NÃO BALANÇOU GERAL

Em crise, Record planeja troca de apresentador de jornais matinais

DIVULGAÇÃO/RECORD TV

Bruno Peruka apresenta o Balanço Geral Manhã: jornal vive sangria de audiência e será reformulado - DIVULGAÇÃO/RECORD TV

Bruno Peruka apresenta o Balanço Geral Manhã: jornal vive sangria de audiência e será reformulado

REDAÇÃO - Publicado em 10/04/2018, às 06h10

Depois de cinco semanas com apresentação de Bruno de Abreu, mais conhecido como Bruno Peruka, a Record procura um novo apresentador para o Balanço Geral Manhã e para o SP no Ar. Em seu primeiro mês, Peruka foi pior no Ibope do que seus antecessores. Luiz Bacci, atualmente no Cidade Alerta, e Alexandre Furtado, âncora do Balanço Geral exibido no litoral paulista, são cotados para assumir os dois noticiários matinais.

Descoberto por Marcelo Rezende (1951-2017), Peruka foi lançado como apresentador da Record em meio a uma grande campanha publicitária, no começo de março. Ele contracenou com estrelas, como Fábio Porchat e Sabrina Sato, para divulgar sua estreia, e protagonizou duas longas reportagens no Domingo Espetacular para contar sua história e relembrar o público de que ele foi uma aposta de Rezende.

A divulgação não deu resultados no Ibope. Até agora, Peruka só foi vice uma vez: em 6 de março, teve média de 3,8 pontos, contra 3,5 do Primeiro Impacto, telejornal do SBT. A média de seu primeiro mês foi de 3,0 pontos, ante 4,2 do SBT. Em fevereiro, com Matheus Furlan e William Travassos dividindo a apresentação, a Record obtivera 3,7.

Nos bastidores da emissora, a escolha de Peruka já é dada como um grande erro. Ele é tido como um bom contador de histórias, mas não sem porte para âncorar um noticiário que vai ao ar para praticamente todo o país, segundo uma diretora da Record que não quis ser identificada. Tem dificuldades em articular comentários mais elaborados e não conhece coisas triviais de São Paulo, como bairros e avenidas.

Virgílio Abranches, que assumiu a direção do Balanço Geral e do SP no Ar, é criticado por profissionais da equipe dos jornais por apostar em conteúdo considerado light para o horário. Enquanto a Record exibe um quadro no qual Fabíola Gadelha, também alçada ao estrelato por Rezende, dá dicas de beleza, o SBT mostra Dudu Camargo e Marcos Morais, o Marcão do Povo, aos gritos com notícias de crimes bizarros.

O mau desempenho do Balanço Geral e do SP no Ar também prejudica o Fala Brasil, que passou a entrar no ar 25 minutos mais cedo.

A Record encomendou estudos para tentar entender, afinal, o que o público quer ver em seus noticiários da manhã. 

Caso opte por Luiz Bacci, que já ocupou o posto entre 2015 e 2017, nos dois jornais matinais, a Record deixará o apresentador no ar seis horas por dia _já que ele deverá ser mantido no Cidade Alerta.

Alexandre Furtado é cogitado pela direção da emissora por se parecer com Bacci _algo que o próprio já comentou em sua rede social. Ele tem porte físico e voz semelhantes aos de Bacci em seu início de carreira como âncora, em 2009, no SBT do Rio de Janeiro. Além disso, é elogiado por seu bom desempenho como âncora em Santos.

Procurado pelo Notícias da TV, Bruno Peruka disse que a Record tem todo o direito de fazer mudanças na apresentação do Balanço Geral Manhã e do São Paulo no Ar, e que ele é um funcionário que apenas cumpre ordens.

Sobre os números do Ibope, afirmou que "pega com baixa audiência [da Igreja Universal] e entrega [para o Fala Brasil] com 5, 6 e até 7 pontos, dependendo do dia".

A Record, por sua vez, nega que esteja planejando novas mudanças.

 

 

Enquete

Qual protagonista de Deus Salve o Rei você mataria?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook