Celebridades

MARIA ZILDA

Atriz vira pesadelo da Globo e de atores com revelações bombásticas

REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

Montagem de fotos com a atriz Maria Zilda sorridente e acendendo um cigarro em live

Divertida e sem filtros, Maria Zilda ativou o modo sincerona e tem falado tudo em lives no Instagram

VINÍCIUS ANDRADE - Publicado em 13/07/2020, às 16h18

Atriz que fez praticamente uma novela por ano entre as décadas de 1970 e de 2000, Maria Zilda Bethlem virou uma contadora de causos sobre os bastidores da TV. Em lives feitas com colegas de profissão durante a quarentena, a artista cita histórias divertidas da carreira, mas também faz comentários que têm se tornado um pesadelo para a Globo, emissora em que ela teve o status de grande estrela e viveu o auge na década de 1980, e até mesmo para atores com quem trabalhou.

A conversa com Elizângela foi a mais bombástica. Um dos pontos polêmicos, mas que passou praticamente despercebido foi a "informação" de que a Globo manteria um "esquema maravilhoso" (ou fraudulento) para venda de novelas no exterior.

Ao reclamar dos pagamentos que a emissora faz para os atores pelas reprises dos folhetins, Maria Zilda citou que a Globo tinha uma empresa na América Central para intermediar a venda desses produtos e, assim, repassar valores menores para o elenco.

"Eles [a Globo] têm um esquema maravilhoso no exterior. Eles têm uma empresa na América Central, então eles vendem cada capítulo da novela por US$ 100 (R$ 533,85). Essa empresa vende pra Bulgária [por exemplo] por US$ 10 mil (R$ 53 mil) o capítulo, mas você recebe em cima de US$ 100", denunciou Maria Zilda.

O Notícias da TV procurou a Globo e questionou se em algum momento houve uma empresa na América Central para negociar venda de programas, como novelas, para outros países. "A Globo não vende as novelas através de empresas com sede no exterior", enfatizou a emissora.

Em novembro de 2017, o site Poder360 publicou uma reportagem com documentos de um caso que ficou conhecido como "Paradise Papers", com informações de que a Globo mantinha nas Bahamas uma empresa para a venda de seus produtos fora do país. Na ocasião, a própria emissora disse que teve, sim, essa companhia, mas alegou que as operações foram extintas em 2011 e tudo passou a ser feito pela própria "Globo Comunicação e Participações S/A (CGP)".

'Esmola da Globo'

Antes de falar sobre o suposto "esquema maravilhoso", Maria Zilda comentou na mesma live sobre os pagamentos que a Globo faz pelas reprises de novelas exibidas no canal Viva. "O Viva não paga, o Viva dá esmola", reclamou Elizângela, no ar na reprise de O Clone (2001), trama em que interpretou Noêmia. 

"Sabe quanto eles [Viva] me pagaram por toda a novela Selva de Pedra [reprisada entre agosto de 2019 e fevereiro de 2020]? Faço questão de dizer: R$ 237,40", revelou Maria Zilda, que explicou sobre as diferenças nos pagamentos. 

"Pela lei, a gente [ator] ganha 10% de tudo o que ganhou na novela durante um ano. Então, para você ganhar R$ 237, é porque você ganhava isso por mês, então você ganhou durante um ano R$ 2 mil? Você trabalhou dez meses ganhando R$ 200? Para reprise [na Globo, o pagamento] funciona. Quando mostra no Viva, eles alegam que não são donos. Eu não me conformo com isso", se indignou a atriz.

Veja a conversa da live no vídeo abaixo, a partir dos 29 minutos:

 
 
 
Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Salve oxossi (@mariazildabethlem) em

O que Maria Zilda quis dizer é que, pela novela reprisada na Globo na TV aberta, os atores ganham 10% do salário que receberam na época. No entanto, o valor muda quando vai ao ar no canal pago Viva por ser considerado uma venda para terceiros (apesar de o Viva ser 100% da própria Globo). "A gente ganha muito menos com a venda do que pela reprise. Eu também não me conformo", complementou Elizângela.

A reportagem também questionou a Globo sobre essa discussão. "A Globo efetua todos os pagamentos referentes aos direitos conexos devidos aos seus talentos, reconhecendo a importância da preservação dos direitos de propriedade intelectual", defendeu a Comunicação da emissora.

Causos dos bastidores

A live com Elizângela rendeu. Maria Zilda resolveu contar sobre uma conversa que teve com Ary Fontoura quando eles trabalharam juntos pela primeira vez na novela Nina, em 1977. Segundo a atriz, o colega revelou que era "viado".

"Um dia a gente foi pra sala de atores para passar o texto, a gente passando o texto, ele olhou pra mim e disse: 'Eu sou viado. Antes que digam pra você, digo eu: eu sou viado'. Foi a coisa mais incrível que eu já ouvi na minha vida", se divertiu ela.

Léa (Maria Zilda) e Jacques (Ary Fontoura) em Caras & Bocas, de 2009 (Foto: Bob Paulino/TV Globo)

Para a jornalista Fabíola Reipert, do quadro A Hora da Venenosa, da Record, pessoas próximas ao ator negaram que ele tenha se assumido gay e disseram que Maria Zilda poderia estar sem assuntos nas lives e que, por isso, estava querendo falar sobre isso.

Mas temas não faltam nas conversas que a atriz de 66 anos faz com colegas de profissão. Divertida, sem filtros e sincerona, ela deixa seus convidados dispostos a se abrirem sem julgamentos. A Raul Gazolla, ela disse que nunca foi adepta do beijo técnico, elogiou o bumbum do ator e admitiu que agora está "recolhida" no quesito relacionamentos, mas que já pegou tanto na vida que até cansou.

Durante a quarentena no Instagram, ela também conversou com nomes como Marcos Pasquim, Nelson Freitas, Mateus Solano, Lucélia Santos, Patricya Travassos, Cininha de Paula, Marco Pigossi e Claudia Mauro. Abriu o jogo sobre uma cena de sexo com Débora Bloch no filme Bete Balanço (1984) e chamou Klebber Toledo de "breguinha".

Antes de mesmo de começar a contar tudo nas lives, ela repercutiu com uma entrevista ao Universa, do UOL, em agosto de 2019. "Exercitei muito minha sedução. Comi todo mundo no Rio, em São Paulo, Nova York e Paris. Passava a régua!", confessou ela.

Entre os papéis mais marcantes de Maria Zilda na TV estão a Verônica de Vereda Tropical (1984), a Vânia Guerra dos Sexos (1983) e a Léa de Caras & Bocas (2009).

Compartilhe: Compartilhe no Facebook Compartilhe no Twitter Compartilhe no Twitter Compartilhe no Twitter

Curta no Facebook Curta no Facebook
Siga no Twitter Siga no Twitter

Leia também

A atriz Milena Toscano caracterizada como a personagem Luísa da novela As Aventuras de Poliana, do SBT

BASTIDORES

Com atriz grávida e acusação de racismo, Poliana perdeu elenco

A atriz Milena Toscano com expressão de raiva caracterizada como a Vanessa em cena de Fina Estampa

ROMANCE ROMPIDO

Fina Estampa: Vanessa esfrega a cara de Paulo no chão; saiba por quê

Com cabelos nos ombros e vestindo azul escuro, Lilia Cabral faz uma cara de quem não acredita durante cena da novela Fina Estampa

AUDIÊNCIAS DE 11/7/2020

Fina Estampa bate recorde negativo no Ibope com vingança de Griselda

Os atores Samantha Schmütz, Juliana Paes e Marat Descartes caracterizados como seus personagens em Totalmente Demais

NOVA CAROLINA

Totalmente Demais: Dorinha invade revista e toca o terror

+ Lidas

1

Na Itália, Anitta convida galã do filme '365 Dias' para show e é ignorada

2

Fina Estampa: Baltazar bate em Celeste, sai de casa e vai viver com Crô

3

Mulher de Pyong Lee chora ao ser acusada de praticar golpe em sorteio

4

Fina Estampa: Tereza Cristina é traída e ganha novo inimigo

5

Simon Cowell enfrenta cirurgia de 6 horas após fraturar coluna

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

ENQUETE

Enquete

Qual é seu programa favorito gravado na quarentena?

Últimas notícias

Dóris (Ana Flavia Cavalcanti) aconselha Ellen (Heslaine Vieira) em cena de Malhação - Viva a Diferença
Germana (Vivianne Pasmanter) interpreta uma árvore em cena de Novo Mundo
Maria Madalena (Day Mesquita) sorri em cena de Jesus
Carolina (Juliana Paes) de óculos escuros em cena externa de Totalmente Demais