Prepare-se

Big Bang Theory vai acabar em 2019 após 12 temporadas, diz produtor

Divulgação/CBS

Jim Parsons e Johnny Galecki se abraçam em casamento na 11ª temporada de Big Bang Theory - Divulgação/CBS

Jim Parsons e Johnny Galecki se abraçam em casamento na 11ª temporada de Big Bang Theory

REDAÇÃO - Publicado em 09/05/2018, às 18h02

Os dias de The Big Bang Theory estão contados. O showrunner da comédia, Steve Holland, foi direto ao ser questionado se a próxima temporada da comédia nerd será a última. "Até que me digam o contrário, sim", afirmou ao site TV Line, nesta quarta-feira (9). Até o momento, não há posição oficial da rede CBS, que exibe a série nos Estados Unidos.

Nesta quinta (10), a série, uma das mais vistas dos EUA, encerra a 11ª temporada com uma cena especial: o casamento de Sheldon Cooper (Jim Parsons) e Amy Farrah Fowler (Mayim Bialik). Não se sabe por quanto tempo os fãs poderão acompanhar a vida de marido e mulher dos nerds.

"Sabemos que temos a próxima temporada, mas não sei o que acontecerá depois", falou o produtor, que assumiu o posto de showrunner (a mente criativa da atração) no ano passado. Sendo assim, ele ressaltou que não deixará nada para trás na 12ª temporada. "Se há alguma história que queremos contar, vamos fazer", afirmou.

Ele ainda pontuou que não é responsável pelo eventual cancelamento ou renovação de Big Bang Theory, "[por isso] tudo o que eu posso fazer é seguir em frente e criar uma próxima temporada excelente".

Essa clara posição de Holland sobre o fim da comédia casa com uma declaração de Johnny Galecki, o Leonard, durante o seminário da TCA (Associação dos Críticos de Televisão dos Estados Unidos), em janeiro.

"Todos [do elenco] estão confortáveis [em se despedir de Big Bang] com 12 temporadas", falou. "É uma boa hora de ir para a casa e ver nossas famílias".

Salários milionários
Os estúdios Warner Bros. e a rede CBS travaram uma dura batalha para renovar The Big Bang Theory no ano passado. Os atores queriam aumento salarial, cientes de que fazem um grande sucesso, com média de 14 milhões de telespectadores por episódio nos EUA, e que geram muito lucro.

Foi fechado um acordo para mais duas temporadas. O quinteto de protagonistas (Galecki, Kaley Cuoco, Jim Parsons, Simon Helberg, Kunal Nayyar) acertou um salário de US$ 900 mil (R$ 3,23 milhões) por episódio, e a dupla de coadjuvantes Melissa Rauch e Mayim Bialik teve seus vencimentos quase triplicados. Agora elas recebem US$ 425 mil (R$ 1,5 milhão) por episódio.

Dessa vez, o problema não é dinheiro, e sim ter história para contar, algo que já assombrava a renovação em 2017. Com 11 anos de estrada, a comédia esgotou todas as alternativas possíveis de boas histórias com seus personagens (Raj virou pegador, Penny passou a ter uma carreira, Sheldon vai casar), e muitos parentes deles já tiveram seus 15 minutos de fama na trama.

Com essa decisão de Holland em não economizar histórias pensando em temporadas futuras, o destino de The Big Bang Theory realmente fica em xeque.

 

 

Enquete

O que você está achando de Segundo Sol?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook