Audiência de 2016

Cultuadas no mundo inteiro, séries americanas dão vexame no 'Ibope'

Divulgação/CBS

Mark Harmon e Pauley Perrette em NCIS, a dupla dinâmica da série líder de audiência nos EUA - Divulgação/CBS

Mark Harmon e Pauley Perrette em NCIS, a dupla dinâmica da série líder de audiência nos EUA

REDAÇÃO - Publicado em 05/01/2017, às 05h52

Apesar de serem admiradas em todas as partes do planeta, as séries norte-americanas não atraem tanta audiência nos Estados Unidos como se imagina. Em 2016, o esporte e a política dominaram as atenções dos telespectadores da terra de Donald Trump. A série mais vista no país, NCIS, ocupa apenas a 71ª posição, segundo a Nielsen, o Ibope de lá.

O ranking considera exibições únicas, ou seja: um evento ao vivo, como o Oscar, um jogo de futebol americano ou um episódio de série _não uma temporada toda. O campeão de audiência de 2016 foi o Super Bowl, a decisão do campeonato de futebol americano, organizado pela NFL. Transmitido pela CBS, foi visto por 111,9 milhões de telespectadores.

Nas três posições seguintes aparecem os debates entre os candidatos à Presidência, transmitidos por várias redes e canais pagos simultaneamente. Até o encontro entre os candidatos a vice-presidente foi bem, cravando a décima posição da lista.

A ficção mais vista do ano foi um crossover, exibido pela CBS há um ano, entre NCIS e NCIS: New Orleans, que teve 19 milhões de telespectadores. Com 2 milhões a menos, o segundo episódio de série mais assistida foi o da estreia da sétima temporada de The Walking Dead (AMC), em outubro.

divulgação/nfl

O jogador Peyton Manning após a vitória do seu time, Denver Broncos, no Super Bowl de 2016

Apesar da liderança e do domínio das 50 primeiras posições, os jogos da NFL registraram uma fuga de público em 2016. Em 2015, foram 37 partidas de futebol americano entre os 50 programas mais vistos. No ano passado, esse número caiu para 27 (menos 27%).

Outro evento com boa audiência foi a Olimpíada. Exibida nos EUA com exclusividade pela NBC em horário nobre, a Rio 2016 fechou o ano com 11 posições no top 50, duas entre os 20 programas mais assistidos. Para os norte-americanos, as competições de maior interesse foram natação, ginástica e atletismo.

Veja o ranking das 20 atrações de maior audiência nos Estados Unidos. Os dados foram divulgados pelo site da revista AdAge, especializada em publicidade.

1- Super Bowl (CBS): 119,9 milhões de telespectadores;
2- Debate presidencial 1 (pool de emissoras): 84 milhões;
3- Debate presidencial 3 (pool de emissora): 71,6 milhões;
4- Debate presidencial 2 (pool de emissoras): 66,5 milhões;
5- Semifinal da NFL 1 (CBS): 53,3 milhões;
6- Semifinal da NFL 2 (Fox): 45,7 milhões;
7- Playoff Divisional da NFL (CBS): 43 milhões;
8- Jogo 7 da World Series, decisão da liga de beisebol (Fox): 40 milhões;
9- Playoff Repescagem da NFL (Fox): 38,8 milhões;
10- Debate entre vice-presidentes (pool de emissoras): 37,2 milhões;
11- Playoff Divisional da NFL (Fox): 36,7 milhões;
12- Playoff Repescagem (Fox): 35,3 milhões;
13- Jogo do Dia de Ação de Graças (Fox): 35,1 milhões;
14- 88ª edição do Oscar (ABC): 34,3 milhões;
15- Playoff Divisional da NFL (Fox): 33,7 milhões;
16- Quarta noite da Olimpíada no Rio (NBC): 33,4 milhões;
17- Playoff Divisional da NFL (Fox): 31,5 milhões;
18- Sexta noite da Olimpíada no Rio (NBC): 31,2 milhões;
19- Playoff Repescagem da NFL (CBS): 31,2 milhões
20- Jogo 7 das Finais da NBA, liga de basquete (ABC): 31,0 milhões.


► Curta o Notícias da TV no Facebook e fique por dentro de tudo na televisão

► Siga o Notícias da TV no Twitter: @danielkastro

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

 

Notícias da TV Recomenda

Eu, Ela e Um Milhão de Seguidores

Eu, Ela e Um Milhão de Seguidores

Ficha técnica: Série, Brasil, 2017. Criação: Rafinha Bastos. Elenco: Rafinha Bastos, Paloma Duarte, Grace Gianoukas, Natallia Rodrigues e Raul Barreto. Disponível no Multishow Play e no Now.

Sinopse: A protagonista é Luli, uma jornalista casada com um crítico de TV ácido e hipocondríaco. Após ser demitida e substituída por alguém muito mais jovem, ela resolve tentar ganhar dinheiro como vlogueira e influenciadora digital e faz vídeos bizarros do marido para ter curtidas e seguidores em redes sociais.

Por que assistir: Paloma Duarte e Rafinha Bastos fazem graça pelas neuroses de seus personagens, que perdem totalmente o controle das situações em que se metem. A trama também acerta no sarcasmo com o universo glamuroso dos influenciadores digitais. A atuação de Grace Gianoukas como a mãe judia e coruja do protagonista marmanjo é outro destaque positivo.

Assista agora no NOW

+ Lidas

Bloco de Notas

Intimidade no repertório

Geraldo Azevedo e Elba Ramalho; cantora é homenageada em novo programa - Divulgação As intimidades de Luiz Gonzaga, Elba Ramalho, Ary Barroso e Pixinguinha estão no repertório de um novo programa do CineBrasil TV. O Gravador de Histórias estreia neste semestre, trazendo relatos inusitados de grandes nomes da ... Leia +

Leia todas as notas

Enquete

Mais um BBB vem por aí e...

Redes sociais

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook