SUPERPRODUÇÃO

Dez anos depois, Planeta Terra volta com natureza do Brasil e 'selva urbana'

Fotos: Divulgação/Discovery Channel

Macaco pega suco de indiano na cidade de Jodhpor, no sexto episódio de Planeta Terra II - Fotos: Divulgação/Discovery Channel

Macaco pega suco de indiano na cidade de Jodhpor, no sexto episódio de Planeta Terra II

LUCIANO GUARALDO - Publicado em 06/08/2017, às 08h17

Lançada em 2006, a minissérie Planeta Terra recebeu quatro prêmios Emmy e revolucionou a maneira de se fazer documentários de natureza. Dez anos depois, a BBC lança Planeta Terra II, que estreia no Brasil neste domingo (6), no Discovery Channel. Esbanjando tecnologia de ponta, com imagens em 4K, drones e câmeras de longo alcance, a nova produção roda o mundo, inclusive o Brasil, para mostrar diferentes biomas e a "selva urbana" das cidades.

São seis episódios de uma hora cada, focados em habitats de natureza diferentes: ilhas, montanhas, selvas, desertos, pradarias e cidades. A equipe passou por 40 países, durante mais de três anos de filmagens. O Brasil aparece em dois capítulos.

No episódio Selvas, há imagens gravadas durante seis semanas no rio Amazonas, com cenas de onças nunca antes mostradas na televisão. E, em Pradarias, o cerrado nacional vira palco para uma gravação envolvendo o tamanduá-bandeira.

Onça brasileira é filmada no rio Amazonas: tecnologia de ponta para mostrar natureza de perto

O jornalista Ricardo Boechat, escolhido para fazer a narração em português, valoriza que a série dá protagonismo à caça, e não ao caçador. "Quantos documentários já vimos em que os leões atacam as zebras? Aqui, não, você tem a vitória do fraco", diz.

O âncora do Jornal da Band defende a qualidade da produção por seu ineditismo. "O planeta Terra mostrado na série não é o dos predadores, do topo da cadeia. É um planeta de diversidade, com espécies que normalmente não têm vez e com grandes momentos de redenção", explica.

Uma das cenas icônicas de Planeta Terra II acontece logo no primeiro episódio: recém-nascido, um filhote de iguana em Galápagos precisa chegar ao mar para se juntar ao resto do grupo. No caminho, atravessa um ninho de cobras corredoras.

Com direito a trilha sonora composta por Hans Zimmer, vencedor do Oscar de 1995 por O Rei Leão e com outras oito indicações ao prêmio, a sequência de perseguição é de dar inveja a muitos filmes de ação de Hollywood e fez sucesso na internet, com mais de 11 milhões de visualizações no YouTube, antes da estreia da série.

Encontro de iguana com cobra corredora viralizou na internet antes mesmo da estreia da série

"Nós costumamos reclamar que nossa vida não é fácil. Mas ver o que esses animais passam na natureza faz reconsiderar um pouco os nossos dramas", brinca Monica Pimentel, vice-presidente de conteúdo do Discovery Networks Brasil.

Uma das novidades da série estará no último episódio, Cidades, que mostra como os animais se adaptam à vida urbana. Na Índia, por exemplo, leopardos ocupam as ruas de Mumbai enquanto macacos langur são considerados sagrados em Jodhpur. Nos Estados Unidos, falcões selvagens caçam entre os arranha-céus de Nova York.

"Eu não sei que cagada exatamente o planeta está preparando para si mesmo, e a culpa é toda nossa, mas os bichos estão se virando muito bem. Nesse bioma urbano, se é que podemos chamar de bioma, você vê como os animais estão lidando com a gente, com o que a gente tem feito, e dando seu jeito de continuar sendo o que são há milhares de anos", filosofa Boechat.

Os episódios de Planeta Terra II serão exibidos aos domingos, às 21h30, com reprises às quintas-feiras, às 19h50. Neste ano, a série concorre a três prêmios Emmy, inclusive melhor documentário ou série não fictícia.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

 

Notícias da TV Recomenda

Vitória - A Vida de uma Rainha

Vitória - A Vida de uma Rainha

Ficha técnica: Drama, Inglaterra, 2016. Criação: Daisy Goodwin. Elenco: Jenna Coleman, Tom Hughes, Peter Bowles, Eve Myles, Rufus Sewell. Disponível no Now.

Sinopse: Monarca mais importante do Reino Unido, a rainha Vitória (Jenna Coleman) é tema de uma série que mostra seu reinado a partir da chegada ao trono, aos 18 anos, e seu relacionamento com o primeiro-ministro Lord Melbourne (Rufus Sewell) e o casamento com o príncipe Albert (Tom Hughes). Suas duas únicas temporadas (até agora) só estão disponíveis em vídeo sob demanda.

Por que assistir: Indicada a dois Emmys e eleita melhor drama no Festival de Monte-Carlo, a produção impressiona pela reconstituição primorosa da era vitoriana, com belos cenários e figurinos. Nos Estados Unidos e na Inglaterra, críticos classificaram a série como a sucessora natural da premiada Downton Abbey (2010-2015). A atriz Jenna Coleman, querida pelos fãs de Doctor Who, brilha na pele da monarca.

Assista agora no NOW

+ Lidas

Bloco de Notas

Direto em streaming

Cress Williams interpreta Raio Negro na nova série: estreia direto na Netflix - Divulgação/The CW Black Lightning, a próxima série de super-heróis da TV de Greg Berlanti, mesmo produtor de Flash e Supergirl, vai chegar ao Brasil direto na Netflix. Os episódios serão lançados semanalmente, a partir de 23 de ... Leia +

Leia todas as notas

Enquete

Quem você quer que ganhe a Dança dos Famosos?

Redes sociais

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook