Conspiração zumbi

De padre espião a morte de bebê: as teorias mais malucas de Walking Dead

Imagens: Divulgação/AMC

O ator Seth Gilliam na oitava temporada de Walking Dead; padre traidor e aliado de vilão? - Imagens: Divulgação/AMC

O ator Seth Gilliam na oitava temporada de Walking Dead; padre traidor e aliado de vilão?

JOÃO DA PAZ - Publicado em 16/11/2017, às 06h21

No quinto episódio da oitava temporada de Walking Dead, que vai ao ar no próximo domingo (19), uma teoria dos fãs pode se concretizar: o padre Gabriel (Seth Gilliam) seria um espião de Negan (Jeffrey Dean Morgan). Essa é uma das cinco hipóteses mais birutas formuladas pelos admiradores da série, como a de que os bebês são imunes ao vírus zumbi.

Há também quem acredite que os mortos-vivos desaparecerão com o avançar do tempo. E duas cenas enigmáticas da atual temporada deixaram com água na boca aqueles telespectadores ávidos por uma boa conspiração: quem é a criança que apareceu na visão do futuro de Rick Grimes (Andrew Lincoln)? E por que o xerife tirou fotos com uma câmera Polaroid depois de atacar os Salvadores?

Saiba mais sobre essas cinco teorias de Walking Dead:

O padre Gabriel (Seth Gilliam) já mostrou não gostar de Rick e tramou planos contra o xerife

Padre dedo-duro
No final do primeiro episódio da oitava temporada, o público ficou perplexo ao ver que o padre Gabriel, armado, não atirou em Negan ao ficar preso com o vilão em um trailer. De acordo com a teoria dos fãs, a reação mais lógica não ocorreu porque o religioso é aliado do vilão, agindo como um espião infiltrado no time de Rick.

Isso até faria sentido, pois Gabriel já mostrou ser desleal contra Rick em outras oportunidades, como ao alertar a antiga líder de Alexandria, Deanna Monroe (Tovah Feldshuh), para não confiar no policial. Por diversas vezes, ele sugeriu ao grupo que matar Negan não seria a solução ideal para dar um fim na "guerra total".

Carl Grimes (Chandler Riggs) com a bebê Judith (Sophia Garcia): bebês imunes ao vírus zumbi

Bebês imunes
Uma teoria que há tempos é comentada entre os fãs é a de que o bebê nascido no mundo pós-apocalíptico é imune ao vírus que transforma os mortos em zumbis, por ter um DNA mais resistente à doença misteriosa.

Evidentemente, a verdade apenas virá à tona quando um bebê morrer. Até agora, a série apresentou dois deles: a filha de Rick, Judith (Sophia Garcia), e a pequena Gracie, adotada por Rick e entregue a Aaron (Ross Marquand). Uma nova criança está a caminho, já que Maggie (Lauren Cohan) está grávida.

Aaron (Ross Marquand) segura Gracie ao lado de Rick (Andrew Lincoln): novo bebê no pedaço

Judith morre?
Um reforço para a teoria dos bebês imunes é a sobrevivência de Judith _se a série acompanhasse a HQ em que é baseada, ela já teria sido morta na terceira temporada. Os defensores dessa ideia afirmam que os roteiristas adiaram a morte de Judith para explicar a imunidade dos recém-nascidos de uma maneira bem emotiva. Assim, os sobreviventes perceberão que os novos seres estão livres da maldição zumbi.

Algumas cenas da atual temporada corroboram essa tese. No primeiro episódio, em um flashfoward (visão do futuro), uma criança crescida chama Rick de "papai". Ela está segurando um bicho de pelúcia, e o mesmo bicho é visto no berço da bebê Gracie no segundo episódio. Ou seja: o futuro de Rick parece reservar uma vida sem Judith.

Zumbi na oitava temporada da série: o tempo passa e eles ficam cada vez mais degradados

Zumbis viram pó
Uma coisa que Walking Dead faz bem é o cuidado com os zumbis. Greg Nicotero, produtor da série e chefe de maquiagem e efeitos especiais, tem a preocupação de mostrar os monstrengos cada vez mais apodrecidos conforme a história avança. Isso levaria a uma decomposição dos mortos-vivos com o passar dos anos?

Um cadáver humano normal, deixado ao ar livre, demora de um a dois anos para virar pó. Seguindo essa lógica, alguns telespectadores acreditam que os sobreviventes não enfrentarão mais zumbis com o avançar dos dias, a não ser aqueles mortos recentemente. É importante ressaltar que nem dois anos se passaram na linha de tempo da trama desde o começo do surto de mortos-vivos.

Rick (Lincoln) parou para tirar uma foto e registrar seu ataque contra os soldados de Negan

Álbum da destruição
Após seus súditos acabarem com capangas de Negan na estreia da oitava temporada, Rick sacou uma câmera Polaroid e registrou a destruição de parte do lar dos Salvadores. A ação inusitada, evidentemente, chamou a atenção dos fãs, que passaram a questionar os motivos de o xerife ter feito isso.

Uma das hipóteses é de que Rick fará um álbum da sua jornada contra os Salvadores e irá torturar Negan com as imagens, após o vilão se tornar um prisioneiro no final da guerra. Ou o policial simplesmente está copiando uma mania do inimigo ao criar um arquivo pessoal de suas vitórias, já que os soldados de Negan também têm o hábito de tirar fotos de suas vítimas.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

 

Notícias da TV Recomenda

This Is Us

This Is Us

Ficha técnica: Drama, EUA, 2016. Criação: Dan Fogelman. Elenco: Milo Ventimiglia, Mandy Moore, Sterling K. Brown, Chrissy Metz e Justin Hartley. Disponível no Fox Life e no Now.

Sinopse: This Is Us apresenta a história de três pessoas nascidas no mesmo dia, dois homens e uma mulher. A trama navega entre os anos 1980 e os dias atuais, mostrando a infância de cada uma delas em contraste com a vida adulta. No Now, o primeiro episódio está disponível gratuitamente.

Por que assistir: Com um roteiro surpreendente, ótimos diálogos e intepretações de alto nível, o drama familiar carrega na emoção e pode levar o telespectador às lágrimas. Discute temas como adoção, racismo e obesidade. É uma das maiores audiências dos Estados Unidos e grande sucesso de 2016. O drama reafirmou as carreiras de Sterlin K. Brown (vencedor do Emmy), Milo Ventimiglia e Justin Hartley, além de revelar Chrissy Metz.

Assista agora no NOW

+ Lidas

Bloco de Notas

Renúncia bombástica

O presidente da ESPN, John Skipper, em evento da NBA; executivo deixa o cargo - Divulgação/NBA O executivo John Skipper, de 61 anos, renunciou ao cargo de presidente da ESPN norte-americana para tratar de um problema de "abuso de drogas". A notícia bombástica agitou a mídia dos Estados Unidos nesta segunda ... Leia +

Leia todas as notas

Enquete

Quem você gostaria que substituísse Cátia Fonseca no Mulheres?

Redes sociais

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook
Fechar