Poder Feminino

Contratação de mulheres para direção de séries bate recorde na TV dos EUA

Divulgação/Showtime

Emmy Rossum comanda episódio de Shameless; atriz estreou na direção no ano passado - Divulgação/Showtime

Emmy Rossum comanda episódio de Shameless; atriz estreou na direção no ano passado

JOÃO DA PAZ - Publicado em 30/09/2017, às 06h26

A contratação de diretoras novatas para comandar séries bateu recorde nos Estados Unidos. Levantamento divulgado nesta semana pelo DGA, o sindicato de diretores norte-americanos, mostra que 73 mulheres estrearam na direção de episódios na temporada 2016-2017, quase o dobro do ano anterior (38).

"Finalmente, após anos de trabalho com a indústria [de entretenimento], estamos observando sinais significativos de melhora [na diversidade]", disse o presidente do DGA, Thomas Schlamme, em comunicado.

Atrizes de peso da TV estão na lista das diretoras novatas, à frente de episódios nos quais também atuaram. É o caso de Ellen Pompeo (Grey’s Anatomy), Emmy Rossum (Shameless) e Laura Prepon (Orange Is the New Black).

O DGA só lamentou que a maioria das novas contratadas tenha alguma ligação com a série na qual estreou na direção. O que não diminui o avanço em um setor de Hollywood até então muito fechado para mulheres.

"Esse movimento de inclusão, depois de anos de progresso glacial, sugere que pessoas qualificadas eram preteridas por causa de seu gênero. Elas estão ganhando oportunidades proporcionais ao seu talento", pontua o sindicato.

O número de diretoras estreantes corresponde a 32,4% dos contratados (225 no total). Comparado com a temporada 2009-2010, início do acompanhamento do DGA na aquisição de diretores novatos, o número de mulheres saltou 127%. Esse aumento ocorre, em grande parte, devido a mais oportunidades na TV: foram exibidas 455 séries diferentes na última temporada.

Entre as novatas mais renomadas está Melina Matsoukas, duas vezes vencedora do Grammy de melhor videoclipe (um prêmio com a cantora Rihanna e outra com Beyoncé). Ela estreou em séries no primeiro episódio de Insecure, da HBO, e dirigiu outros seis. Melina trabalhou também em dois capítulos de Master of None, da Netflix; um deles venceu o Emmy de melhor roteiro neste ano.

divulgação/hulu

Reed Morano dirige Elizabeth Moss em episódio de Handmaid's Tale: tabu quebrado no Emmy 

Aliás, a maior premiação da TV trouxe outra boa notícia para as diretoras. Há 22 anos uma estatueta na categoria direção de série dramática não era entregue a uma mulher. O tabu foi quebrado por Reed Morano, pelo seu trabalho em The Handmaid’s Tale. Ela é apenas a terceira diretora a ganhar essa disputa em 69 edições do Emmy.

 

 

Enquete

O que você está achando de Segundo Sol?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook