SEM PRECONCEITO

Dia da Luta contra a LGBTfobia:
Félix, Ivan e outros personagens
que marcaram a TV

Em 17 de maio, é comemorado o
Dia Internacional da Luta contra a LGBTfobia.
Este foi um dos direitos conquistados pelo
movimento, que segue resistindo frente
ao preconceito e à discriminação.
As pessoas que fazem parte dessa
comunidade lutam para ocupar
espaços que lhes são negados
diariamente. Ao longo dos anos,
elas vêm conquistando lugares de
visibilidade na televisão e no cinema.
A teledramaturgia brasileira
teve cenas emblemáticas com
personagens LGBTQ+, quebrando
paradigmas e reafirmando que
toda a forma de amor é válida.
PERSonagens que marcaram
a história da luta contra
a LGBTfobia na TV brasileira

Relembre
Como esquecer do famoso hot dog do Félix? Além das
cenas como um divertido vendedor, o personagem
interpretado por Mateus Solano protagonizou o
primeiro beijo gay de uma novela da Globo.
Thiago Fragoso, que deu vida a Niko, foi o
par romântico de Solano em Amor à Vida,
folhetim exibido em 2013. A cena do beijo
do casal é lembrada até hoje.
Em A Força do Querer, Carol Duarte interpretou Ivan.
Ele nasceu no corpo de uma menina e foi criado
como uma princesa. Na juventude, percebeu que
não se identificava com aquela realidade.
A trama acompanhou a transformação de Ivana
para Ivan. O homem trans conseguiu mudar o
nome, mas sofreu diversas violências. Em um
capítulo, foi espancado no meio da rua.
Lica (Manoela Aliperti) e Samantha (Giovanna Gigrio)
formaram um casal em Malhação - Viva a Diferença
(2017), e tiveram o primeiro beijo lésbico da história
da novela teen, que existe há mais de 20 anos.
O romance das duas ainda teve
continuação na série As Five (2020),
do Globoplay.
Em Orgulho e Paixão (2018), o casal interpretado por
Luccino (Juliano Laham) e Otávio (Pedro Henrique Müller)
gerou grande repercussão. Os dois protagonizaram o
primeiro beijo gay em uma novela das 18h.
A atriz trans Glamour Garcia deu vida a Britney em
A Dona do Pedaço (2019). Na trama, a personagem
viveu um romance com Abel (Pedro Carvalho), mas
tinha medo de revelar sua identidade e ser rejeitada.
O romance entre Clara e Marina, vividas por Giovanna
Antonelli e Tainá Muller na novela Em Família (2014),
cativou fãs, que apelidaram o casal de Clarina. Na
trama, as duas engatam um relacionamento e se casam.
Já em Babilônia (2015), Teresa (Fernanda
Montenegro) e Estela (Nathalia Timberg) eram
um casal longínquo e se beijaram no primeiro
capítulo, mas não foram bem aceitas pelo público.
Parlamentares da Frente Evangélica chegaram a
dizer que o folhetim havia sido feito para destruir
famílias. Eles publicaram uma nota de repúdio e
promoveram boicote à novela.

E-MAIL
contato@noticiasdatv.com

IMAGENS
Tenor
Reprodução/TV Globo
TV Globo/ Estevam Avellar
Reprodução/Globoplay

EDIÇÃO
Tamires Baldessin

TEXTO
Isabel Mello

FICHA TÉCNICA

17.5.2021