ARTIGO

Feud e Big Little Lies expõem preconceito de Hollywood com atrizes de meia-idade

Divulgação/FX

Jessica Lange e Susan Sarandon em Feud, série que aborda o envelhecimento em Hollywood - Divulgação/FX

Jessica Lange e Susan Sarandon em Feud, série que aborda o envelhecimento em Hollywood

EDUARDO RIBAS - Publicado em 01/04/2017, às 18h06

Duas produções da TV norte-americana, em exibição no Brasil, refletem um problema antigo de Hollywood, ainda longe de ser resolvido: a falta de papéis e roteiros com personagens bons para mulheres com mais de 40 anos.

A série Feud: Bette and Joan (Fox Premium) e a minissérie Big Little Lies (HBO) são encabeçadas por estrelas de primeira grandeza do cinema, vencedoras do Oscar e experientes.

Na primeira, Susan Sarandon, 70 anos, Jessica Lange, 67, Catherine Zeta-Jones, 47, e Kathy Bates, 68, reencenam a rivalidade de Bette Davis (1908-1989) e Joan Crawford (1906-1977), estrelas da era de ouro de Hollywood. A segunda é liderada por Reese Whiterspoon, 41, e Nicole Kidman, 49.

As duas produções nasceram de iniciativas para gerar roteiros para atrizes maduras. Ryan Murphy, o produtor-executivo de Feud: Bette and Joan, tem uma relação longínqua com intérpretes de primeiro escalão e declara especial prazer em liderar projetos com atrizes veteranas em atuações marcantes.

Motivada pela mesma questão, Reese Whiterspoon assumiu, já há alguns anos, as rédeas de sua carreira e abriu sua própria produtora, cujo principal objetivo é desenvolver conteúdo que tenha protagonistas femininas relevantes.

Big Little Lies éuma trama de mistério sobre mulheres ricas e de personalidades marcantes que enfrentam questões como violência doméstica, estupro, realização pessoal e o desafio de conciliar maternidade e carreira.

O projeto foi objeto de uma disputa acirrada entre a Netflix e a HBO, que acabou levando a melhor. E a minissérie não decepciona: Reese e Nicole estão magníficas, suas personagens são densas e intensas.

A luta por maior representatividade e papéis melhores para mulheres em Hollywood não é um assunto recente como os discursos de Emma Watson, Patricia Arquette e Meryl Streep nas cerimônias do Oscar podem induzir a pensar. Feud: Bette and Joan retrata justamente essa questão.

A série do canal americano FX apresenta um recorte na vida de Bette Davis e Joan Crawford, grandes rivais que chegaram ao ocaso de suas carreiras sem propostas de bons papéis. Mostra a dificuldade para a escalação das duas atrizes em O que Aconteceu com Baby Jane? (1962). Com 54 e 56 anos, respectivamente, Bette e Joan eram consideradas velhas (pasmem!) para um filme de terror. O longa foi um sucesso de bilheteria e colocou as atrizes novamente na lista das premiações.

Jessica Lange está excelente mostrando uma Joan Crawford insegura, vacilante e carente por atenção, aprovação e respeito, principalmente de sua rival.

Susan Sarandon, uma escolha perfeita para interpretar Bette Davis, declarou em entrevista no lançamento da série que o problema ainda existe em Hollywood e que as atrizes na sua idade recebem ofertas para interpretar avós ou personagens com a doença de Alzheimer. Ou seja, pouco mudou em mais de 50 anos.

Felizmente, as estrelas de hoje mostram a mesma determinação de Bette e Joan e nos oferecem atuações memoráveis de personagens fortes em produções impecáveis.


Feud: Bette and Joan é exibida aos domingos, às 22h, no canal Fox Premium

O último episódio de Big Little Lies vai ao ar neste domingo (2), às 23h, na HBO. A minissérie está disponível, para assinantes, no HBO Go e no Now (Net/Claro)

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

 

+ Lidas

Bloco de Notas

Tamanho avião

Emilia Clarke aparece bem pequeninha em cima de Drogon, em imagem de GoT  - Divulgação/HBO Uma das novas fotos da sétima temporada de Game of Thrones mostra como estão grandes os dragões de Daenerys Targaryen (Emilia Clarke). Eles terão o tamanho de um Boeing 747, modelo de avião muito utilizado ... Leia +

Leia todas as notas

Enquete

O que a Globo quer com denúncias contra o presidente Temer?

Redes sociais

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook