TROCAS NO JORNALISMO

Com demissão de William Waack, Globo tem maior dança das cadeiras do século

Fotos: Divulgação/TV Globo

Mudanças de William Waack, Evaristo Costa e Dony De Nuccio geraram dança das cadeiras - Fotos: Divulgação/TV Globo

Mudanças de William Waack, Evaristo Costa e Dony De Nuccio geraram dança das cadeiras

LUCIANO GUARALDO - Publicado em 23/12/2017, às 05h40

A rescisão de contrato de William Waack, anunciada na manhã de sexta (22), encerrou um ano turbulento para o Jornalismo da Globo. Em menos de 12 meses, a emissora perdeu dois âncoras de telejornais nacionais (Waack e Evaristo Costa) e teve de promover a maior dança das cadeiras do século para preencher as vagas.

O anúncio de que Evaristo Costa sairia do Jornal Hoje iniciou a primeira grande movimentação da Globo em suas bancadas desde novembro de 2014, quando Renata Vasconcellos assumiu o posto de Patrícia Poeta no Jornal Nacional e puxou Poliana Abritta para o Fantástico. O efeito dominó, porém, foi muito maior desta vez.

César Tralli, Rodrigo Bocardi e Roberto Kovalick foram cotados para dividir a bancada com Sandra Annenberg, mas a vaga ficou mesmo com Dony De Nuccio, que até então apresentava o Jornal das Dez, na Globo News. Com a promoção de Dony, Renata Lo Prete assumiu o principal telejornal do canal pago em agosto.

Renata durou apenas três meses no posto: com a suspensão de Waack após a divulgação do vídeo em que o veterano fazia comentários racistas, em novembro, a jornalista assumiu interinamente o Jornal da Globo; na sexta, foi efetivada na bancada.

Assim, deu-se início a uma nova dança das cadeiras: o repórter político Heraldo Pereira, apresentador eventual do Jornal Nacional, foi deslocado para a Globo News, onde assume oficialmente o Jornal das Dez em janeiro. Natuza Nery, que substituía Renata Lo Prete no telejornal, ficará como comentarista política.

O ano do jornalismo da Globo também foi marcado por mudanças menores, nas escalas de plantões que prepram futuros apresentadores. Começou com Flavia Freire, apresentadora eventual do SPTV e do Hora 1, que pediu para sair da emissora em fevereiro e se mudou para Portugal com o marido e o filho.

Maju foi para a bancada do Jornal Hoje aos sábados e provocou efeito dominó na escala do mapa-tempo

Queridinha de William Bonner, Maria Júlia Coutinho ganhou espaço e, além de comandar o mapa-tempo de segunda a sexta no Jornal Nacional, entrou para a escala de apresentadores do JH aos sábados.

Com isso, a repórter Jacqueline Brazil passou a ser uma das responsáveis pela previsão do tempo no JN de fim de semana. Com ela, revezam no posto a substituta oficial de Maju, Eliana Marques, e os alternantes Izabella Camargo e Tiago Scheuer.

Neste domingo (24), mais uma mudança será revelada para os telespectadores: Dony De Nuccio estreará no Fantástico como substituto de Tadeu Schmidt, que aproveita a pausa no futebol brasileiro para tirar férias. Efetivamente, Dony estará mais uma vez no lugar de Evaristo, que tinha substituído Schmidt no início de 2017.

Troca também nos bastidores
Nos bastidores da Redação, mais trocas em cargos importantes. Diretor do Fantástico há 25 anos, Luiz Nascimento deixou a revista eletrônica dominical para se aposentar. Vai morar em Portugal com a mulher, Eugenia Moreyra, diretora geral da Globo News desde setembro de 2011 _e que também está de saída.

Para a vaga de Luizinho, como era chamado, foi escalado Bruno Bernardes, na equipe do Fantástico desde 1999. Já a diretoria do Globo News ficará com Miguel Athayde, atual diretor da editoria Rio do canal pago, e também conhecido como marido de Renata Vasconcellos.

O posto de Athayde no Rio passará para Vinicius Menezes, atual editor-chefe do Bom Dia Brasil _o cargo dele ficará com Monica Barbosa, uma das chefes de Redação do Globo Repórter.

A dança das cadeiras atingiu patamares nunca antes vistos, já que a Globo costuma mexer pouco no time que ocupa suas bancadas.

Antes da troca de 2014, com Patrícia Poeta, Renata Vasconcellos e Poliana Abritta, a última grande mudança havia acontecido no fim de 2011, quando Fátima Bernardes trocou o jornalismo pelo entretenimento _e, com isso, fez Patrícia substituir o Fantástico pelo JN e puxou Renata para o dominical.

Antes disso, a maior mudança foi em 2005, quando Ana Paula Padrão surpreendeu a todos ao sair do Jornal da Globo para ir para o SBT.

Na época, a Globo decidiu apostar em dois rostos "novos" para a bancada do noticiário: William Waack, então repórter especial e ex-correspondente em Londres, e Christiane Pelajo, que apresentava o Em Cima da Hora e o Pelo Mundo na Globo News e nunca tinha sentado em uma bancada da Globo.

 

 

Enquete

Qual protagonista de Deus Salve o Rei você mataria?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook