As mortes mais 
 doloridas de 
 The Walking Dead 

 DE GLENn A SASHA 

Drama mais sanguinário da TV, The Walking Dead volta ao ar no domingo (23/2), com a segunda metade da décima temporada. A série adora deixar o público aflito, roendo as unhas com medo de que seu personagem preferido morra no próximo episódio. Relembre as sete mortes mais doloridas da atração zumbi.

Imagem: Reprodução

Texto: JOÃO DA PAZ

 LORI 

Mulher do xerife Rick Grimes (Andrew Lincoln), Lori (Sarah Wayne Callies) morreu após dar à luz Judith, numa prisão. Para não virar zumbi, foi golpeada na cabeça pelo próprio filho (Chandler Riggs).

3ª temporada

Imagem: Reprodução

 HERSHEL 

Sem dúvida um dos personagens mais boa-praça de The Walking Dead, o vovô Hershel Greene (Scott Wilson) foi decapitado pelo Governador (David Morrisey).  Sua cabeça rolou no chão.

4ª temporada

Imagem: Reprodução

 BETH 

5ª temporada

A morte da inocente e doce Beth (Emily Kinney) rendeu essa imagem comovente, de Daryl (Norman Reedus) a carregando desfalecida. Morreu com um tiro acidental na cabeça.

Imagem: Reprodução

 NOAH 

Querido pelos fãs, Noah (Tyler James Williams, aquele de Todo Mundo Odeia o Chris) teve um fim de vida ingrato: foi devorado por zumbis após ficar preso em uma porta giratória.

5ª temporada

Imagem: Reprodução

 SASHA 

A durona Sasha (Sonequa Martin-Green) morreu como heroína: tirou a própria vida, dentro de um caixão, para não ser usada pelo vilão Negan (Jeffrey Dean Morgan) contra seus amigos.

7ª temporada

Imagem: Reprodução

 GLENN 

7ª temporada

Um dos personagens mais queridos de The Walking Dead, Glenn (Steven Yeun) teve uma morte horrível: Negan lhe desferiu vários golpes de taco de baseball revestido de arame.

Imagem: Reprodução

 Carl 

Quem não chorou com o adeus do adolescente Carl, não é mesmo? O filho do Rick (Andrew Lincoln) foi mordido por um zumbi e, para não virar um morto-vivo, cometeu suicídio.

8ª temporada

Imagem: Reprodução