PRESTIGIADO

Executivos da Globo bancam Fábio Assunção após segunda prisão em um ano

Raphael Dias/TV Globo

Fábio Assunção em cena de Onde Nascem Os Fortes: ator não corre risco de ficar desempregado - Raphael Dias/TV Globo

Fábio Assunção em cena de Onde Nascem Os Fortes: ator não corre risco de ficar desempregado

DANIEL CASTRO - Publicado em 07/05/2018, às 05h25

Preso na semana passada pela segunda vez em menos de um ano, Fábio Assunção não corre o risco de ficar desempregado. Segundo fontes ouvidas pelo Notícias da TV, executivos da área artística da Globo bancam o ator e defendem sua permanência no elenco da emissora. "O que ele faz fora da Globo é da conta dele, não da Globo", resumem. 

Primeiramente, porque Assunção está no ar atualmente como o inescrupuloso juiz Ramiro Curió de Onde Nascem os Fortes. A novela das onze fica no ar até o final de julho e ainda tem muita gravação pela frente.

Segundo, porque os problemas causados e enfrentados por Fábio Assunção têm ocorrido fora dos estúdios e não afetam a imagem da emissora, na avaliação de seus diretores. Seus escândalos são consequência da dependência de drogas e de álcool. Devem ser encarados, portanto, como "problemas pessoais". O ator precisa de apoio e tratamento, não de punição.

Para a Globo, Assunção, apesar do longo histórico de "problemas pessoais", nunca colocou o nome da emissora na sarjeta, diferentemente de José Mayer, que no ano passado foi acusado de assediar uma figurinista nos camarins de A Lei do Amor. Ou de  Thogun Teixeira, cortado da série Ilha de Ferro após ser acusado de estuprar uma camareira durante as filmagens de um longa-metragem.

Também pesa a favor de Fábio Assunção o fato de ele ser um bom ator _apesar de alguns atrasos a gravações. Aos 46 anos, permanece bonito e tem um perfil, de galã de meia-idade, que não se acha tão facilmente na hora de escalar elenco. 

Fábio Assunção foi preso na última quinta-feira (3) após bater em dois carros nos Jardins, bairro nobre de São Paulo. De acordo com a polícia, estava visivelmente embriagado e se recusou a fazer o teste do bafômetro. Na porta da delegacia, disse a jornalistas que bateu acidentalmente nos veículos enquanto ia à farmácia.

O acidente não teve vítimas. Assunção foi autuado por embriaguez ao volante e teve sua carteira de habilitação suspensa por um ano. Foi solto no mesmo dia, após pagar fiança de R$ 48 mil. Na sexta-feira (4), estava nos Estúdios Globo, no Rio de Janeiro, gravando Onde Nascem Os Fortes.

Em junho do ano passado, Assunção foi preso em Arcoverde, no sertão de Pernambuco, acusado de desacato à autoridade e dano ao patrimônio público. Ele estava na cidade para o lançamento do documentário Samba de Coco, que fez em parceria com a namorada na época, a atriz pernambucana Pally Siqueira.

Em vídeo que circulou na internet, ele aparecia visivelmente alterado, dentro de um carro de polícia com o vidro traseiro quebrado. Aos berros, xingava um policial e dizia que não era criminoso.

Em outras imagens, o ator estava caído no chão, cercado por moradores, que alegavam que ele acabou com a alegria da festa de São João da cidade. Testemunhas afirmaram que Assunção estava bastante alcoolizado.

Fábio Assunção começou a protagonizar escândalos envolvendo drogas e álcool em 2008, quando foi afastado de Negócio da China no meio da novela, "por motivos de saúde". Na época, foi flagrado pela Polícia Federal recebendo uma encomenda de cocaína.

No ano seguinte, falou ao Fantástico sobre sua dependência química. Em 2010, Assunção recusou um papel importante em uma novela das nove, Insensato Coração. Alegou que não se sentia pronto para voltar a trabalhar.

Em 2016, de volta às novelas, como protagonista de Totalmente Demais, deu dor de cabeça novamente: faltou a algumas gravações e sofreu três acidentes: primeiro, fez um corte profundo em um dos dedos da mão esquerda e passou por uma cirurgia de cinco horas; depois, rompeu um tendão da mão e precisou engessar o braço; por fim, quebrou o pé, o que forçou a produção da novela a alterar os textos para que gravasse sentado.

A Globo não só perdoou (afinal, Assunção apresentou atestado médico) como fez piada da situação, levando os acidentes do ator para seu personagem. Nos bastidores a Globo, a pergunta que não quer calar é: Até quando a emissora vai tolerar o comportamento do ator?

 

 

Enquete

O que você está achando de Segundo Sol?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook