Celebridades

Aparecida Petrowky

Aposta da Globo ganha a vida como fisioterapeuta e lamenta rejeição na TV

Anderson Borde/Agnews

Aparecida Petrowky em uma estreia de cinema, no Rio de Janeiro; atriz está fora da TV desde 2011 - Anderson Borde/Agnews

Aparecida Petrowky em uma estreia de cinema, no Rio de Janeiro; atriz está fora da TV desde 2011

FERNANDA LOPES - Publicado em 07/06/2018, às 05h20

Aparecida Petrowky foi uma grande aposta da Globo em 2009. Ela estreou na televisão no horário mais nobre, em uma novela das nove, como a rebelde Sandrinha, irmã da protagonista Helena (Taís Araújo) de Viver a Vida. Foi a primeira e única novela da atriz, hoje com 35 anos. Para se sustentar, ela trabalha como fisioterapeuta e lamenta a falta de espaço para negros em sua profissão. "Só dizem que é uma questão de perfil", conta, sobre a falta de trabalho na TV.

"Tenho meus pacientes fixos, de longa data. Não parei de trabalhar, nem quando fazia novela. A gente tem que pagar as contas, o país está muito complicado, muito difícil. Não pode ficar esperando [uma oportunidade na TV]. Meu trabalho da fisioterapia é o meu sustento, graças a Deus. E a arte vai permanecer dentro de mim, não vejo atuar como uma questão tão financeira", afirma.

Aparecida já era formada, com pós-graduação, em fisioterapia e em shiatsu antes mesmo de estrear como atriz na novela de Manoel Carlos. A trama não fez o sucesso esperado e a personagem de Aparecida não emplacou. Depois dela, a atriz só teve mais um trabalho na TV, uma participação no humorístico Chico e Amigos, em 2011.

"Muita gente me pergunta por que não fiz mais novela, eu também me pergunto. Não sei, falta convite. Já fui várias vezes à Globo, estou disponível, sempre estive. Já procurei saber [o que acontece], mas a princípio ninguém me deu uma resposta objetiva. Só dizem que é questão de perfil", expõe.

"Mas eu trabalho em teatro há muitos anos, fiz [o renomado curso] Tablado, morei fora do Brasil, estudei Cinema. Poxa, será que não tem uma personagem que eu possa fazer, em qualquer situação? Quero trabalhar", desabafa.

Para Aparecida, a questão do "perfil" esbarra em uma polêmica da televisão brasileira: a falta de negros nas produções. Ela conta que não consegue nem encontrar um empresário, porque os agentes artísticos lhe falam que já possuem profissionais negros em seus elencos, como se houvesse uma cota.

"Fica muito difícil eu tentar vender a mim mesma [para produtores de elenco]. Eu tenho buscado e realmente as portas têm sido fechadas pra mim", lamenta.

divulgação/tv globo

Aparecida Petrowky ao lado de Marcello Melo Jr. durante as gravações de Viver a Vida (2009)

Ainda assim, Aparecida não perde as esperanças. Ela diz que, apesar de ser recusada na TV e no teatro, sente uma abertura maior do mercado cinematográfico a atores negros. A atriz fez dois filmes nos últimos anos: Carta ao Destinatário (2016) e Mangoré - Por Amor al Arte (2015), uma coprodução entre Paraguai e Argentina.

Na época, ela conviveu com profissionais de cinema de vários países e falou em espanhol durante toda a gravação, o que lhe encantou. Hoje, Aparecida está em preparação para um novo filme, escrito por Nelson Caldas Filho, ainda sem nome e previsão de estreia, em que interpretará uma freira no ano de 1913. E sonha com carreira internacional.

"Desde que comecei até agora, estou sempre em busca de aprender, explorar, me realizar. Meu grande sonho é me sentir realizada profissionalmente como atriz. Tenho foco no objetivo de continuar com a carreira. Vejo a atuação como arte, prazer, vontade. Não vou parar nunca", declara.

Compartilhe: Compartilhe no Facebook Compartilhe no Twitter Compartilhe no Twitter Compartilhe no Twitter

Curta no Facebook Curta no Facebook
Siga no Twitter Siga no Twitter

Leia também

Luzia (Giovanna Antonelli) decidirá afastar filho da cafetina na novela das nove da Globo  - Reprodução/TV Globo

Assombração do passado

Luzia descobre caso de Ícaro com Laureta e fica em choque

Katherine Langford, de 13 Reasons Why, e Andrew Lincoln, de Walking Dead: hora extra na TV - Divulgação/Netflix/AMC

HISTÓRIAS ZUMBIS

De 13 Reasons a Walking Dead: cinco séries que já passaram da hora de acabar

Amália (Marina Ruy Barbosa) e Afonso (Romulo Estrela) vão se encontrar às escondidas - Reprodução/TV Globo

Romance secreto

Deus Salve o Rei: Amália vira amante de Afonso após vê-lo se casar

Sarah Jessica Parker e Kim Cattrall em Sex and the City; uma não aparecia nua, a outra pegava todos - Imagens: Divulgação/HBO

20 anos

Sem nudez e 42 namorados: confira sete curiosidades sobre Sex and the City

Preta Gil no Carnaval do Rio de Janeiro; cantora participou do programa de Silvio Santos nesta terça (5) - RODRIGO FIDALGO/AGNEWS

JOGO DAS 3 PISTAS

Preta Gil é chamada de gorda por Silvio Santos e se irrita em gravação

Gabriela Ceschim derrubou mesa de merchandising ao vivo durante revista eletrônica matinal - REPRODUÇÃO/SBT

MANHÃ VITORIOSA

Mesa de merchan desaba ao vivo e dá susto em apresentadora do SBT

+ Lidas

1

Sexo e violência em novela causam estresse entre Globo e ministério

2

4 motivos para acreditar que Rebeca Abravanel é a sucessora de Silvio Santos

3

Luzia vira justiceira e se alia a Roberval e a Galdino para se vingar

4

Após morte a facadas, Remy pode 'ressuscitar' em Segundo Sol

5

Globo veta Ana Maria Braga e Márcio Garcia no aniversário da Record

ENQUETE

Enquete

O novo Vídeo Show tem chance de sucesso?

Últimas notícias

A atriz Renée Zellweger em cena do filme Somos Todos Iguais, lançado no ano passado - Divulgação/Paramount Pictures
Daniela Albuquerque no Sensacional: entrevista com Valéria Valenssa venceu debate da Band - REPRODUÇÃO/REDETV!
Betina (Cleo) prova a Marocas (Juliana Paiva) que beijou Samuca (Nicolas Prattes) em O Tempo Não Para - Reprodução/TV Globo
Rosa (Letícia Colin) confirmará a suspeita de Laureta (Adriana Esteves) em cena de Segundo Sol - Reprodução/TV Globo