Adeus de um gênio

Ídolo em Big Bang Theory, Stephen Hawking causou desmaio e ganhou imitação

Imagens: Divulgação/CBS

O cientista Stephen Hawking ao lado do ator Jim Parson em gravação de The Big Bang Theory - Imagens: Divulgação/CBS

O cientista Stephen Hawking ao lado do ator Jim Parson em gravação de The Big Bang Theory

JOÃO DA PAZ - Publicado em 14/03/2018, às 14h38

O cientista britânico Stephen Hawking, que morreu na madrugada desta quarta-feira (14) aos 76 anos, era uma presença constante na série The Big Bang Theory. Gênio da astrofísica, ele mostrava uma personalidade brincalhona em cena e tirava sarro de si mesmo, com piadas sobre sua inteligência e locomoção em uma cadeira de rodas.

Herói dos nerds protagonistas, Hawking foi citado na série desde o primeiro episódio, em 2007. Sua última aparição foi na estreia da atual temporada, a 11ª, em setembro. Em todas as sete participações, não perdia a oportunidade de fazer graça.

Em um capítulo da oitava temporada, o cientista decidiu trollar Sheldon Cooper (Jim Parsons) e Leonard Hofstadter (Johnny Galecki). Ele fez uma crítica pesada sobre um trabalho que os amigos publicaram juntos. Hawking, na verdade, gostou muito do artigo. Fez a brincadeira porque "ficar 40 anos em uma cadeira de rodas é entediante".

A conversa com os nerds via Skype terminou por um motivo curioso: "Eu tenho de ir agora. Prometi ajudar o filho do meu vizinho com sua lição de casa de matemática. Ciao".

Todos os personagens da série admiravam o físico, mas Sheldon era seu maior fã, a ponto de se fantasiar como ele em um Dia das Bruxas, aos seis anos de idade. Certa vez, o nerd desafiou seu ídolo ao sugerir que ele estaria errado em suas argumentações. Ao perceber que ofendeu Hawking, Sheldon desmaiou.

Porém, quem teve o prazer de trabalhar diretamente com o gênio foi Howard Wolowitz (Simon Helberg), fato que sempre incomodou Sheldon. Engenheiro, Howard foi encarregado de cuidar da cadeira de rodas de Hawking durante uma passagem do físico pela faculdade onde os nerds trabalhavam.

A escolha foi boa, pois Howard se identificava com o cientista a ponto de fazer uma imitação perfeita de sua voz robótica. Esse trabalho o inspirou a criar uma miniatura de uma cadeira de rodas com Stephen Hawking, como se fosse um carrinho de controle remoto.

Elenco de Big Bang Theory com Stephen Hawking; homenagem divulgada nas redes sociais 

Maior desde Einstein
Stephen Hawking é considerado o maior cientista do mundo desde o alemão Albert Einstein (1879-1955). Seus principais trabalhos foram teorias sobre supercordas e buracos negros que revolucionaram o mundo da astrofísica.

No começo da década de 1960, aos 21 anos de idade, o cientista foi diagnosticado com uma doença rara e degenerativa, chamada esclerose lateral amiotrófica (ELA), que paralisa os músculos. Seu corpo atrofiou, ele perdeu a fala e passou a se comunicar com um sintetizador eletrônico, engenhoca que reproduzia uma voz de acordo com palavras digitadas.

Sua história foi contada no filme A Teoria de Tudo (2014). O cientista foi interpretado por Eddie Redmayne, que ganhou dez prêmios pela atuação, incluindo um Oscar e um Globo de Ouro.

 

 

Enquete

O que você está achando de Segundo Sol?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook