TV digital

Saiba como melhorar a imagem do seu televisor com apenas R$ 22

Estevam Avellar/TV Globo

Luísa Arraes, a Laís de Babilônia; com televisor digital de alta definição, dá para ver os pelinhos do braço - Estevam Avellar/TV Globo

Luísa Arraes, a Laís de Babilônia; com televisor digital de alta definição, dá para ver os pelinhos do braço

REDAÇÃO - Publicado em 23/05/2015, às 16h12

TV digital ou TV por assinatura: quem tem a melhor imagem dos canais abertos? A resposta varia de acordo com a operadora e o tipo de pacote (se traz definição standard ou de alta definição). Em algumas situações, a qualidade da imagem é praticamente a mesma; em outras, a TV digital aberta e gratuita dá de goleada, desde que se tenha um bom televisor, de alta definição. E para captar os sinais, você só precisa de uma antena que custa a partir de R$ 22. Com uma TV de alta definição, você consegue ver até os pelinhos do braço da mocinha da novela das nove.

Se você ainda não tem uma antena de TV digital, está na hora de pensar no assunto. Daqui um ano, o sinal analógico começará a ser desligados nas principais capitais, incluindo a Grande São Paulo. Para sintonizar o sinal digital, de qualidade muito superior, você precisa, além do receptor digital, de uma antena externa ou interna. Os modelos variam de R$ 22 a R$ 150 _estas para locais mais afastados, que precisam amplificar o sinal. Com R$ 100 por mês, você também pode assinar um pacote de TV paga com canais abertos em alta definição.

A boa notícia é que, com um bom televisor digital e uma antena, você não precisa pagar para ver Globo, SBT, Record, Band e RedeTV! com imagem de alta qualidade. A não ser que você more em uma área rural ou sua cidade ainda não tenha TV digital. Nesses casos, a TV paga com mini-antena parabólica (Claro, Sky, Oi) e antena parabólica são a opção.

Diferença entre HD e digital

Há uma diferença entre canal digital e canal de alta definição. Um canal pode ser digital e não ter uma imagem de alta resolução. Isso é muito comum na TV por assinatura. "As operadoras utilizam muito a expressão ‘canais digitais’, que confunde o consumidor", diz Gunnar Bedicks, pesquisador chefe do Laboratório de TV digital do Mackenzie. "Canal digital não é sinônimo de canal de alta definição."

Modelos de antena e receptor de TV digital com gravador à venda no mercado por R$ 180

Na verdade, o termo ‘canais digitais’ citado pelas operadoras (e que vale para canais abertos e fechados) remete à resolução standard, semelhante à da TV analógica (360 por 480 pixels). Na TV de alta definição a resolução é de 1.920 por 1.080 pixels, que correspondem a 2 milhões de pontos na formação da imagem. Isso permite uma imagem mais nítida. Dá pra ver até os pelinhos do braço da atriz Luísa Arraes, a Laís de Babilônia.

Mas, dependendo do televisor e do pacote de TV por assinatura, nem sempre a imagem que o telespectador vê é de alta definição. Muitos televisores ainda têm a resolução de 1.280 por 720 pixels. 

Na TV por assinatura, é comum a compressão do sinal das TVs abertas, o que prejudica a qualidade, tanto que a Globo só libera seu sinal se a operadora se comprometer a mantê-lo integralmente. Isso ocorre principalmente no serviço DTH (miniparabólica), por causa da limitação de espaço em satélilte. A informação é do Fórum do Sistema Brasileiro de TV Digital Terrestre, que pesquisa o assunto.

Compressão do sinal: fique de olho

E quando o pacote de TV paga não traz a mesma definição da TV digital aberta e gratuita? Será que, ao comparar os dois sinais, é possível notar alguma diferença na qualidade de imagem da novela das nove?

De acordo com informações do Fórum SBTVD, essa diferença pode existir e ser até bem visível, dependendo da compressão do sinal. Como não existe um padrão mínimo de qualidade exigido das operadoras, algumas podem comprimir os sinais de alta definição que chegam dos canais abertos para economizar o uso da banda radioelétrica. E quanto maior a compressão, menor a qualidade.

Operadoras como Net, Claro e Sky negam que comprimam os sinais de seus assinantes. “Da mesma forma que o sinal chega na nossa central, é distribuído aos assinantes, sem perda de qualidade”, afirma Alessandro Maluf, gerente de marketing de produto da Net.

Almir Almas, diretor da SET (Sociedade Brasileira de Engenharia de Televisão), acredita que a imagem das TVs abertas em HD pode perder qualidade ao ser exibida na TV por assinatura, mesmo quando não há compressão do sinal. “Toda a vez em que é preciso acrescentar um novo processo para que o sinal chegue até a casa do consumidor, o risco existe”, diz.

Se você pode pagar, vale a pena ter os dois sistemas, a TV aberta gratuita e a TV por assinatura. Além de custar barato, as antenas de TV digital são pequenas e, em alguns casos, não enfeiam o ambiente.


► Curta o Notícias da TV no Facebook e fique por dentro de tudo na televisão

► Siga o Notícias da TV no Twitter: @danielkastro

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

 

+ Lidas

Bloco de Notas

Mais Ray Donovan

Liev Schreiber na 5ª temporada de Ray Donovan; série renovada para mais um ano - Divulgação/Showtime A série Ray Donovan foi renovada para sua sexta temporada. A atração do canal Showtime nos Estados Unidos, exibida no Brasil pela HBO, terá uma mudança considerável nos novos episódios: eles serão ambientados em Nova ... Leia +

Leia todas as notas

Enquete

O que você achou do final de A Força do Querer?

Redes sociais

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook