NO DISCOVERY KIDS

Cirque du Soleil investe na TV e faz parceria com Discovery por série infantil

Errisson Lawrence/Cirque du Soleil

Cena de Toruk, espetáculo do Cirque du Soleil que leva Avatar para o picadeiro: rumo à TV - Errisson Lawrence/Cirque du Soleil

Cena de Toruk, espetáculo do Cirque du Soleil que leva Avatar para o picadeiro: rumo à TV

LUCIANO GUARALDO - Publicado em 21/06/2017, às 06h07

Conhecido pelos espetáculos milionários que promove por todo o mundo, inclusive com passagens de sucesso pelo Brasil, o Cirque du Soleil vai expandir seus domínios para a televisão: a trupe fez uma parceria com o Discovery Kids para produzir uma série ficcional para o público infantojuvenil. A trama, ainda sem nome definido, será ambientada em uma escola para artistas circenses e mostrará um grupo de jovens atletas e acrobatas.

Juntos, os jovens vão se esforçar para atingir a excelência no picadeiro enquanto aprendem a trabalhar em equipe e a superar os próprios limites. Durante suas aventuras, os artistas vão desenvolver uma amizade genuína e lidar com os altos e baixos do processo de amadurecimento em um ambiente tão único e diferente.

A série, apesar de voltada para o mercado latino-americano, será gravada em Montreal, no Canadá, sede mundial do Cirque e onde a trupe faz questão de estrear seus novos espetáculos antes de iniciar as turnês internacionais. Artistas, artesãos e criadores da empresa vão colaborar com o programa, ajudando a transportar o universo mágico do circo para a televisão.

A equipe contará ainda com a argentina Cris Morena, responsável por lançar sucessos internacionais como Chiquititas, Floribella e Rebelde. Cris será produtora executiva e compositora da trilha sonora original da série. Já os roteiros ficarão a cargo de Leila Basen, da série Heartland, no ar há uma década no Canadá.

"O Discovery Kids está extremamente empolgado com esse projeto e não poderíamos escolher melhores parceiros do que o Cirque du Soleil", diz Carolina Lightcap, vice-presidente executiva e diretora de conteúdo da Discovery Networks Latin America/US Hispanic.

"A série aborda a realização de sonhos por meio das artes do espetáculo, em um contexto mágico e musical que certamente encantará a audiência do canal", completa a executiva em nota divulgada pela programadora.

O projeto com o Discovery Kids não é a primeira tentativa do Cirque de migrar para a televisão. Em 2015, a trupe chegou a acertar com a Fox um projeto de série adulta, chamada de Paradiso, que mostraria uma jovem sonhadora batalhando para se apresentar em uma casa noturna badalada.

No ano anterior, um acordo com a Saban Brands (de Power Rangers e Digimon) pretendia desenvolver um projeto para o público infantil. As ideias, porém, não foram para a frente.

Em abril do ano passado, o Cirque também fez sua estreia na Broadway com o espetáculo Paramour, que misturava musical com apresentação circense. Apesar de fazer sucesso com o público de Nova York, com uma arrecadação média de US$ 1 milhão por semana, a montagem fechou exatamente um ano após sua abertura _os donos do teatro pediram o espaço de volta para a montagem de Harry Potter e a Criança Amaldiçoada, prevista para 2018.

"O Cirque du Soleil procura desenvolver novas formas de entretenimento, falar com novos públicos e expandir ainda mais seu alcance global", explica Kristina Heney, diretora de marketing do Cirque du Soleil.

"A série é uma continuação natural para nós em nossa incursão no entretenimento juvenil, após mais de 30 anos de produção de espetáculos ao vivo para toda a família. O objetivo é utilizar nosso caleidoscópio criativo para construir universos que estimulem a criatividade infantil", completa.

 

 

Enquete

O que você está achando de Segundo Sol?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook