Última temporada

No final, Leftovers deixa o público sem respostas para não repetir erro de Lost

Fotos: Divulgação/HBO

O ator Justin Theroux em imagem da terceira e última temporada de Leftovers, drama da HBO - Fotos: Divulgação/HBO

O ator Justin Theroux em imagem da terceira e última temporada de Leftovers, drama da HBO

JOÃO DA PAZ - Publicado em 16/04/2017, às 07h14

O produtor Damon Lindelof sofre críticas até hoje pela última temporada de Lost (2004-2010), série que ele ajudou a conceber. A produção tentou explicar todos os mistérios da enigmática ilha em que foi encenada, mas fracassou na execução. Em The Letfovers, que entra na última temporada a partir deste domingo (16), o mesmo Lindelof optou por não responder as grandes perguntas.

Nos oito episódios finais da trama apocalíptica da HBO, o público ficará apenas com o desenvolvimento dos personagens, como eles reagem ao iminente fim do mundo. Não haverá explicações sobre como se deu o desparecimento repentino de 2% da população mundial. Tudo vai continuar confuso e messiânico.

A história dá um salto de três anos em relação à temporada passada e mostra os habitantes da fictícia cidade de Jarden, no Texas, a duas semanas de mais um fatídico 14 de outubro, o sétimo aniversário do inexplicável arrebatamento (o sumiço sem deixar rastros de 2% das pessoas, o que causou profundo impacto nas vidas dos 98% que restaram).

O drama explora as diferentes formas de lidar com a aproximação da data. Enquanto uns ignoram e tocam suas vidas normalmente, outros acreditam que será esse dia, de fato, o fim do mundo. Os adeptos da segunda opção se baseiam na Bíblia e chegam a deturpá-la para justificar sua crença.

Leftovers sempre trouxe doutrinas cristãs. Na despedida, aumenta o tom apologético. Passagens famosas da Bíblia sobre o arrebatamento, registradas no Evangelho de Lucas e no livro de Daniel, por exemplo, são citadas logo no primeiro episódio, para dar ao telespectador uma noção do que está por vir.

Ao mostrar o nascimento da seita Guilty Remnant (algo como remanescentes culpados), aquela na qual os integrantes não falam e vivem fumando cigarros, há uma referência ao surgimento da Igreja Adventista. A série volta dois séculos no tempo e mostra os fundadores do grupo acreditando que o mundo acabaria em 16 de abril de 1844. Nada aconteceu e mudaram a data para agosto do mesmo ano. E nada.

O adventismo foi um movimento interdenominacional surgido nos Estados Unidos, com cerca de 100 mil fiéis, que acreditaram na profecia da volta de Jesus em 22 de outubro de 1844. A previsão, inspirada em um versículo do livro de Daniel, passou a ser conhecida como o Grande Desapontamento.

 

Personagem de Christopher Eccleston, o pastor Matt ficará mais fanático no final da série

Novo messias
As distorções da Bíblia chegam até ao protagonista da trama. O cunhado do xerife Kevin Garvey Jr. (Justin Theroux), o reverendo Matt Jamison (Christopher Eccleston), entra em uma onda fanática, relembrando grandes eventos bíblicos que ocorreram em um intervalo de sete anos, para pregar o fim do mundo no próximo 14 de outubro _o de 2018.

Ele escreve um novo evangelho, inspirado em Kevin, e o elege um messias. O xerife foi alçado a santo por ter sobrevivido a três acidentes quase fatais: levou um tiro, escapou de um afogamento e ficou ileso após tomar veneno.

Na mídia dos Estados Unidos, a terceira temporada de Letfovers está sendo tratada como "espetacular" (Variety) e "esplêndida" (New York Magazine) _os críticos norte-americanos assistiram a sete dos oito episódios. O segundo ano também foi altamente elogiado, mas ficou fora das grandes premiações da TV, como Emmy e Globo de Ouro.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

 

Notícias da TV Recomenda

Vikings

Vikings

Ficha técnica: Aventura, Histórico, Irlanda/Canadá, 2013. Criação: Michael Hirst. Elenco: Travis Fimmel, Katheryn Winnick, Gustaf Skarsgård, Alexander Ludwig. Disponível no Now.

Sinopse: A série mostra a história do viking Ragner Lothbrok (Travis Fimmel), um dos mais conhecidos heróis nórdicos e considerado o flagelo da Inglaterra e da França. Entre o romance com Lagertha (Katheryn Winnick) e a relação com os três filhos, há guerras, destruição e muita pilhagem.

Por que assistir: A primeira produção de ficção do History Channel já foi indicada a 11 categorias técnicas do Emmy, de efeitos especiais a maquiagem, mas também chama a atenção por seu elenco: a quinta temporada conta com o reforço de Jonathan Rhys Meyers, ganhador do Globo de Ouro e do festival de Monte-Carlo. Com muita violência e mulheres empoderadas, a série tem atrativos para todos os públicos.

Assista agora no NOW

+ Lidas

Bloco de Notas

Direto em streaming

Cress Williams interpreta Raio Negro na nova série: estreia direto na Netflix - Divulgação/The CW Black Lightning, a próxima série de super-heróis da TV de Greg Berlanti, mesmo produtor de Flash e Supergirl, vai chegar ao Brasil direto na Netflix. Os episódios serão lançados semanalmente, a partir de 23 de ... Leia +

Leia todas as notas

Enquete

Quem você quer que ganhe a Dança dos Famosos?

Redes sociais

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook