulista, se  formou em Jornalismo pela Universidade de São Paulo em 1992. Trabalhou em outras emissoras em São Paulo e na RBS, antes de se transferir para o Rio. Foi uma das repórteres do JN no Ar.

Daniel Castro
DANIEL CASTRO transformou a coluna de Televisão da Folha de S.Paulo na mais relevante do país durante sua passagem pelo jornal, entre 1991 e 2009. Trabalhou no Notícias Populares (1995-96) e R7 (2009-13). E-mail: dcastro@noticiasdatv.com

Compartilhe: Compartilhe no Facebook Compartilhe no Twitter Compartilhe no Twitter Compartilhe no Twitter

Curta no Facebook Curta no Facebook
Siga no Twitter Siga no Twitter

Leia também

Comentários

Carregando… Carregando...