Pesquisa

Netflix gasta US$ 8 bi em conteúdo, mas público prefere Friends e Grey's Anatomy

Divulgação/ABC

Os atores Kevin McKidd e Catarina Scorsone na atual 14ª temporada de Grey's Anatomy - Divulgação/ABC

Os atores Kevin McKidd e Catarina Scorsone na atual 14ª temporada de Grey's Anatomy

REDAÇÃO - Publicado em 16/04/2018, às 05h52

O assinante da Netflix é instigado toda semana com novos conteúdos originais da gigante do streaming, que só neste ano irá investir US$ 8 bilhões em produções próprias. Mas o público prefere mesmo é assistir a séries como Friends (1994-2004) e Grey's Anatomy, no ar desde 2005. De acordo com uma pesquisa feita nos Estados Unidos, 80% do conteúdo visto na plataforma não é produzido pela Netflix. E nem é novo ou original.

O levantamento, feito pela empresa 7Park Data e publicado pelo site da revista Variety, analisou o hábito de clientes norte-americanos entre setembro de 2016 e o mesmo mês de 2017.

Além da comédia sobre seis amigos e do drama hospitalar, estão entre as séries mais populares da Netflix produções como Breaking Bad (2008-2013), The Office (2005-2013) e How I Met Your Mother (2005-2014).

De acordo com o estudo, as séries originais não servem sequer como atrativo para novos assinantes, pois 58% do público entrante na plataforma prefere assistir primeiro a alguma série que a Netflix comprou, do que a uma produção como Orange is the New Black ou Stranger Things.

Divulgação/NBC

Estrela de Stranger Things, Winona Ryder viveu amiga de Rachel (Jennifer Aniston) em Friends

Nem na época de estreia de suas grandes produções originais a Netflix vê as atrações da plataforma se sobressaírem.

Na primeira semana do lançamento da terceira temporada de Black Mirror, em outubro de 2016, 88% da audiência da plataforma veio de atrações licenciadas. Três meses antes, na semana de estreia de Stranger Things, 63% do conteúdo assistido foi de séries não originais.

A Netflix sabe que o público é atraído por séries consagradas que estão em seu catálogo e tem como meta investir 50% do orçamento na aquisição dessas atrações. Mas a complicada negociação na compra de direitos faz com que ela perca grandes produções para plataformas rivais.

No Brasil, Two and a Half Men (2003-2015), Friday Night Lights (2006-2011) e Parks and Recreation (2009-2015) já fizeram parte do catálogo da Netflix, mas agora estão completas no Prime Vídeo, serviço de streaming da Amazon.

Segundo a 7Park Data, especializada em mensurar tráfego na internet, essas foram as séries originais da Netflix mais populares entre os norte-americanos no período pesquisado, não necessariamente nesta ordem:

Orange Is the New Black, House of Cards, Unbreakable Kimmy Schmidt, Grace & Frankie, Narcos, Master of None, Punho de Ferro, Os Defensores, Orange Is the New Black, House of Cards, Stranger Things, Ozark, Santa Clarita Diet, 13 Reasons Why e Black Mirror.

Grey’s Anatomy no topo
A mesma 7Park Data fez uma pesquisa mais detalhada para a revista The Hollywood Reporter, publicada no ano passado e que compilou o consumo de Netflix entre maio de 2016 e maio de 2017.

Nela, foram ranqueadas as dez maiores audiências da plataforma. Somente duas atrações da própria Netflix entraram na lista: Orange Is the New Black e Stranger Things. O primeiro lugar ficou com Grey's Anatomy.

Leia também

 

 

Enquete

Quem deve ter o pior final em Deus Salve o Rei?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook