Santa Ajuda

Reality de decoração arruma bagunça e mostra intimidade de apresentadores

Reprodução/Instagram

Micaela Góes foi dar um jeito na cozinha de Júlia Rabello em gravação do Santa Ajuda - Reprodução/Instagram

Micaela Góes foi dar um jeito na cozinha de Júlia Rabello em gravação do Santa Ajuda

FERNANDA LOPES - Publicado em 06/03/2018, às 05h46

No ramo da organização pessoal de ambientes há 15 anos, Micaela Góes agora presta serviços para clientes ilustres. Na nova temporada do Santa Ajuda, reality de decoração e arrumação que comanda no GNT e que estreia nova temporada nesta terça (6), ela entra na casa e na intimidade de colegas do canal. Com suas táticas, Micaela os ajuda a tirar da frente o que não usam mais e a colocar ordem em suas vidas.

A ideia da nova temporada surgiu no grupo de WhatsApp que reúne os apresentadores de programas do GNT. Enquanto falavam sobre projetos para 2018, muitos comentaram que queriam participar do Santa Ajuda. O canal entrou na ideia.

"É uma temporada bem diferente do que a gente já fez até aqui. Estamos no sétimo ano de programa, então a gente resolveu dar um refresco total. Vamos conhecer parte das casas e da história de vários colegas meus, como Júlia Rabello, Mônica Martelli e Caio Braz, e assim vamos revelando várias coisas interessantes sobre essas pessoas, com a organização e a desordem", indica Micaela.

Cada episódio da nova temporada tenta resolver um problema pontual da casa do apresentador. Por exemplo, Thalita Carvalho, do Mais Cor, Por Favor está recebendo o namorado para morar em sua casa e precisa de mais espaço para as coisas dele.

Júlia Rabello, do De Perto Ninguém É Normal, pede dicas para a zona de sua cozinha. Já Fernanda Paes Leme, do Desengaveta, tem a ajuda de Micaela justamente para dar um jeito em seu armário.

"Eu acho que o grande barato do trabalho é chegar num lugar que pode até ser que tenha uma bagunça que eu já vi, já conheço, mas a história que tem naquele ambiente é totalmente diferente. Isso não cansa, as histórias nunca se repetem. Elas contam o problema, mas também trazem as soluções", explica a apresentadora.

reprodução/instagram

Micaela Góes ao lado de Fernanda Paes Leme, convidada da nova temporada do reality

Bailarina, atriz e organizadora
Em sete anos no GNT, Micaela Góes já arrumou a bagunça de mais de 150 pessoas. Ela começou a trabalhar como organizadora profissional por acaso, após dar um jeito não só na desordem, mas também em todos os sistemas de pagamento e entregas de uma amiga.

Antes disso, no entanto, já tinha uma carreira na TV. Micaela é formada em balé clássico e artes cênicas e chegou a atuar em novelas nos anos 1990 e 2000. Fez O Amor Está no Ar (1997), na Globo, e foi protagonista de Vidas Cruzadas (2000), da Record, e de Jamais Te Esquecerei (2003), do SBT. No ano passado, fez uma participação na série Cidade Proibida, da Globo.

"Minha formação é toda em artes, nem pensava em trabalhar com isso [organização]. Mas, por mais que os caminhos da vida nos levem para outros lugares, nós nunca deixamos de ser aquilo que experimentamos e vivenciamos no nosso caminho", acredita.

"Utilizo o que eu aprendi no balé, como o respeito, o uso do espaço, e o que eu aprendi como atriz, a improvisar, ter mais desenvoltura. Tudo isso eu trago no meu trabalho com organização. Acho que, mesmo que você dê uma guinada na vida, tudo o que você caminhou, estudou e desenvolveu vai com você", opina.

Leia também

 

 

Enquete

Quem deve ter o pior final em Deus Salve o Rei?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook