Lista do Fachin

Globo cancela folgas na véspera de feriado e deixa jornalistas revoltados

Reprodução/Memória Globo

Silvia Faria, diretora de jornalismo da Globo, que cancelou todas as folgas no feriado - Reprodução/Memória Globo

Silvia Faria, diretora de jornalismo da Globo, que cancelou todas as folgas no feriado

DANIEL CASTRO - Publicado em 11/04/2017, às 20h58 - Atualizado em 12/04/2017, às 04h11

A Globo cassou no início da noite de terça-feira (11) as folgas de jornalistas no feriado prolongado da Páscoa. A medida afeta metade dos apresentadores, repórteres, produtores, editores e cinegrafistas no Rio de Janeiro, São Paulo e Brasília, além da GloboNews, menos aqueles que atuam em telejornais locais. Visa reforçar a cobertura da abertura de inquérito contra ministros, senadores e deputados investigados por corrupção, determinada pelo ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF).

A decisão, da diretora de jornalismo, Silvia Faria, deixou profissionais revoltados. Muitos deles já tinham comprado passagens e estadias em hotéis e arrumavam as malas para viajar na quinta-feira. Alguns gastaram mais de R$ 5.000 apenas com hotéis.

Os jornalistas que questionaram seus superiores foram informados de que a medida é irrevogável, sem exceções, e que a emissora não irá reembolsar valores gastos com viagens pessoais não realizadas. Dezenas de profissionais telefonaram para a ouvidoria da Globo para reclamar.

Jornalistas tentaram convencer seus superiores de que a medida pode ser inócua. Argumentaram que a lista de Esdon Fachin deve perder força no máximo até quinta-feira e que, devido ao recesso de parlamentares, não haverá quase nada para fazer na sexta-feira, no sábado e no domingo.

Nas emissoras de TV, jornais, portais de internet e revistas, as folgas em feriados são determinadas com muita antecedência. Geralmente, quem folga no Natal trabalha no Réveillon, descansa no Carnaval e volta a dar plantão na Páscoa.

A Globo também reforçou seu time em Brasília. Produtores, editores e repórteres de São Paulo e Rio de Janeiro foram enviados às pressas para o Distrito Federal no final da tarde de terça.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

 

+ Lidas

Bloco de Notas

Crimes na floresta

Ciro Guerra recebe Prêmio Fênix pela direção do filme Abraço da Serpente, de 2015 - Reprodução A Netflix anunciou que fará uma série ambientada na floresta amazônica. Ainda sem nome definido, a produção se passará na fronteira da Colômbia com o Brasil e mostrará um jovem detetive e seu parceiro durante ... Leia +

Leia todas as notas

Enquete

Você pretende assistir Apocalipse, nova novela da Record?

Redes sociais

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook