Manual

Warner mira em Stranger Things, mas erra o alvo com série de zumbis

Fotos: Divulgação/Warner

Michel Joelsas, Daphne Bozaski e Thalles Cabral em cena da série nacional da Warner - Fotos: Divulgação/Warner

Michel Joelsas, Daphne Bozaski e Thalles Cabral em cena da série nacional da Warner

JOÃO DA PAZ - Publicado em 12/03/2017, às 08h02

Três amigos inseparáveis embarcam em uma aventura e testam os limites da amizade. A mesma estrutura de Stranger Things está na primeira série nacional da Warner, chamada Manual para se Defender de Aliens, Ninjas e Zumbis. A produção, orçada no site da Ancine em R$ 3,7 milhões, estreia neste domingo (12), e qualquer semelhança com a trama da Netflix (não) é mera coincidência.

"Stranger Things e Manual têm referências parecidas", conta o diretor e criador da série, André Moraes, em entrevista ao Notícias da TV. "Ambas partiram do mesmo princípio, com inspiração no filme Os Goonies (1985). É impossível não fazer essa comparação, tem tudo a ver". 

O ator Thalles Cabral, um dos protagonistas, explica a lição de moral que a série pretende transmitir: "Manual fala de amizade, acima de tudo. São três melhores amigos que estão querendo salvar o mundo".

A missão da galera de Manual é proteger a Terra de alienígenas, zumbis e ninjas. A trama um tanto confusa e mirabolante deixa o telespectador perdido. Tenta cobrir muitos temas (ambiente, economia, astronomia, música), atira para todos os lados, mistura ninjas com zumbis e ETs, e não dá conta de nada satisfatoriamente.

"Os aliens estão aqui [na Terra] há muitos anos tentando dominar o mundo, mas sozinhos não conseguem. Eles precisavam de uma aliança e tiveram a ideia de 'zumbizar' os seres humanos e corromper um grupo de ninjas. Enquanto os aliens dominam tudo [de política a empresas], os ninjas lutam [pela causa extraterrestre]", traduz o autor André Moraes.

A motivação dos aliens é roubar todo o gás carbônico da Terra e levar o composto químico, essencial à vida, para seus respectivos planetas. Mas eis que os protagonistas descobrem um manual com orientações sobre como impedir que isso ocorra.

A atriz Daphne Bozaski, a Kil Bill brasileira da série Manual

Elenco e personagens
Thalles Cabral interpreta Wes, integrante mais emotivo do trio e exímio hacker. Ao seu lado estão Sput (Michel Joelsas), fascinado por astrofísica, e Tina (Daphne Bozaski), a mais briguenta da turma, sempre com sua inseparável jaqueta amarela, inspirada no filme Kill Bill (2003).

O mentor deles é um açougueiro veterano na batalha contra os aliens, chamado Juarez, interpretado por André Abujamra. O grande vilão, líder da aliança alienígena, é Garcia (Branco Mello, da banda Titãs). Curiosamente, o planeta natal de Garcia se chama Titã _e de lá vem também a personagem de Rita Lee. O ator André Bankoff (O Negócio, Babilônia) faz um exterminador de zumbis no melhor estilo Daryl, de Walking Dead.

Assim que os episódios de Manual terminarem na Warner, às 23h, estarão disponíveis de graça no YouTube. Rogério Gallo, vice-presidente dos canais de entretenimento da Turner Brasil (dona da Warner), revela que a estratégia é ampliar o público-alvo da série: os geeks adolescentes.

"É fundamental estar em uma plataforma como o YouTube, porque lá se encontra esse público [geek]", diz. "É importante marcar presença [no site] e criar um relacionamento com esse público".

Com 13 episódios, a primeira temporada irá ao ar aos domingos, às 22h30.


► Curta o Notícias da TV no Facebook e fique por dentro de tudo na televisão

► Siga o Notícias da TV no Twitter: @danielkastro

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

 

+ Lidas

Bloco de Notas

Better Things renovada

A atriz Pamela Adlon, indicada ao Emmy, na segunda temporada de Better Things - Divulgação/FX Aclamada pela crítica, a comédia Better Things foi renovada para a terceira temporada. Exibida nos Estados Unidos pelo canal FX, a série está entre as melhores de 2017 segundo veículos especializados, da revista Variety à ... Leia +

Leia todas as notas

Enquete

Bibi merece redenção em A Força do Querer?

Redes sociais

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook