Better Things

Grande zebra do Emmy, dubladora vive mãe de transgênero em série sensação

Fotos: Divulgação/FX

Pamela Adlon e Hannah Alligood em Better Things: mãe tem de lidar com filha transgênero - Fotos: Divulgação/FX

Pamela Adlon e Hannah Alligood em Better Things: mãe tem de lidar com filha transgênero

JOÃO DA PAZ - Publicado em 10/08/2017, às 06h06

Grande zebra entre os indicados ao Emmy deste ano, Pamela Adlon interpreta uma mãe de filha transgênero em Better Things, série que estreia nesta quinta-feira (10). Sua personagem lembra a de Maria Fernanda Cândido em A Força do Querer. Assim como a Joyce da novela das nove, Sam Fox não percebe que a filha na verdade é um filho.

Série que já ganhou status de cult nos Estados Unidos, Better Things marca a estreia de Pamela Adlon como protagonista. E, logo de cara, ela surpreendeu ao entrar na disputa pelo Oscar da TV ao lado de atrizes renomadas como Julia Louis-Dreyfus e Jane Fonda.

Versão feminina de Louie, a comédia é inspirada na vida de Pamela, que é produtora-executiva, diretora, roteirista e co-criadora da série. Nela, Sam Fox é uma atriz quarentona buscando espaço em Hollywood, enquanto leva uma vida pós-divórcio e cuida de três filhas: uma adolescente tipicamente mimada, uma pré-adolescente em crise de identidade e uma criança sagaz.

Sam tem um tratamento diferenciado para cada uma das suas filhas. Com a do meio, Frankie (Hannah Alligood), a relação é mais conturbada. Ela não entende muito bem as mudanças no jeito de pensar, agir e se vestir da garota. Frankie se comporta como um menino, mas Sam solta aos quatro cantos que têm três filhas.

"Quando John Landgraf [chefe do canal FX, que exibe a série nos Estados Unidos] exibiu o piloto para um grupo de discussão, as pessoas reagiram com espanto: Aquilo [Frankie] é um menino ou uma menina?", disse Pamela à revista Entertainment Weekly.

Ao site Vulture, Pamela contou como preparou Hannah para o papel de uma menina trans: 'Não pense com uma garota ou como um menino, apenas quero que você seja essa pessoa'". "Pedi para ela deixar alguns trejeitos femininos de lado e ser alguém no meio-termo [entre menina e menino]", completou.

Frankie se sente isolada em casa, e Sam busca se aproximar dela, ser uma figura materna presente. Mas, muitas vezes, Sam é pega desprevenida e fica sem saber o que fazer. Como quando a filha confusão na escola ao usar o banheiro masculino.

 

Constance Zimmer (de UnReal, à dir.) ao lado de Pamela Adlon em participação na comédia

Maternidade e carreira
Better Things foca mais nos desafios da maternidade de Sam do que nas aventuras sexuais da personagem. Ela precisa lidar com a rebeldia de Max (Mikey Madison), a filha mais velha, que está prestes a terminar o ensino médio, e proteger a ingenuidade de Duke (Olivia Edward), a mais nova.

A série aproveita e escancara como é difícil para uma atriz na casa dos 40 anos cravar um bom papel em Hollywood, devido às poucas oportunidades, concorrência e preconceito.

Em uma cena emblemática do primeiro episódio, Sam está à espera de um teste, cercada de mulheres iguais a ela. Ao seu lado, senta-se Constance Zimmer (de UnReal, interpretando ela mesma) e as duas suspiram aliviadas. Quando a loira e enxuta Julie Bowen (de Modern Family) entra na sala, as duas se levantam e saem imediatamente, pois já sabem quem conseguirá o papel.

Better Things será exibida pelo Fox Premium às quintas, às 22h30.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

 

Notícias da TV Recomenda

Vitória - A Vida de uma Rainha

Vitória - A Vida de uma Rainha

Ficha técnica: Drama, Inglaterra, 2016. Criação: Daisy Goodwin. Elenco: Jenna Coleman, Tom Hughes, Peter Bowles, Eve Myles, Rufus Sewell. Disponível no Now.

Sinopse: Monarca mais importante do Reino Unido, a rainha Vitória (Jenna Coleman) é tema de uma série que mostra seu reinado a partir da chegada ao trono, aos 18 anos, e seu relacionamento com o primeiro-ministro Lord Melbourne (Rufus Sewell) e o casamento com o príncipe Albert (Tom Hughes). Suas duas únicas temporadas (até agora) só estão disponíveis em vídeo sob demanda.

Por que assistir: Indicada a dois Emmys e eleita melhor drama no Festival de Monte-Carlo, a produção impressiona pela reconstituição primorosa da era vitoriana, com belos cenários e figurinos. Nos Estados Unidos e na Inglaterra, críticos classificaram a série como a sucessora natural da premiada Downton Abbey (2010-2015). A atriz Jenna Coleman, querida pelos fãs de Doctor Who, brilha na pele da monarca.

Assista agora no NOW

+ Lidas

Bloco de Notas

Direto em streaming

Cress Williams interpreta Raio Negro na nova série: estreia direto na Netflix - Divulgação/The CW Black Lightning, a próxima série de super-heróis da TV de Greg Berlanti, mesmo produtor de Flash e Supergirl, vai chegar ao Brasil direto na Netflix. Os episódios serão lançados semanalmente, a partir de 23 de ... Leia +

Leia todas as notas

Enquete

Quem você quer que ganhe a Dança dos Famosos?

Redes sociais

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook